Retorno à casa paterna

A noção de bem e mal, conatural às pessoas, vai se evanescendo. Encontramo-nos à mercê de um mundo dominado pela insensibilidade, pelo egoísmo, pela indiferença, pela ausência crescente de Deus nos corações. O verdadeiro conceito de família como instituição divina vai assim desaparecendo de nossas mentalidades e considerações e, com ele o bem-estar, o equilíbrio e a harmonia.

Retorno à casa paterna

A noção de bem e mal, conatural às pessoas, vai se evanescendo. Encontramo-nos à mercê de um mundo dominado pela insensibilidade, pelo egoísmo, pela indiferença, pela ausência crescente de Deus nos corações. O verdadeiro conceito de família como instituição divina vai assim desaparecendo de nossas mentalidades e considerações e, com ele o bem-estar, o equilíbrio e a harmonia.


 

Por que tanta vontade de trucidar criancinhas?

Que os parlamentares abram os olhos para o delineamento de um ativismo ditatorial do Judiciário em prol do aborto, se não quiserem perder a prerrogativa de legisladores. Na realidade, estamos assistindo à maior debilitação do vínculo familiar, com a consequente destruição da família conforme Jesus Cristo a instituiu.

Por que tanta vontade de trucidar criancinhas?

Que os parlamentares abram os olhos para o delineamento de um ativismo ditatorial do Judiciário em prol do aborto, se não quiserem perder a prerrogativa de legisladores. Na realidade, estamos assistindo à maior debilitação do vínculo familiar, com a consequente destruição da família conforme Jesus Cristo a instituiu.


 

Pensa nos novíssimos e não pecarás

Pensa nos novíssimos e não pecarás

A tradição católica encarregou-se de criar o costume de repicar os sinos para manifestar o luto pela morte de alguém; de estabelecer, no dia de finados, as Missas dos defuntos; de fazer as orações e as solenidades fúnebres que acompanham o sepultamento; de torná-lo digno e sacral pelas cerimônias das exéquias.


 

Remédio para lutar e vencer

Remédio para lutar e vencer

A liturgia tradicional celebra no mais alto grau as duas festas que a Santa Igreja comemora nos dias 1° (“Todos os Santos”) e 2 de novembro (“Finados”). A primeira nos recorda as almas santas que gozam da visão beatífica na corte celeste; e a segunda, as almas que ainda padecem por suas faltas. A Igreja […]


 

Lex orandi lex credendi

Como Esposa de Cristo e Mestra da verdade, a Igreja é coerente consigo mesma, não podendo ser e deixar de ser ao mesmo tempo, em contradição com o princípio metafísico e ontológico. A Missa dita tridentina vem enriquecer e expandir a beleza com que Deus ornou a Santa Igreja. Sua roupagem, revestida de sacralidade, esplendor e ordem, tem como fundamento a Beleza Suprema.

Lex orandi lex credendi

Como Esposa de Cristo e Mestra da verdade, a Igreja é coerente consigo mesma, não podendo ser e deixar de ser ao mesmo tempo, em contradição com o princípio metafísico e ontológico. A Missa dita tridentina vem enriquecer e expandir a beleza com que Deus ornou a Santa Igreja. Sua roupagem, revestida de sacralidade, esplendor e ordem, tem como fundamento a Beleza Suprema.


 

Se Jacinta vivesse hoje…

Se Jacinta vivesse hoje…

Se as crises e catástrofes de nossos dias, portadoras de trevas, coincidem com o que a Virgem de Fátima proclamou em 1917 aos três pequenos pastores na Cova da Iria, como Mãe também garantiu aos seus filhos que as trevas seriam dissipadas pela luz através da devoção ao seu Imaculado Coração.


 

A sublimidade da Igreja em dois cortejos

A maior conquista do processo revolucionário em cinco séculos de destruição da Civilização Cristã foi ter conseguido penetrar no recinto sagrado da Igreja Católica para mudar suas instituições, sua doutrina, e perverter assim a mentalidade dos que professem a Religião verdadeira.

A sublimidade da Igreja em dois cortejos

A maior conquista do processo revolucionário em cinco séculos de destruição da Civilização Cristã foi ter conseguido penetrar no recinto sagrado da Igreja Católica para mudar suas instituições, sua doutrina, e perverter assim a mentalidade dos que professem a Religião verdadeira.


 

A Cidade de Deus e a Cidade do Homem

Ela gosta de ouvir contos de fadas, de princesas e de castelos, e de se admirar com eles; idem em relação aos jardins, às flores e às fontes; ela propende a cavalgar o épico e o maravilhoso da vida. Para desviá-la de tais tendências, a Revolução cria desenhos animados monstruosos, brinquedos obscenos que são verdadeiros monstros, velocidades siderais para quebrá-la psicologicamente.

A Cidade de Deus e a Cidade do Homem

Por ser próvido, Deus protege o homem, dispensando-lhe graças e ajuda, porque a qualquer momento o mal pode se abater sobre ele, tanto na alma quanto no corpo. Com bondade de Pai, Ele fala no fundo de seus corações palavras de confiança e de serenidade, conforme escreve o Abbé Thomas de Saint-Laurent no Livro da Confiança:

“Voz de Cristo, voz misteriosa da graça que ressoais no silêncio dos corações, Vós murmurais no fundo das nossas consciências palavras de doçura e de paz. Às nossas misérias presentes repetis o conselho que o Mestre dava frequentemente durante a sua vida mortal: confiança, confiança”.


 

Vigiai! Tendes olhos e não vedes?

O mundo contemporâneo encontra-se numa fase tal que pretende tragar, com reformas antinaturais e contrárias à Lei de Deus, o que ainda resta de ordem, como a família e a propriedade. Diga-se, aliás, que a Revolução passa da fase propriamente comunista (igualdade social e econômica) para o campo cultural e místico, a fim de instaurar o caos social e nas mentes.

Vigiai! Tendes olhos e não vedes?

O mundo contemporâneo encontra-se numa fase tal que pretende tragar, com reformas antinaturais e contrárias à Lei de Deus, o que ainda resta de ordem, como a família e a propriedade. Diga-se, aliás, que a Revolução passa da fase propriamente comunista (igualdade social e econômica) para o campo cultural e místico, a fim de instaurar o caos social e nas mentes.


 
1 2 3 8