Em dois cliques, envie seu protesto contra a Ideologia de Gênero aos vereadores de São Paulo

36

1416816647355-825x340

Uma vitória contra a Ideologia de Gênero!

(Atualizado em 25/08/2015 – 22:00hs)

Conforme já publicamos em nosso site, em São Paulo as famílias paulistanas tiveram uma grande vitória em defesa do futuro moral de nossas crianças. O plenário da Câmara Municipal de São Paulo aprovou no último dia 25 de agosto, em maioria absoluta, um substitutivo no qual os termos da Ideologia de Gênero não foram inseridos.

Vigilância!

A campanha de envio de emails aos vereadores está encerrada mas a batalha continua! Os detratores da família estão se articulando para aumentar a pressão sobre os parlamentares e planejam ações e manobras para incluir sorrateiramente a “Ideologia de Gênero” no Plano ESTADUAL de Educação! Temos de agir!

Mesmo conseguindo retirar definitivamente o “Gênero” do Plano Municipal da capital não podemos permitir que ele seja incluído no PEE! 

Por este motivo a Ação Jovem do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira está lançando uma nova campanha de envio de emails pedindo aos Deputados Estaduais que retirem toda e qualquer menção na redação final do PEE à Ideologia de Gênero: “gênero”, “identidade de gênero”, “transsexualidade”, “orientação sexual”, e “diversidade sexual”, são exemplos destes termos e mesmo a “educação sexual” a qual é reservada à família e não à escola.

Faça já o seu protesto clicando no botão abaixo:

Faça já o seu protesto

Se você não é da cidade de São Paulo, não receie em participar, uma vez que as decisões da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo influenciam as demais. Em todas as votações ocorridas na Câmara Municipal de São Paulo havia representantes de câmaras de outras cidades para acompanhar o debate.

Ainda assim, o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira preparou uma mensagem padrão para que você possa enviar para seus vereadores.

 

36 COMENTÁRIOS

  1. Nunca o mal deixou de agir, até mesmo quando derrotados, cumpre aos que se crêem amar a Deus sobre todas as coisas atalhar todos os passos aos filhos da serpente, que como diz as Escrituras armará tramas aos pés da Virgem que lhe esmaga a cabeça.

     
  2. Essa é a ultima envertida de satanás contra a raça humana, querem destruir as famílias, sou contra a ideologia de gênero. Que Deus der juízo as autoridades para dizer não.

     
  3. Meu Deus se já houve uma votação com vitória irreplicável a favor da família como O Criador A Idealizou!!!… porque estes vereadores estão mexendo no vespeiro de novo?? porque não procuram proposições em prol da economia, do emprego, da educação?? vocês senhores parlamentares foram eleitos pelo povo para trabalharem para o povo! vamos alavancar este país! vamos fazer algo realmente produtivo! vamos dar a este povo sofrido uma educação de qualidade, para que a partir de um povo instruído, educado, livre e verdadeiramente soberano possamos ter a verdadeira e fraterna igualdade social!!! paremos de tentar reinventar a roda e vamos fazer algo realmente bom para todos!!! por favor, se vocês tiverem consciência, deem ouvidos a ela! coloquem o bem comum e o interesse de todos acima dos seus interesses particulares e de suas vaidades! façam uma história boa, produtiva e principalmente, humana!!!

     
  4. Que possamos ir em defesa da família. Não aceitamos as aberrações contra a família. O que Deus criou é perfeito.Não discriminar é uma coisa, taxar como algo normal que devemos aceitar é outra coisa. O Brasil é um país católico e Nossa Senhora Aparecida está ouvindo nosso clamor para interceder pelas famílias. Fiquemos unidos em oração. A oração derruba qualquer muralha. Viva a família tradicional, criada por Deus!

     
  5. Espero que nossa voz seja ouvida, a família tem o direito de formação,de seus filhos, conforme sua crença, ao Estado cabe apenas e tão somente educar, de forma a ensinar ler, escrever, dar conhecimento, para se formar um cidadão.
    Defendam a Familia !

     
  6. Prefeitura Municipal de Sorocaba, Câmara Municipal de Sorocaba: A não inserção da ideologia de gênero nas instituições de ensino da cidade

    As expressões “gênero” ou “orientação sexual” referem-se a uma ideologia que procura encobrir o fato de que os seres humanos se dividem em dois sexos. Esta corrente ideológica afirma que as diferenças entre homem e mulher, além das evidentes implicações anatômicas, não correspondem a uma natureza fixa, mas são resultado de uma construção social.Assim, as pessoas que adotam o termo gênero insistem na necessidade de “desconstruir” a família, o matrimônio e a maternidade e, deste modo, fomentam um “estilo de vida” que incentiva todas as formas de experimentação sexual desde a mais tenra idade.O principal objetivo dos teóricos que elaboraram essa ideologia não é combater a discriminação, mas destruir a família. Negar a biologia e a psicologia é negar a ciência! A escola deve ter compromisso com a verdade, fomentando o conhecimento da realidade e não doutrinando os alunos com ideologias.Além disso, o papel da educação deveria ser o de fomentar o conhecimento da realidade, não a sua desconstrução ou a neutralização das características psicológicas e biológicas dos meninos e das meninas. Devemos ensinar os nossos filhos a respeitar as pessoas, independentemente do sexo, raça, condição social, etc., mas isso não quer dizer confundi-los com uma ideologia como essa.

    https://secure.avaaz.org/po/petition/Prefeitura_Municipal_de_Sorocaba_Camara_Municipal_de_Sorocaba_A_nao_insercao_da_ideologia_de_genero_nas_instituicoes_de_/edit/

     
  7. Bom dia, embora o prazo final tenha sido dia 24/06 para a entrega dos planos municpais e até estaduais de educação, alguns municípios ou Estados estão atrasados, mas a maioria parece ter entregue.Seria possível contabilizar as vitórias da família pelo Brasil? Agradeço.

     
  8. Viva a marcha pela família estruturada!
    Seres desprovidos de base moral e seguidores de interesses milionários articulam o extermínio do senso familiar. Tentam o desmonte dos alicerces doutrinários e da moral dos seres humanos.
    Desestruturando as crianças, facilmente transformarão a sociedade no caos que tanto lhes interessa.
    As mídias – elementos coniventes, se articulam, com um “treinamento primoroso”, para confundir e destruir “o bom senso da sociedade”.
    É hora e reagir a tal “Ideologia de Gênero” que na calada da noite tentam impor para a criançada…
    Alerta!!!

     
  9. Não podemos aceitar que tudo isso é normal.Querem que engulamos essa aberração,calados,sem direito de reação!Quando se trata de religião,dizem que o Brasil é um estado laico.Agora,quando se refere a homossexualismo,querem nos obrigar a aceitar o que estão impondo?Jamais!

     
  10. Fora ditadura gayzista!Se somos obrigados a respeitar,fazer o que?Agora,aceitar isso como normal e tolerar que forcem nossos filhos a serem submetidos a isso,aí vamos lutar contra até o fim!

     
  11. Sensacional. Exatamente aquilo que falo todos os dias: tolerar sim aceitar ou achar normal, jamais. Nunca nenhuma lei me fará aceitar a homossexualidade como normal. Pessoas do mesmo sexo jamais formarão uma família. Homossexualismo não passa de promiscuidade e desvio de conduta.

     
  12. Será que precisamos dizer mais alguma coisa? O povo brasileiro que professa a fé no Criador, não quer e nunca desejou a destruição da família. O que Deus uniu o homem não separe.
    Parabéns aos vereadores de Campinas, cidade que amo demais, pelos seus votos: Campinas vence a ideologia de gênero por goleada 28 x 3. Esta goleada deve acontecer em todos os municípios do País. Este é um Brasil que queremos, e não o controlado pelo Congresso Nacional, cheio de manias.

     
  13. Em São Paulo é bom que tenhamos bem à mão os nomes dos políticos que votam contra a família e divulgar para que percam muitos votos e não sejam nunca mais colocados para servir ao povo e à família, já que isso é o que menos fazem. Temos pessoas muito boas, mas é preciso ficar de olho para que esses anti-famílias sejam bem lembrados nas próximas eleições. DIGO NÃO À IDEOLOGIA DE GÊNERO!!!

     
  14. Dante Ignacchitti, parabéns por suas palavras, gostaria de ter sido a autora de desse texto carregado de convicções e de valores.

     
  15. Obrigada por sempre contar com o Instituto Plínio Corrêa de Oliveira na defesa dos princípios cristãos.
    Muiiiiiiiiiiiiiiiiiito obrigada mesmo.

     
  16. Lamentável o que vem ocorrendo no país. Querem a todo custo instituir a “República Bolivariana do Brasil”. A sociedade brasileira perdeu ou não tem interesse em contestar, tudo hoje é jogo de futebol, cerveja e música da pior qualidade. Manifestações por manifestações, novelas da Globo, crimes,filmes em qualquer canal de TV pública ou privada onde só reina a violência. A família desagregada, Deus em último plano, incentivos que só agridem uma sociedade constituída em nome dos direitos iguais, cotas raciais que separa mais do que une, seja gay ou lésbica que é o certo. sempre respetei, porém hoje, passa dos limites às bandeiras adotadas. Legislação amena/ com brechas, quanto mais grave mais verba pública para programas que não levam a lugar nenhum e descaminho. Um partido político que quer se perpetuar no poder, para mim é este o retrato do Brasil.

    Rec-PE. 17.06.15. 09:25
    Augusto E. Paashaus Neto
    Func. Público -PE

     
  17. notícia da imprensa: Campinas vence a ideologia de gênero por goleada 28 x 3

    Gênero

    Depois da votação, vereadores da base governista comemoraram por temas como identidade de gênero e orientação sexual terem ficado fora do PME. O tema causou polêmica na Câmara neste mês, principalmente após o vereador Campos Filho (DEM) ter proposto uma emenda à Lei Orgânica da cidade que trave qualquer discussão sobre gênero ou orientação sexual nas escolas. Apesar do plano ter sido aprovado sem menção aos termos, Campos disse que não desistiu da emenda. “O meu projeto propõe que não haja apologia à ideologia de gênero, nunca. Queremos que a legalidade seja votada em junho. Mas foi já um grande avanço o PME ter sido aprovado sem os termos gênero e orientação sexual.”

    http://correio.rac.com.br/_conteudo/2015/06/capa/campinas_e_rmc/264648-maes-protestam-em-votacao-do-plano-municipal-de-educacao.html

     
  18. Parabéns pela excelente campanha que já chega neste momento 23h56 a quase 12 mil pedidos de NÃO aos vereadores e alguns deles têm respondido aos e-mails

     
  19. É natural a diferença entre os mamíferos masculinos e femininos, como os papéis sociais definidos, é da providência divina,compartilhar da vida em comum não quer dizer que se deva alterar o comportamento psíquico-social, delineado pela providência divina. É tão claro o papel de um como do outro gênero que quando um quer ser o outro não conserva o seu ser, alterando-o para ser aceito como se fosse o seu complemento. (jaimevianna@terra.com.br)

     
  20. PEDERASTIA ENSINADA NAS ESCOLAS:
    PRECONCEITO, OPINIÃO E CONVICÇÃO
    Quem votou em Obama porque é negro, e em Dilma porque é mulher, votou errado; quem deixou de votar em Obama porque é negro, e em Dilma porque é mulher, também votou errado. ISSO é preconceito: votar ou deixar de votar, nomear ou deixar de nomear (para um cargo) alguém por causa de suas características físicas; um heterossexual normal não faz apologia permanente de sua conduta íntima. Um homossexual seguro de sua conduta, resolvido, não faz apologia permanente desta; vive sua vida do modo como se sente melhor e não fica exigindo concordância e aprovação das pessoas quanto a isto. E eu, como pai, tenho o direito, independente de qualquer lei ou opinião, a retirar meu filho de uma escola que contrate um professor homossexual apologista da homossexualidade por palavras, modos, tiques ou vestimentas. Ninguém haverá de impedir-me. Se a lei alcançar-me, serei um criminoso. Se a constituição não me defender, se todos se acuarem, se ficar só, venderei tudo que tiver e irei embora do país com minha família. Farei o que fizeram milhares de pessoas quando perceberam para aonde iria a Alemanha, quando o nazismo chegou ao poder, para aonde iria Cuba e a Venezuela, após a chegada de Castro e Chavez ao poder. Não pedirei opinião a ninguém. Isso se chama convicção. É o que todo homem deve ter, quando estão ameaçados seus valores supremos: sua vida, sua família, sua consciência, sua dignidade e sua liberdade.

    TER SUA PRÓPRIA OPINIÃO É CRIME? A CONSTITUIÇÃO DIZ QUE NÃO.

    (Ghulam Nabi Azad, ministro da Saúde na Índia, provocou um grande alvoroço ao afirmar, durante uma conferência sobre a AIDS, que o sexo entre pessoas do mesmo gênero é “antinatural.”)
    Fumar é antinatural. Tomar bebida alcoólica é antinatural. Resumindo, drogar-se é antinatural. Submeter-se a tatuagens, agredindo a própria pele, recebida limpa no nascimento, é antinatural. Espetar o próprio corpo com metais, argolas, pregos e tachas é antinatural. Resumindo, conspurcar o próprio corpo, recebido íntegro dos pais, é antinatural. Por que razão a pederastia seria natural? A homossexualidade conduziria à extinção da espécie animal que a praticasse, em sua totalidade, no curso de uma única geração. Por que razão seria natural?
    Um alcoólatra, um fumante ou um drogado, assumidos e incuráveis, que advertissem as pessoas a não seguirem seus exemplos, não seriam moralmente superiores a outros iguais que fizessem apologia de seus vícios?
    Qual mundo “ficou chocado” com as declarações de Nabi Azad? Os noventa por cento normais, heterossexuais? Se alguém saísse por aí dizendo que a heterossexualidade é doença, algum heterossexual iria escandalizar-se? É claro que não. Não iria nem olhar para esse alguém. Ou no máximo dar um sorriso de deboche. Mas só porque ele deu sua opinião, hipocritamente uma minoria “ficou chocada”. Se for doença, tara, desvio, perversão, faz alguma diferença? Quem a pratica deixará de praticá-la? Certamente que não.
    Por que então a minoria reage com violência a uma simples opinião? Porque quando uma pessoa tem uma inclinação, da qual não tem o domínio, e no fundo mesmo não a aceita, seja sexo, drogas ou outra tara qualquer, vai lutar a vida toda, não só pela tolerância por parte das pessoas, mas também pela concordância, pelo consentimento público, pela aceitação, como normal, daquilo que no centro do seu ser, ela sabe que não é, nem recomendável, nem louvável, nem elogiável nem digno de ser recomendado ou ensinado como bom. Ela não teve culpa, tentou lutar até aonde foi possível, mas foi vencida pelo cansaço. ESSA é a verdade.
    Se ela tiver dignidade, vai viver sua vida e sua inclinação, seja praticar sexo homo, tabagismo, drogas em geral ou seja lá o que for, e exigirá das pessoas o que realmente tem direito: tolerância, mas não aprovação, exaltação ou louvores. Quando não temos convicção de uma coisa, precisamos da aprovação permanente das pessoas. Quando estamos convictos, não pedimos nem precisamos da opinião de ninguém. Reflita sobre isso.

     
  21. Por Deus, Pátria e Família,digo não a promiscuidade. Devemos modificar a legislação eleitoral. Os Políticos devem ter cultura e idade mínima para ser candidato. A grande maioria, não tem profundidade para debater o presente tema.

     
  22. Não temos representantes no poder legislativo o suficiente preparados para defender os interesses do povo e do país. Precisaríamos de algum mecanismo que selecionacem os candidatos à esses cargos. Certamente desconhecem a profundidade e o alcance desse assunto que é um poder psicossocial contra a nossa civilização.

     
  23. Com muito orgulho acabo de participar desta campanha NÃO A IDEOLOGIA de GÊNERO no PME de São Paulo, com mensagens enviadas aos Senhores EDIS da CÂMARA MUNICIPAL de Nossa Cidade. Em defesa de: DEUS. PÁTRIA. FAMÍLIA. Eu digo NÃO A PROMISCUIDADE.

     
  24. nao concordo Deus deixou o homem e a mulher pra se completar a uniao e qdo nascemos Deus ja nos da o sexo femenino ou masculino nao nascemos todos iguais pra q depois esclhamos o no sexo sou contra por inteiro.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome