Indústria de invasão indígena

1

O vereador indígena Aguilera de Souza [foto], de Dourados (MS), defende que a Polícia Federal investigue quem está por trás das invasões de áreas nas imediações da Reserva Indígena e alerta as autoridades sobre a presença de estranhos.

Ele classificou ainda como “muito importantes” as denúncias feitas pelo cacique guarani Renato Machado, uma das principais lideranças da Reserva Indígena de Dourados, sobre manipulação nas invasões de propriedades vizinhas às aldeias. “Li a matéria antes de sair de casa e posso afirmar que essa situação preocupa muito as famílias da Reserva Indígena de Dourados, mesmo porque não concordamos com essas ocupações”, enfatizou Aguilera, em entrevista por telefone.

Durante sessão da Câmara Municipal, o vereador ocupou a tribuna para cobrar uma investigação séria da Polícia Federal (PF) sobre a presença de famílias indígenas de outros municípios, e até de outras etnias, nas invasões de áreas particulares em Dourados.

Disse ele: “A Polícia Federal precisa investigar isso, porque essas pessoas vêm de outras localidades e acabam passando para a sociedade a impressão de que tais ocupações estão partindo das famílias indígenas de Dourados”.

 
COMPARTILHAR
Artigo anteriorOs Servitas de Maria e o senso da Contra-Revolução
Próximo artigoDemagogia e distinção na vida política do Ocidente
Agência Boa Imprensa
A Agência Boa Imprensa — orientada pelo ideal evocado pela cruz de seu logotipo — envia seus boletins noticiosos a jornais de norte a sul do Brasil e do exterior desde 1953. Com um jornalismo diferente, a ABIM procura apontar aquilo que muitas vezes é ocultado ou interpretado tendenciosamente.Além de análises e apreciações, nosso noticiário pretende despertar apetências do Brasil profundo, ou seja, daquele setor de nosso público que pauta sua vida nas expressões culturais da tradição cristã e procura repouso em meio às agitações modernas.

1 COMENTÁRIO

  1. Minha preocupação como cidadão brasileiro é desconfiar, que por detrás das ocupações ilegais nas chamadas RESERVAS INDÍGENAS NO mato grosso do SUL, estejam ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS como o Famigerado PCC, que atua no PARAGUAI e possa a estar influenciar nestas invasões, agravado com a situação que no PARAGUAI há um GRUPO TERRORISTA que possa estar também influenciar a desordem dentro de nosso país e assim tirar proveito de uma situação de caos e desordem, já manifesta da indecência do Desgoverno Brasileiro, do Poder Legislativo e JUDICIÁRIO, como o STF, cuja missão nos dias atuais e BENEFICIAR MARGINAIS.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome