Novelas – O bobo é cavalo do demônio

8

TVExistem três modos de fazer aceitar um princípio revolucionário imoral. Simplifico para ser breve.

Um é através da lei. Trata-se de uma imposição legal que obriga a fazer o que é contrário à consciência e aos Mandamentos da Lei de Deus.

Outro é por meio da propaganda. É o marketing, quando usado para propagar o vício.

O terceiro modo é a ação subliminar exercida através do teatro, da novela etc.

Como os dois primeiros são muito conhecidos, passo a falar do terceiro, mais especificamente das novelas de televisão.

*    *  *

Sob aparência de divertir, descansar do quotidiano, as novelas têm atuado como importante veículo de perversão social. Através delas, a moral católica vem sendo vilipendiada abertamente, mas como quem não quer, utilizando o recurso da ficção e não o da polêmica ou da argumentação racional.

É sem conta o papel das novelas no sentido de influenciar a introdução nos costumes do nudismo, das vestes imorais, do aborto, do “casamento” homossexual, de divórcios, da falta de respeito e de compostura no trato, da luta de classes, do igualitarismo mais abjeto.

Em entrevista ao blog da jornalista Maíra Kubík Mano, da revista “Carta Capital” (21-7-13), um autor de novelas da rede Globo, Ricardo Linhares, explica que os autores [de novelas] que são progressistas podem abordar movimentos e transformações que já estão embrionários na sociedade e ampliá-los, com a discussão na ficção”. Em outras palavras, as novelas ajudam a impulsionar “movimentos e transformações” que são do agrado dos “progressistas”. Por que não dos conservadores? Por que essa tendência (a)moral ou (i)moral única?

Um exemplo dado pelo mesmo entrevistado mostra bem do que se trata. Linhares conta que a personagem de uma de suas novelas defende claramente o aborto dizendo: “Eu acho um absurdo o aborto não poder ser feito às claras, em clínicas boas. A mulher é dona do próprio corpo, é a gente que decide se quer ter o filho ou não.”

Tal afirmação, porém, corresponde àquilo que o autor entende por “progressismo”, tanto mais que, perguntado pela entrevistadora a respeito de sua posição sobre o aborto, Linhares afirma taxativamente: Sou a favor do direito de escolha da mulher.” Ou seja, ele colocou na boca de sua personagem aquilo que ele mesmo defende… Como se vê, as novelas estão longe de ser ingênuas ou um mero divertimento!

E o público, como fica? Para ele, “hoje em dia, o público está acostumado a ver a realidade na TV”. A generalização pode parecer excessiva, mas é inegável que grande número de telespectadores se deixa irrefletidamente seduzir pelo que aparece na telinha. A consequência é que a pessoa adapta sua vida não aos princípios da moral e da boa ordem das coisas, mas sim ao que um autor de novelas quis que ele seguisse. É a tirania da novela.

*    *    *

O jornalista Maurício Stycer publica na “Folha de S. Paulo” (28-7-13) um interessante artigo intitulado É só uma novela?”, no qual realça o fato de que as novelas influenciam a fundo os que as seguem.

“Acho curioso — diz Stycer — ver gente ignorar o lugar que a novela ocupa na vida do brasileiro. Para além da diversão (ou não) que oferecem, novelas influenciam, fazem pensar, confundem”.

Após dar vários exemplos da ação psicológica exercida pelas novelas, ele mostra como essa influência é consciente e desejada pelos autores: “Nenhum autor de novela ignora o poder que tem em mãos.” Daí a pergunta contida no título de seu artigo: “É só uma novela?”.

*    *    *

Cuidado, pois, leitor, as novelas frequentemente têm sido veículo de transformações sociais degradantes, demolidoras da moral e dos bons costumes. Não podemos fazer como tantos ingênuos, que querem apenas se divertir e acabam sendo levados pela onda da corrupção moral. Lembremo-nos do sábio dito popular: “O bobo é cavalo do demônio”.

 

8 COMENTÁRIOS

  1. Ha muito tempo comento quando tenho oportunidade, de dizer que a nossa população é o que os donos das comunicações querem que sejam!
    Não querem um BRASIL, maduro, responsável, consciente, plural, rico, inteligente , culto, independente, Líder, não interessa Pra niguém do poder!
    Um País da AMERICA DO SUL, com um povo con todos esse atributos!
    Quem manda no BRASIL, são os donos das comunicações do mundo, comandados pelos países mais ricos, que mais espoliaram a humanidade, e a subserviência consentida, da Família Marinho, Saad com muito mais Ética, Silvio Santos, Edir Macedo, Machado de Carvalho, As agências de publicidade, que ha muito dividem as verbas publicitárias, conheço isso ha mais de 30 anos, que promovem pessoas, que são ditas artistas, que depois se endividam e ficam a mercê de qualquer tipo de serviço e como cão guia, levam as pessoas que os seguem , os admiram, a seguirem como ovelhas para o matadouro!
    Gente acorda! A vida toda de um ser não dura mais que 90 anos!
    Vamos mudar a propria historia, vamos mudar o destino que acena para nossos filhos, nossos netos, nossos bisnetos!
    Não podemos aceitar alguém nos ver pela camera, la de outro país bisbilhotando a nossa miséria e escolhendo os locais onde vão mandar os containers, cheios de lixo de toda a natureza!

    VAMOS ACORDAR!

     
  2. “Eu acho um absurdo o aborto não poder ser feito às claras, em clínicas boas. A mulher é dona do próprio corpo, é a gente que decide se quer ter o filho ou não.”

    Interessante que para as “progressistas” (ou seria feministas?) a vontade do pai não tem a mínima importância nessa hora. Se ele quer ou não ter o filho, não faz diferença alguma. Agora na hora de exigir a pensão alimentícia, ah aí ele é o “pai”, aí ele tem que ser “responsável” e “assumir” o filho. Onde está a tal “igualdade”? Já que é um “direito da mulher” escolher se quer ou não o filho, também deve ser direito do homem assumir ou não esse filho.

    Em tempo: na verdade, a partir da fecundação, ninguém, seja pai ou mãe, deve ter o “direito” de interromper aquela vida.

     
  3. Interessante artigo, e o que surpreende é que partiu de matéria da Carta Capital, caso não saibam, com diretrizes fundamentalistas de esquerda, no caso em questão, a favor do aborto.
    No Brasil não se oferece cultura ao cidadão, exatamente para tê-los sob domínio e ao receberem cultura inútil, deduz-se que somente absorvem o inútil e o contrario aos bons valores da familia

     
  4. QUEM ACREDITAR QUE AS NOVELAS SOB TODOS OS ASPECTOS NÃO SÃO POTENTES VEÍCULOS DE IDEOLOGIZAÇÃO MARXISTA ESTÁ FORA DA REALIDADE, ALIENOU-SE.
    MAS TODAS COMPARTILHAM NUM OBJETIVO ÚNICO: PROMOVEREM O SATANISMO!
    De imediato, todas se contrapõem ostensivamente contra Deus e à ordem natural – tudo ao inverso.
    Todas as novelas, mesmo as sexo-novelas, têm como pano de fundo disseminar de forma sutil a ideologia comunista e todo o seu conteúdo niilista sob os diversos aspectos, atacando em varias frentes para massificação do povo.
    Umas para contraporem aos valores ético-morais cristãos de uma forma, disseminando a imoralidade sob muitas formas para desfamiliarizarem; outras para desvirtuarem as mentes com ideologias contrarias ao tronco judaico-cristão encabeçados pela Igreja católica, defenderem os vícios publicamente e ainda incriminar quem os critique, como vemos hoje, a quem ouse discordar do POLITICAMENTE CORRETO da DITADURA DO RELATIVISMO, além de gerarem o caos entre grupos e pessoas, cujo resultado é a violência institucionalizada na sociedade e facilitação de entrada de um governo marxista, dos mesmos moldes dos de Cuba, Laos, Coreia do Norte, Vietnam, China etc., extremamente repressivos e perseguidores em potencial dos católicos.
    Leve-se em conta que “progressista” é sinônimo de “comunista”!

     
  5. Esclarecimento consistente e oportuno. Por meio das novelas, o movimento revolucionário inocula nas mentes o veneno, difundindo a imoralidade sob suas diversas formas. De resto, culturalmente as novelas equivalem a lixo.

     
  6. Essa “injeção” mental que primeiro veio sutilmente como “abrir o mundo das artes e a cultura” já entrou em uma etapa bem avançada ou seja agressiva. Por isto as pessoas mas esclarecidas devem utilizar sua inteligência e conhecimentos para cortar os caminhos dessa podre anestesia que tentam impor.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome