A igreja de São Pedro em Roma poder-se-ia chamar a catedral das catedrais. Na verdade, a cátedra ou trono que se encontra em cada igreja episcopal é, em São Pedro do Vaticano, símbolo dum magistério universal, e está colocada na mais destacada evidência. Ao seu lado, na verdade, vive já há séculos, o Papa, embora tenha sua Sé episcopal em São João de Latrão.

A festa da cátedra de São Pedro em Roma é muito antiga. No século VI, porém, desapareceu do calendário romano, provavelmente por cair na Quaresma. Reapareceu depois em duas datas, 18 de janeiro e 22 de fevereiro, celebrando-se na primeira a cátedra de Roma, e na segunda, a de Antioquia.

Foi assim que, durante muito tempo, a Igreja celebrou as duas datas. Isso até que, em 1960, com a reforma das rubricas, elas se reduziram a uma só, a de hoje.

Festejar a cátedra de São Pedro, é venerar, na pessoa de Pedro, os desígnios providenciais de Deus, que o escolheu para chefe dos Apóstolos e primeiro pastor de sua Igreja. Todos os papas, bispos de Roma e sucessores de Pedro, são como ele foi, os chefes da Igreja única e verdadeira, fundada por Nosso Senhor, com a missão de transmitir a doutrina do Salvador, e de nos conduzir em seu Nome.

“Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Dar-te-ei as chaves do reino dos céus, e tudo quanto ligares na terra, será ligado nos céus, e tudo quanto desligares na terra, será desligado nos céus” (São Mateus, 16, 18-19).

Gostaria de receber as atualizações em seu email?

Basta digitar o seu endereço de email abaixo e clicar em “Assinar”.

[egoi_form_sync_3]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here