A publicação no diário oficial de uma portaria do Ministério da Cultura estabelecendo grupos de controle de orientação LGBT, cuja finalidade é fiscalizar as atividades do próprio Ministério no tocante à promoção de “cultura LGBT”, deu-me ensejo a uma reflexão sobre o que é cultura.

Antes de seguir a leitura tente responder: o que é cultura?

Difícil de responder? Também achei.

Ao meu alcance estava o site PlinioCorrêadeOliveira.info,  que divulga pela internet todas as obras escritas e faladas desse intrépido lutador e pensador católico, e nele encontrei o que abaixo apresento: um resumo da palestra que o ilustre professor pronunciou para os seminaristas do Seminário Central de S. Leopoldo, Rio Grande do Sul, a 13 de novembro de 1954.

Como veremos, a cultura é um aprimoramento do espírito humano. Para o Ministério da Cultura atual, parece ser o avanço da revolução que pretende destruir todos os restos da civilização cristã, a única que promoveu a cultura por excelência!

CONSIDERAÇÕES SOBRE A CULTURA CATÓLICA

“O que é a cultura? A esta pergunta têm sido dadas respostas bem diversas, inspiradas umas na filologia, outras em sistemas filosóficos ou sociais de toda sorte. Tal é o cipoal de contradições que em torno deste vocábulo, e outro conexo, que é “civilização”, se estabeleceu, que congressos internacionais de sábios e professores se têm especialmente reunido para definir o conteúdo. Como sói acontecer, de tanta discussão não nasceu a luz…

“… Entretanto, podemos considerar seriamente o assunto, tornando a palavra “cultura” nos mil significados de que ela se reveste na linguagem de tantos povos, classes sociais e escolas de pensamento, e começando por mostrar que em todas estas acepções a “cultura” contém sempre um elemento basilar invariável, isto é, o aprimoramento do espírito humano…

“No âmago da noção de aprimoramento, está a ideia de que todo homem tem em seu espírito qualidades susceptíveis de desenvolvimento, e defeitos passíveis de repressão. O aprimoramento tem pois dois aspectos: um, positivo, em que significa crescimento do que é bom, e outro, negativo, ou seja, a poda do que é mau.

“Muitos modos de pensar e de sentir correntes, a respeito da cultura, se explicam à vista deste princípio.”

Mais adiante Dr. Plinio explana sobre cultura e instrução afirmando ser necessário não confundir uma noção com outra como é frequente suceder.

Distingue entre cultura e instrução demonstrando que uma pessoa muito lida nem sempre pode ser considerada culta e sim instruída. Exemplifica com o guia de museu que “é muito instruído dos objetos que deve mostrar aos visitantes. Mas não raras vezes ele é pouco culto: limita-se a decorar, e não procura assimilar.”

Como se adquire a Cultura

“Tudo quanto o homem apreende com os sentidos ou a inteligência, exerce um efeito sobre as potências de sua alma (inteligência, vontade e sensibilidade). Deste efeito, uma pessoa pode libertar-se mais, ou menos, ou até inteiramente, conforme o caso, mas em si cada apreensão tende a exercer sobre ela um efeito.

Como já dissemos, a ação cultural consiste positivamente em acentuar todos os efeitos aprimoradores, e negativamente em frear os outros.

Bem entendido, a reflexão é o primeiro dos meios desta ação positiva. Mais, muito e muito mais do que um rato de biblioteca, um repositório vivo de fatos e datas, nomes e textos, o homem de cultura deve ser um pensador. E para o pensador o livro principal é a realidade que ele tem diante dos olhos; o autor mais consultado, é ele próprio, e os demais autores e livros, elementos preciosos mas nitidamente subsidiários.

Contudo a mera reflexão não basta. O homem não é puro espírito. Por uma afinidade que não é apenas convencional, existe um nexo entre as realidades superiores que ele considera com a inteligência, e as cores, os sons, as formas, os perfumes que atinge pelos sentidos. O esforço cultural só é completo quando o homem embebe todo o seu ser, por estas vias sensíveis, dos valores que sua inteligência considerou. O canto, a poesia, a arte têm exatamente este fim. E é por um acurado e superior convívio com o belo (retamente entendida a palavra, é claro) que a alma se embebe inteiramente da verdade e do bem.”

A palestra desdobra a ideia de que a verdadeira cultura é a Católica.

“Para que uma cultura esteja alicerçada sobre bases verdadeiras, é pois necessário que contenha noções exatas sobre a perfeição do homem – quer nas potências da alma, quer nas relações desta com o corpo – sobre os meios pelos quais ele deve alcançar esta perfeição, os obstáculos que encontra, etc.”

“… Pois, é à Religião que compete ensinar-nos no que consiste a perfeição do homem, a via para alcança-la, e os obstáculos que se lhe opõem. E Nosso Senhor Jesus Cristo, personificação inefável de toda a perfeição, é assim a personificação, modelo sublime, o foco, a seiva, a vida, a glória, a norma, e o encanto da verdadeira cultura.”

“O mais alto ideal de cultura está pois contido na Santa Igreja de Deus

E antes mesmo que alguém objete se “pode o homem elaborar fora da Igreja uma cultura verdadeira”, responde:

“Distingo.”

“Ninguém poderia afirmar que os egípcios, os gregos, os chineses não foram possuidores de autênticos e admiráveis elementos de cultura. Entretanto, é inegável que a cristianização do mundo clássico veio propiciar a este valores [elementos] culturais muito mais altos.”

Esperando ter contribuído para o aumento de nosso cabedal de cultura com esta excelente explanação do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, sugiro aos leitores que façam uma reflexão sobre o conteúdo da notícia acima referida à raiz de suas reflexões acerca da matéria ora transcrita. Leia em: http://www.editoramagister.com/legis_23951943_PORTARIA_N_144_DE_8_DE_NOVEMBRO_DE_2012.aspx

Fonte: CONSIDERAÇÕES SOBRE A CULTURA CATÓLICA http://www.pliniocorreadeoliveira.info/

6 COMENTÁRIOS

  1. AME AO PRÓXIMO COMO A TI MESMO!!!!!

    Preocupemo-nos com questões que afetam o nosso dia a dia, deixemo-nos os livres serem livres!!!!

  2. Ficamos demasiadamente preocupado com esta “cultura” dos progressistas reacionários. Fazendo com que levem nossos jovens a serem apenas depositários dos seus ensinamentos , dogmas e doutrinas.

    Por favor srs. leiam e divulguem esta materia.

    Os novos rostos da epidemia de aids
    Vírus HIV volta a ameaçar jovens gays, sem excluir mulheres e idosos: “camisinha é usada só para evitar gravidez”, diz universitário homossexual infectado aos 20 anos.

    http://saude.ig.com.br/minhasaude/2012-12-01/os-novos-rostos-da-epidemia-de-aids.html

    As nossas instituições FAMÍLIA e RELIGIÃO, os grandes pilares de sustentação da harmonia e convivência social correm serio riscos com a manipulação das inverdades impostas por grande parte dos que visam interesses escusos.

  3. Esta ideologia do igualitarismo nao deseja uma sociedade de diciplina ou seja todas as coisas e respeitos em seus devidos lugares, é a cultura de boteco que sera implantada no pais, e se nos continuarmos afronta-los teremos sabotagem de toda a ordem, eles detestam tambem militares mas adoram guerrilheiros……

  4. Então, vamos deixar que essas minorias decidam por nós? Está na hora de tomarmos atitude através de organizações que possam convocar o povo à luta. Vamos sair de nosso marasmo civico e mostrar que não queremos essas porcarias que estão nos fazendo engolir.

Deixe uma resposta