PNDH-3: Uma tempestade se forma sobre o Brasil

Uma tempestade se forma sobre o Brasil O PNDH-3 subverte as instituições pátrias em prol da sovietização Os alarmes soaram e muitas críticas ao Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3) se fizeram ouvir. Mas, até agora, elas não tiveram outro efeito prático que atalhar a revogação da Lei de Anistia, de 1979. Ora, o texto, aprovado por decreto do Presidente Lula, é enorme e aponta para o estabelecimento de um poder paralelo, absolutamente subversivo. Não recuamos diante do dever de alertar para o fato de que se trata de um programa de sovietização do Brasil, com o estabelecimento de uma espécie de ditadura de grupos ditos “marginalizados”, que se sobreporiam aos poderes constituídos.
Tribalismo

O Sínodo da Amazônia a caminho do socialismo ecológico

No centro, o cardeal Cláudio Hummes, presidente da Rede Eclesial Pan-Amazônica, que tem alardeado o “Sínodo para a Amazônia”. Mathias von Gersdorff Já se...

Lições imprestáveis

Amigos ficaram impressionados com temas do meu último artigo “Exemplos inúteis”, análise de aspectos do discurso de Xi Jinping ao 19º Congresso do PCC...

Beato Pio IX: socialismo e comunismo trazem “transtorno absoluto de toda a ordem humana”

“Tampouco desconheceis, Veneráveis Irmãos, que os principais autores desta intriga tão abominável não se propõem outra coisa senão impelir os povos, agitados já por...

Lamparina na praça de máquinas

Título sugestivo escolheu Roberto Campos para suas memórias: “A lanterna na popa”. A proa fende as águas da vida, é o presente. Parte de...

21/05 – Santo André Bobola, Mártir

O feminismo, enquanto corrente ideológica, tem suas raízes no Iluminismo, com a proclamação dos ideais revolucionários de liberdade, igualdade e fraternidade. Entretanto, somente após a Revolução Francesa é que o vemos sair do campo meramente teórico para abarcar também o campo político. Baseado em uma errônea interpretação dos significados de igualdade e liberdade, ele se empenha na luta contra os valores chamados de patriarcais, fundamentados nas diferenças entre os sexos. A luta contra tais valores implica, de um lado, a destruição de costumes, tradições e instituições seculares fundamentais para a sociedade, muitas delas remanescentes da Cristandade medieval. De outro lado, essa luta consiste na proclamação de pérfidos ideais cujo estandarte tem como lema “empoderamento feminino”.

Sorbonne — golfada de orgulho e sensualidade

Estamos comentando a natureza da reação conservadora que tomou as ruas das principais cidades brasileiras a partir de 2015. Nada mais oportuno do que,...
video

Holocausto Ucraniano – A grande fome de 1932-33

HOLODOMOR - No período de dois anos MILHÕES de pessoas morreram de fome para que o Governo Soviético atingisse as metas para a colheita....

 “Sinicização”: “viés ideológico” da China contra a Igreja Católica (I)

     Notícia de ncronline.org, 8 de março, Michael Sainsbury – “No Congresso Nacional do Povo, a China compromete-se a moldar religiões” -- informa...

Genealogia da Revolução Francesa

Em fins do século XVIII, já cansado e envelhecido, o protestantismo se mostrava falho em força de expansão, minado por dentro pelos progressos crescentes...

Mais lidos