Função da beleza dos edifícios sacros na atração da juventude

0
Depois do Vaticano II, utilizou-se cada vez mais a chamada “arte moderna” para a construção dos templos religiosos. Na maioria dos casos, esses templos...

O Brasil esquecido

1
Imagino que os leitores sentir-se-iam muito aliviados se, ao abrirem as páginas reais ou virtuais de nossa mídia, sobretudo dos grandes jornais, encontrassem o...

Ó Arte, quantos crimes se cometem em teu nome!

0
Autor: H.L. Venturi Madame Roland entregara sua alma à Revolução, cujos reveses a conduziram à guilhotina. Pouco antes do suplício, ela exclamou: “Ó Liberdade, quantos crimes se...

O Brasil católico de outrora

2
Crises atuais e esperanças no futuro Até meados do século passado as festividades religiosas tinham no Brasil importância análoga à das celebrações nacionais. A população...

A capital financeira da Europa reverencia Carlos Magno no Natal

0
Na sacada do prédio central era apresentadoo imperador que acabava de ser eleito No Römer (Paço Municipal)...

Jaburu ou Sabiá?

0
O sabiá-laranjeira, ave-símbolo de São Paulo, por decreto de 3 de outubro de 2002 foi declarado ave-símbolo do Brasil. Satisfaz-nos a representação, está presente em...

Funerais: símbolos de uma época que se afastou do ideal cristão

0
“Eis que vou dizer-vos um mistério: todos ressuscitaremos, mas nem todos seremos mudados. Num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da...

Igreja Católica: a alma do Natal

0
O Natal é comemorado em toda a face da Terra. Mas, cada povo o comemora a seu próprio modo. Por...

A tradição glorificada na mais célebre festa popular brasileira

0
Uma das mais audaciosas mistificações da Revolução consiste em apresentar o povo como se fosse um "mare magnun" obscuro, revoltado, desordenado, sempre pronto a...

Os atentados em escolas e a crise moral da sociedade

1
Os jornais e a mídia em geral dão a notícia de mais um ataque mortal feito a estudantes no recinto de escolas norte-americanas, desta...

Mais lidos