01 DE SETEMBRO

1917: – é proclamada a república na Rússia, abolindo a autocracia dos Czares, e preparando o terreno para a tomada de poder pelo Partido Bolchevique, de Vladimir Lenine. Este, com ferro e sangue, introduziu o comunismo no país, tirania que durou oficialmente até 1991.

1964: – O católico progressista polonês Zbigniew Czajkowski, que havia atacado “A liberdade da Igreja no Estado Comunista”, responde à réplica do Prof. Plinio sobre seu livro. Este, por sua vez, lhe responde em Catolicismo de fevereiro de 1965.

Fábio Vidigal Xavier da Silveira

1966: – É publicado na imprensa pela TFP chilena o manifesto “¿Ceder para no perder? o ¿Luchar para no perder?”.

– O governo democrata-cristão de Frei dá ordem de expulsão do Dr. Fábio Vidigal Xavier da Silveira do Chile, por ter escrito o Best-seller “Frei, o Kerensky chileno” que denunciava sua política do ceder para não perder.

1983: – Em plena Guerra Fria o voo 007 da Korean Air ingressa erroneamente no espaço aéreo soviético, e é derrubado por caças russos de combate. Morrem os 269 ocupantes. O Prof. Plinio escreve a respeito na Folha de São Paulo o artigo: “Jumbo sul-coreano: raio que mata, mas esclarece!”.

1988: – O Prof. Plinio Corrêa de Oliveira concede entrevista à Associated Press, comentando o fracasso do filme “A última tentação de Cristo”.

2015: – Francisco I permite aos sacerdotes absolverem do pecado do aborto durante o Jubileu desse ano. Antes isso era reservado aos bispos. A impressão que causa com a “facilitação” é a de que é um pecado como outro qualquer.

Deixe uma resposta