05 DE FEVEREIRO

1768: – O Marquês de Pombal cria em Lisboa a Real Mesa Censória, separando as funções da Igreja das do Estado. A Inquisição perde os poderes de exame prévio.

1918: – A República bolchevique Russa separa-se da Igreja dita ortodoxa.

1949: – O regime comunista húngaro condena o cardeal Mindszenty a prisão perpétua.

Cardeal József Mindszenty (1892-1975), Arcebispo de Esztergom e Primaz da Hungria.. Esse martirizado prelado não dobrou os joelhos diante da tirania vermelha e resistiu admiravelmente à Ostpolitik vaticana de aproximação com os regimes comunistas.

1971: – Os astronautas norte-americanos Alan Shepard e Edgar Mitchell descem na lua, depois da viagem da nave Apollo-14.

1974: – Em carta datada de 14 de janeiro, o Paulo VI destitui o Cardeal Mindszenty do arcebispado de Esztergom e do Primado da Hungria.

1990: – Mikhail Gorbachev afirma ter chegado o momento de o Partido Comunista disputar, com outros partidos, o direito de governar o país.

2008: – Morre na Índia Maharishi Mahesh Yogi, guru indiano que divulgou as técnicas de meditação transcendental aos Beatles e a milhões de outros seus devotos em todo o mundo.

1 COMENTÁRIO

  1. Pode-se dizer que o marquês de Pombal – déspota esclarecido – depois de haver explorado e manipulado a Inquisição às últimas consequências, criou a Mesa Censória, comparada a um Tribunal Nazista, e chamou para si, assim como Hitler, o “direito” de trucidar Pensadores e Profetas. Por exemplo, sob a égide de Pombal, a condenação espúria e o suplício do Padre Gabriel Malagrida, que dedicou parte da vida a trabalhar aqui na Bahia é uma catástrofe histórica, somente comparada ao Terremoto de Lisboa. Próxima da cidade em que moro, ainda existe a secular Igreja de Água Fria, que foi Missão Jesuíta no Sertão baiano – entre outras – onde Malagrida viveu algum tempo e trabalhou muito. Ainda são visíveis aqui neste sertão remoto os destroços deixados pela expulsão dos Padres e Missionários Jesuítas. Dessa forma, quando visito a Reserva Indígena de Massacará, no município de Euclides da Cunha – uma das mais antigas Missões da América Latina – ainda posso ver a Igreja em que os Jesuítas trabalharam e alguns fragmentos de pedras no lugar em que os Índios Kaimbés apontam ter sido restos do Convento Jesuíta, demolido pelos Padres por ocasião da expulsão promovida pelo odiento marquês. No Convento de Massacará teria existido uma rica Biblioteca e certamente com o seu acervo entraram pela primeira vez no Sertão da Bahia do século XVIII os clássicos dos Pensadores greco-romanos.

Deixe um comentário!