06 DE SETEMBRO

1942: – Durante o IV Congresso Eucarístico Nacional no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, o jovem Prof. Plínio Corrêa de Oliveira discursa para uma multidão de mais de quinhentas mil pessoas, que o aplaudem, gritando: “Plínio, Plínio, Plínio”.

1968: – A Secretaria de Estado do Vaticano agradece à TFP argentina o telex de felicitações pela encíclica Humanae Vitae.

1990: – O Cardeal Willebrands, reunido com judeus, afirma que o cristianismo deve se arrepender de ter praticado o anti-semitismo.

1991: – A União Soviética reconhece a independência da Letônia, da Estônia e da Lituânia, que estavam sob o tacão comunista.

O simbolismo do esfaqueamento do então candidato Bolsonaro é a tentativa ou o desespero das forças contrárias ao conservadorismo.

1996: – O abade de basílica de Guadalupe, na cidade do México, depois de ter escandalizado à multidão de devotos da Virgem negando a veracidade das aparições de Nossa Senhora, acaba renunciando.

2018: – Em Juiz de Fora, Minas Gerais, o então presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) recebe uma facada no abdômen de Adélio Bispo de Oliveira quando era carregado nos ombros por simpatizantes. Bolsonaro ficou entre a vida e a morte, foi operado em Minas, e transferido posteriormente para São Paulo.

Deixe uma resposta