10 DE MARÇO

Cruzada contra os ímpios cátaros.

1208: – O papa Inocêncio III proclama a guerra santa contra os cátaros. Estes eram hereges que centralizavam suas ações na cidade de Albi, motivo pelo qual eram chamados também de albigenses. Entre as práticas condenadas dos cátaros se parecem com as dos dias atuais, vemos a cultura do aborto, desprezo pela vida, a prática do homossexualismo, incesto.

1649: – É criada a Companhia Geral de Comércio para o Brasil, que recebe o monopólio das transações comerciais.

1791: – O papa Pio VI ameaça com severas penas os religiosos que jurarem à cismática Constituição Civil do Clero, na França.

1793: – Durante a diabólica Revolução Francesa, é criado o Tribunal Révolutionário em Paris.

1826: – Falece em Portugal Dom João VI. Assume a Regência a Infanta Isabel Maria.

1839: – Lin Zexu, alto comissário imperial em Cantão, na China, obriga os estrangeiros a entregar todo o ópio que possuem. A Inglaterra envia uma expedição naval, e começa a Guerra do Ópio. A paz será restabelecida em agosto de 1842, com a entrega de Hong Kong aos britânicos.

1862: – Primeira emissão de papel-moeda nos Estados Unidos. Começa a circulação das notas de cinco, dez e vinte dólares.

1932: – O controvertido Sigmund Freud, tido por muitos com muita propriedade como charlatão, publica sua contestável obra, “Introdução à Psicanálise”.

1940: – No semanário “O Legionário”, o Prof. Plinio publica o artigo: “A luta contra o comunismo deve ser mais tenaz, mais nítida, mais irredutível do que nunca”.

1945: – A aviação americana lança 2 mil toneladas de bombas incendiárias sobre Tokyo, arrasando uns 15 quilômetros cuadrados da cidade, deixando 100 mil mortos. Nos dias seguintes levará a cabo operações similares contra as cidades de Nagoya, Osaka e Kobe.

1955: – Nikita Kruchev é nomeado Secretário Geral do Partido Comunista na URSS.

1970: – No Chile, 860 camponeses assinam a declaração da TFP chilena, “La reforma agraria no es una ventaja para la clase obrera”.

1987: – Na cidade do Vaticano o papa João Paulo II condena a fecundação in vitro, a inseminação artificial e os ventres de aluguel.

1992: – O Prof. Plinio promove entre os membros da TFP, uma hora de adoração ao Santíssimo Sacramento, pelo aniversário da independência da Lituânia.

Deixe uma resposta