17 DE SETEMBRO

Robespierre assumira a chefia do Comitê de Salvação Pública e a a presidência da Convenção Nacional e estabelece o terror.

– 1793: durante a satânica Revolução Francesa, é aprovada a “Lei dos Suspeitos”. Ela permite a formação dos Tribunais Revolucionários para julgar os “suspeitos de traição contra a República”, bem como para executar os condenados à morte. Por ela qualquer cidadão poderia ser acusado, por qualquer pessoa, de ser “suspeito” de ter ideias “contra-revolucionárias”, por exemplo, e serem encarceradas.

– 1830: morre Simão Bolívar, venezuelano, que tem papel preponderante nas lutas de independência da Venezuela, Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Panamá.

– 1939: dá-se a invasão soviética à Polônia. No dia 23 de agosto, eles haviam assinado com a Alemanha nazista, o Pacto Molotov-Ribbentrop. Como resultado do acordo, a 1 de setembro os alemães iniciaram a invasão da Polônia a partir do oeste e, no dia 17 o Exército vermelho a invadiu pelo leste.

– 1940: embora as forças aéreas da Alemanha tenham lançado um primeiro ataque maciço à Londres em 10 de julho e no dia 15 de agosto, o dia 18 de setembro marca um recrudescer dos ataques, no que é chamado “Batalha da Inglaterra”. Disto resulta uma reviravolta da batalha nos meses de setembro e outubro sendo, para os nazistas, sua primeira derrota militar tática, e uma derrota política estratégica, quando falharam em seu objetivo de destruir a moral do povo britânico.

– 1944: início da Operação Market Garden, considerada a maior operação aero-transportada feita pelos aliados na Segunda Guerra Mundial. Esta redunda em fracasso.

– 1980: guerrilheiros montoneros assassinam o ex-ditador Somoza, no Paraguai.