18 DE JANEIRO

1535: – O conquistador espanhol Francisco Pizarro funda a cidade de Lima, Peru.

1871: – É proclamado o Império Alemão em Versalhes. Guilherme I, rei da Prússia, converte-se em seu Imperador, culminando assim a unificação da Alemanha.

Papa Leão XIII, pontificado de 20 de fevereiro de 1878 a 20 de julho de 1903 (25 anos).

1901: – A encíclica Graves de communi de Leão XIII proíbe o uso da expressão democracia-cristã. “Por ele vemos a preocupação do santo Padre em dar à expressão “democracia cristã” o sentido exclusivo de ação popular dos católicos sem qualquer ligação com o sentido político da palavra democracia. E mostra o Soberano Pontífice como a “democracia social” é incompatível com a doutrina católicapor conduzir ao que hoje chamaríamos totalitarismo socialista. Mais ainda: a “democracia cristã” verdadeira no sentido de ação benéfica e cristã em favor do povo, é própria da Igreja e lhe deve estar sujeita.” (Plinio Corrêa de Oliveira, Leia mais)

1919: – Inicia-se, em Paris, a conferência das 32 nações encarregadas de elaborar o tratado que põe fim oficialmente à I Guerra Mundial.

1960: – João XXIII recebe delegação judaica da B’nai B’rith, que agradece a ele a eliminação do apelativo perfidus aplicado aos judeus, durante séculos, na Liturgia de Sexta Feira Santa.

1970: – No centenário da declaração da infalibilidade papal ocorrida no Concílio Vaticano I, Hans Küng publica o livro “Infallible? An Inquiry”, em que esmiúça e rejeita o caráter infalível de qualquer decisão papal e da Cúria.

2000: – O papa João Paulo II abre a Porta Santa da basílica de Sao Paulo fuori le mura, com o arcebispo de Cantuária, o metropolita de Constantinopla, e representantes de 22 “igrejas”.

2000: – O top-less é liberado no Rio de Janeiro. A medida se generaliza no Brasil.

Deixe uma resposta