31 DE OUTUBRO

1517: – O heresiarca Martinho Lutero dá início à reforma protestante na Alemanha, afixando as teses contra as indulgências na porta da igreja do castelo de Wittenberg.

1791: – Decreto durante a famigerada Revolução Francesa declara os nobres emigrados inimigos da Nação, e confisca seus bens.

1793: – Na mesma Revolução, execução dos líderes revolucionários moderados (“Girondinos”).

1969: – A TFP chilena deplora a injusta negativa do Arcebispado de Santiago de autorizar missa pelas vítimas do comunismo.

Com a aprovação de João Paulo II, em 31 de Outubro de 1999, o «Cardeal» Edward Cassidy e o «Bispo» luterano Christian Krause assinam a Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação em Augsburgo, Alemanha

1992: – Na Pontifícia Academia de Ciências, João Paulo II faz “mea culpa” pela posição da Igreja face a Galileu.

1999: – Assinada na cidade de Augsburg, na Alemanha, a declaração ecumênica entre a Igreja e os luteranos estabelecendo que as confissões católica e luterana professam a mesma doutrina sobre a justificação pela fé – contrariando o que manda crer o dogmático Concílio de Trento -, embora com diferentes desdobramentos. Assinaram o bispo luterano Christian Krause e, pela Santa Sé o cardeal Edward I. Cassidy.

2004: – No Uruguai, a Frente Amplio, de esquerda, ganha as eleições nacionais pela primeira vez. Tabaré Vazquez é eleito no primeiro turno.

Deixe uma resposta