O Santo Padre deixa claro que um católico não pode aceitar uma legislação que favoreça o aborto e a eutanásia. Assim, fica patente que o PNDH-3 é inaceitável. Temos obrigação de conhecer o pronunciamento do Papa, sobretudo no momento pelo qual passa o Brasil. Clique na foto para mais detalhes.

Quando os projetos políticos contemplam, aberta ou veladamente, a descriminalização do aborto ou da eutanásia(…)

Hoje às 7 horas da manhã (horário de Brasília) o Papa Bento XVI recebeu em Roma os bispos da Regional Nordeste 5 (Bispos do Maranhão) e tratou da defesa da vida e do dever dos bispos de, sempre que necessário, se pronunciarem sobre eleições.

O que nos enche de alento é que o Sumo Pontífice –  sem mencionar nomes – atacou projetos de direitos humanos (leia-se PNDH-3) que ferem o direito fundamental à vida:

Portanto, seria totalmente falsa e ilusória qualquer defesa dos direitos humanos políticos, econômicos e sociais que não compreendesse a enérgica defesa do direito à vida desde a concepção até à morte natural (cf. Christifideles laici, 38).

Outro trecho importante:

Em determinadas ocasiões, os pastores devem mesmo lembrar a todos os cidadãos o direito, que é também um dever, de usar livremente o próprio voto para a promoção do bem comum (cf. Gaudium et Spes, 75).

E também:

Ao defender a vida não devemos temer a oposição e a impopularidade, recusando qualquer compromisso e ambigüidade que nos conformem com a mentalidade deste mundo. (cf. Evangelium vitæ, 82).

Por fim, o Papa considera a questão dos símbolos religiosos:

Queria ainda recordar que a presença de símbolos religiosos na vida pública é ao mesmo tempo lembrança da transcendência do homem e garantia do seu respeito. Eles têm um valor particular, no caso do Brasil, em que a religião católica é parte integral da sua história. Como não pensar neste momento na imagem de Jesus Cristo com os braços estendidos sobre a baía da Guanabara (…)?

Leia abaixo a íntegra do discurso:

Amados Irmãos no Episcopado,
Para vós, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo» (2 Cor 1, 2). Desejo antes de mais nada agradecer a Deus pelo vosso zelo e dedicação a Cristo e à sua Igreja que cresce no Regional Nordeste 5. Lendo os vossos relatórios, pude dar-me conta dos problemas de caráter religioso e pastoral, além de humano e social, com que deveis medir-vos diariamente. O quadro geral tem as suas sombras, mas tem também sinais de esperança, como Dom Xavier Gilles acaba de referir na saudação que me dirigiu, dando livre curso aos sentimentos de todos vós e do vosso povo.

Como sabeis, nos sucessivos encontros com os diversos Regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, tenho sublinhado diferentes âmbitos e respectivos agentes do multiforme serviço evangelizador e pastoral da Igreja na vossa grande Nação; hoje, gostaria de falar-vos de como a Igreja, na sua missão de fecundar e fermentar a sociedade humana com o Evangelho, ensina ao homem a sua dignidade de filho de Deus e a sua vocação à união com todos os homens, das quais decorrem as exigências da justiça e da paz social, conforme à sabedoria divina.

Entretanto, o dever imediato de trabalhar por uma ordem social justa é próprio dos fiéis leigos, que, como cidadãos livres e responsáveis, se empenham em contribuir para a reta configuração da vida social, no respeito da sua legítima autonomia e da ordem moral natural (cf.Deus caritas est, 29). O vosso dever como Bispos junto com o vosso clero é mediato, enquanto vos compete contribuir para a purificação da razão e o despertar das forças morais necessárias para a construção de uma sociedade justa e fraterna. Quando, porém, os direitos fundamentais da pessoa ou a salvação das almas o exigirem, os pastores têm o grave dever de emitir um juízo moral, mesmo em matérias políticas (cf. GS, 76).

Ao formular esses juízos, os pastores devem levar em conta o valor absoluto daqueles preceitos morais negativos que declaram moralmente inaceitável a escolha de uma determinada ação intrinsecamente má e incompatível com a dignidade da pessoa; tal escolha não pode ser resgatada pela bondade de qualquer fim, intenção, conseqüência ou circunstância. Portanto, seria totalmente falsa e ilusória qualquer defesa dos direitos humanos políticos, econômicos e sociais que não compreendesse a enérgica defesa do direito à vida desde a concepção até à morte natural (cf. Christifideles laici, 38).

Além disso no quadro do empenho pelos mais fracos e os mais indefesos, quem é mais inerme que um nascituro ou um doente em estado vegetativo ou terminal? Quando os projetos políticos contemplam, aberta ou veladamente, a descriminalização do aborto ou da eutanásia, o ideal democrático – que só é verdadeiramente tal quando reconhece e tutela a dignidade de toda a pessoa humana – é atraiçoado nas suas bases (cf. Evangelium vitæ, 74). Portanto, caros Irmãos no episcopado, ao defender a vida «não devemos temer a oposição e a impopularidade, recusando qualquer compromisso e ambigüidade que nos conformem com a mentalidade deste mundo» (ibidem, 82).

Além disso, para melhor ajudar os leigos a viverem o seu empenho cristão e sócio-político de um modo unitário e coerente, é «necessária — como vos disse em Aparecida — uma catequese social e uma adequada formação na doutrina social da Igreja, sendo muito útil para isso o “Compêndio da Doutrina Social da Igreja”» (Discurso inaugural da V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe, 3). Isto significa também que em determinadas ocasiões, os pastores devem mesmo lembrar a todos os cidadãos o direito, que é também um dever, de usar livremente o próprio voto para a promoção do bem comum (cf. GS, 75).

Neste ponto, política e fé se tocam. A fé tem, sem dúvida, a sua natureza específica de encontro com o Deus vivo que abre novos horizontes muito para além do âmbito próprio da razão. «Com efeito, sem a correção oferecida pela religião até a razão pode tornar-se vítima de ambigüidades, como acontece quando ela é manipulada pela ideologia, ou então aplicada de uma maneira parcial, sem ter em consideração plenamente a dignidade da pessoa humana» (Viagem Apostólica ao Reino Unido, Encontro com as autoridades civis, 17-IX-2010).

Só respeitando, promovendo e ensinando incansavelmente a natureza transcendente da pessoa humana é que uma sociedade pode ser construída. Assim, Deus deve «encontrar lugar também na esfera pública, nomeadamente nas dimensões cultural, social, econômica e particularmente política» (Caritas in veritate, 56). Por isso, amados Irmãos, uno a minha voz à vossa num vivo apelo a favor da educação religiosa, e mais concretamente do ensino confessional e plural da religião, na escola pública do Estado.

Queria ainda recordar que a presença de símbolos religiosos na vida pública é ao mesmo tempo lembrança da transcendência do homem e garantia do seu respeito. Eles têm um valor particular, no caso do Brasil, em que a religião católica é parte integral da sua história. Como não pensar neste momento na imagem de Jesus Cristo com os braços estendidos sobre a baía da Guanabara que representa a hospitalidade e o amor com que o Brasil sempre soube abrir seus braços a homens e mulheres perseguidos e necessitados provenientes de todo o mundo? Foi nessa presença de Jesus na vida brasileira, que eles se integraram harmonicamente na sociedade, contribuindo ao enriquecimento da cultura, ao crescimento econômico e ao espírito de solidariedade e liberdade.

Amados Irmãos, confio à Mãe de Deus e nossa, invocada no Brasil sob o título de Nossa Senhora Aparecida, estes anseios da Igreja Católica na Terra de Santa Cruz e de todos os homens de boa vontade em defesa dos valores da vida humana e da sua transcendência, junto com as alegrias e esperanças, as tristezas e angústias dos homens e mulheres da província eclesiástica do Maranhão. A todos coloco sob a Sua materna proteção, e a vós e ao vosso povo concedo a minha Benção Apostólica.

Fonte: http://press.catholica.va/news_services/bulletin/news/26281.php?index=26281&lang=po (Os grifos são nossos).

82 COMENTÁRIOS

  1. @Rodrigo César Nunes Pino
    Rodrigo, primeiramente PARABÉNS e muito bem-vindo à Católica e Verdadeira Fé!
    Mas NÃO iguale o SERRA a PT/Dilma! São semelhantes sim, mas NÃO iguais!!!!
    Novamente faço minhas as palavras do Sr. Andre Gustavo Milward. O Sr. Milward, em outro site, disse:

    “Prezados Srs. como bom democrata que sou, e não sendo partidário de notícias infundadas e tendenciosas, normalmente sigo as notícias VERDADEIRAS, NÃO TENDENCIOSAS, e as que assumem perfil de manobras interpretativas, ficam naturalmente desacreditadas, até pelo perfil das pessoas envolvidas, que possuem passado limpo, e não se escondem até atrás de portas blindadas de cofres, que possuem opinião clara e definida, não necessitando de procurar uma postura diferente a cada aparição na mídia, fato este facilmente comprovado por imagens diversas em sites de relacionamento e de entreterimento. Repito: Isso é FATO.
    Agora algumas perguntas se fazem necessarias: Quem oculta FATOS do seu passado ? Dilma ou Serra ? Há algum indicio fisico real, tal como um registro médico sobre o caso citado ? Além de um comentário/depoimento de uma aluna ? Há alguma citação oficial do Vaticano sobre o caso ? Há sim sobre as eleições brasileiras, e sim sobre o Plano de Governo inicialmente apresentado contendo o PNDH 3, FATO INCONTESTE, e isso sim gerou a atenção do Vaticano, até pelas pressões que o Governo fez com relação ao acordo internacional assinado pelo Brasil e o Vaticano. Isso sim é fato, não um comentário/depoimento desprovido de evidencias concretas.
    Finalizando, o que teria mais base de credibilidade, a matéria da Folha que trata das recomendações do Vaticano qto as eleições brasileiras, ou um … comentário da ex-aluna ?
    Concordamos que a democracia preve a defesa de nossos candidatos, mas que a façamos dentro da verdade, da ética, da experiência, da tranparência, e das realizações reconhecidas até internacionalmente. Cargos indicados ? Muito pouco. Reconhecimento nos pleitos, são fatos, até pelo mesmo fato de Serra ser um vitorioso na grande maioria de eleições que participou, e vencendo no 1º turno varios pleitos, fato que corrobora sua aprovação, até na eleição que mais uma vez o Mercadante ficou para trás … No 1º turno …
    Finalizando, está circulando na Internet um estudo que mostra Serra ganhando a eleição, feito por economistas que dentro das previsões do IBOPE, e além disso, temos a recuperação da queda das ações da Petrobrás, ao se confirmarem a pasagem de Serra para o 2º turno, apesar de ainda acumular um prejuizo na cotação das ações de mais 14,3 bilhões em seu valor global. Isso é o mercado financeiro que diz, não um partido.
    No final, a verdade sempre fala mais alto que a mentira … Afinal, Dilma não venceria no 1º turno?”

    De fato, além de todas as aberrações petralhas, AS PESQUISAS “OFICIAIS” MENTEM DESCARADAMENTE. VEJA:

    http://lucioneto.blogspot.com

    E NÃO EXISTE NEUTRALIDADE, pois NULO/BRANCO/ABSTENÇÃO = PT

    Ademais, completo que o Serra é o MAL MENOR e por isso – Doutrina Católica – é DEVER nosso votar nele. E COBRAR DEPOIS DENUNCIANDO QUALQUER TENTATIVA DE BRASÍLIA CONTRA A CRISTANDADE, como principalmente o PNDH-3 DITATORIAL, abortista e gayzista assinado pelo PT.

    VOTE SERRA 45 E PEÇA A TODOS O MESMO!

  2. Manoel, que covarde. Ter medo da igreja se dividir. “muitos caminhos levam a Deus” ou tem opositor ou vira o que? isso tudo é natural! Ruim é legalezar a morte antes mesmo de ter o sopro. Será que páis que tem vários filhos ao invez de fazer aborto por achar que não devem ter mais um, matariam um que já tem para dar lugar a outro que vem vindo? São coisas diferentes? Fica mais fácil porque ainda não avistou a carinha? Não ou permitir que este sequer chore diante das agressões até sucumbir dentro do útero? TUDO LEGALMENTE É CLARO! Pois saiba que legalmente eu quero que se dane.

  3. Dilma e Lula tentaram aprovar no congresso o aborto 33 vezes e depois
    diz que são boatos o seu plano de governo o PNDH-3 plano nacional de direitos
    humanos porque Dilma e o Lula não falam dele na imprensa é um plano totalmente
    voltado para implantar o comunismo aqui no Brasil e quem achar que não é possível
    implantar se engana o comunismo e o socialismo estão mais fortes que nunca, votem na Dilma e verá, não é só a questão do aborto, o aborto é só um dos pontos graves do plano de governo dela e outra coisa ela mente e o PT é um partido autoritário e não gosta de quem
    discorda deles acordem o Serra é um mal menor.

  4. Não tenho a menor dúvida após meus 64 anos de vida, qua a religião deve participar do cotidiano do homem desde a sua infância, especialmente para que conviva com a ciência de um ser superior, criador, independentemente de crer ou não em uma vida futura. Isto dito, a religiosidade será um complemento da arquitetura de ser social, feliz, e útil a sua comunidade porém com o livre arbítrio para decidir em acordo com os ditames de sua consciência. Se sua consciência, suficientemente configurada para viver em sociedade de forma justa, decidir que o aborto, a eutanasia ou a pena de morte se aplicam em determinadas situações amplamente discutidas com seus pares e devidamente legisladas, não é a Igreja ou qualquer outra representação social que deverá impor o que cada um deva ou não praticar. Estas colocações dogmáticas da igreja, sem ouvir ou considerar a cultura, religião, escolaridade de cada “ovelha de seu rebanho”, nos faz repensar se , de fato, acabou a inquisão terminou po ainda persiste de forma camuflada em discursos papais como o do Papa Bento XVI, alías citado em compêndios há mais de 14 anos atrás como um potencal inquisitor dos tempos modernos.

  5. Olha a compra de voto aí gente… Quem vai pagar a conta somos nós. O PT não se orglhou de ter pago o FMI e ainda disse estar emprestandi dinheiro ao proprio? Então porque essa divida a ser paga depois do mandato do proximo presidente em 2015? Se for a Dilma a presidente, encerra o mandato se nã houver segundo turno futuro.

    Vejam a materia: Não estou inventando nada.

    Governo consegue empréstimo de R$ 343,8 mi para o Bolsa Família
    Brasil vai começar a pagar dívida só em 2015 e terá 30 anos para quitar débito

    Da Agência Brasil

    Publicidade publicada em 17/09/2010 às 18h13:

    O Bird (Banco Mundial) aprovou nesta sexta-feira (17) um empréstimo de R$ 343,8 milhões (US$ 200 milhões) para reforçar o Bolsa Família – programa do governo federal que beneficia famílias de baixa renda.

    O dinheiro será usado para fortalecer atividades de gerenciamento do programa – como o cadastramento de beneficiários e a consolidação de um sistema de avaliação – e financiará a integração do Bolsa Família com investimentos em educação e cursos de formação profissional.

    O empréstimo compõe a segunda fase do programa de apoio do Bird ao Bolsa Família. A primeira fase contou com empréstimo de R$ 983,2 milhões (US$ 572 milhões), aprovado em 2004.

    O Brasil terá 30 anos para pagar o segundo empréstimo, que tem juros variáveis e está atrelado ao cumprimento de compromissos. O país começará a pagar só em 2015.

    Entre as metas estipuladas para a segunda fase está o acesso ao benefício de 75% das famílias mais pobres; 90% das crianças de famílias beneficiadas em idade escolar que efetivamente freqüentam a escola; 75% das crianças com até seis anos; e 75% das mulheres grávidas em dia com as exigências de saúde impostas a quem participa do programa, como exame pré-natal e vacinação.

    Atualmente, o Bolsa Família atinge 12,7 milhões de famílias e, conforme o Bird, ajudou a tirar cerca de 20 milhões de pessoas da pobreza entre 2003 e 2009. Nesse período, a parcela da população que recebe menos de R$ 3,40 (US$ 2) por dia caiu de 22% para 7% da população.

  6. PAX!

    Vejo que no Brasil, infelizmente não há um candidato seriamente comprometido com a vida. Tanto Dilma, quanto o Serra, estão comprometidos tão-somente com estratégias políticas sofistas. Contudo, penso que com o Serra no poder, os estragos serão menores. Todavia, o Presidente da República – independente de quem seja – não tem poder de criar leis sozinho, antes, a lei deve ser aprovada pela Camara dos Deputados e pelo Senado, infelizmente, as alianças políticas de Dilma são maioria. Portanto, resta para nós, cidadãos brasileiros, lutar, colher mais assinaturas e agir em prol dos nossos direitos contra as atrocidades que a política brasileira prevê institucionalizar. Derrubamos presidentes, criamos a lei da ficha limpa. Agora nossa missão é limpar o nome de nossa Soberania Nacional, expurgando a corja comunista que governa nossa Nação. Por nossa Pátria, Pela Igreja, Por Cristo!

    Deus abençoe a todos!

  7. @Pedro
    A gente ser mal informado é uma lástima. O aborto teve inicio politicamente com Hitler. Ele criou uma ideologia politica contra a vida e a coisa vem como proposta de Saúde Publica e mesmo antes de chegar o Brasil já havia abortistas em varias partes do mundo. E agora com a proposta Dilma ficou pior. Tudo leva ainda a crer que a falta de controle de natalidade, inclusive proposta por um Cientista Brasileiro – Dr Ocimar Coutinho, aqui não foi aceito, mas foi aceito na China, e outros paíse orientais mais populosos. Ainda que o Serra tenha assinado algum papel, em nada irá substituir o PNDH3, mais perigoso e ainda ameaçador. Se dos males o menor, VOTEM NO SERRA.

  8. Acaso o Serra se vestiu de medico abortista? Se a mulher procurou aborto não foi o Serra quem realizou o ato criminoso. Não acredito nisso, deve ter sido outro açougueiro inescrupuloso quem agiu na mulher. @Pedro

  9. Prezado Irmão, desculpe-me. Para nos orientar temos nossa Igreja e isso nos Bastaria. Tudo nos foi esclarecido há seculos a respeito do aborto, eutanasia. Mas veja bem, A vida pode ser interrompida até mesmo antes da concepção se o casal decidir não ter filhos. Assim os celibatários, os que optam pela castidade, também. A vida nao pode ser ameaçada por nenhum representante e cabe a nós lutarmos por isso, além do voto tentar por todos os meios esclarecer, pressionar os idealistas contrários a essa verdade. Não só a vida humana, ams também as ameaçadas de extinção. A excomunhão existe, como já foi esclarecido, só não declarada a este ou aquele que desobedece a tudo para obter vantagens. Seja Serra, Seja Dilma, seja Chaves, e tantos outros no mundo de hoje. Vamos ver no que vai dar, ams até lá, vamos impedir ao maximo e contar com todas as forças aliadas contra essas ameaças @Marcos Pinho

  10. @José Pinto
    Segundo os canones da Igreja, o então ministro José Serra ao assinar a norma deveria ter sido excomungado, ou poderia ter optado pela renuncia. Como ele não tem fé nem coragem o suficiente pra isso, preferiu contar com o silencio e omissão dos nossos pastores. Com certeza esse homem não irá mover uma palha em favor daqueles que lutam contra o aborto. Cada cidadão que se diz cristão é que deve fazer a pressão que funcionou tão bem para levar dilma para o segundo turno para que seja discutida e aprovada no congresso nacional o Estatuto do Nascituro. Não podemos delegar essa missão para falsos paladinos.

  11. Luciano :

    Todo mundo sabe e senão quiser dar uma de maluco agora, que a lei que discriminalizou o aborto no Brasil provém do governo de FHC da qual Serra aprovou o aborto como ministro da sáude para os casos de estupro e mal formação do feto. Por isso vamos votar em quem é a favor da vida: 13 neles e fora esses Bispos traidores da nossa Santa Igreja.

    vV. ESTÁ ANESTESIADO PELO PETRALHA MESMO!!! FORA TERRORISTA/COMUNISTA – FORA ABORTISTA – FORA pndh3

  12. Que alegria saber que o nosso Pastor, o Papa Bento XVI está atento às suas ovelhas do Brasil!
    Obrigada Senhor, por cuidar sempre de nós! Obrigada Nossa Senhora Aparecida, pela sua intercessão pelo Brasil!
    Confiamos em Deus!
    Louvamos e exaltamos o Nome poderoso de Jesus!
    Paz e Bem!

  13. Graças a Deus que a Nossa Igreja tem um líder mundial e eu estou com Ele. Parabens aos Bipos Brasileiros que manifestaram a suja posição em consonância com a mais alta autoridade da Igreja bem como aos que levaram a Bento XVI a nossa realidade, a preocupação de nosso povo comprometido com a vida e não com os interesses econômicos. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo, pelo pronunciamento tão oportuno.

  14. Contra o aborto, casamento gay, legalização de prostituição todos os católicos são.
    agora contra um ou outro candidato não somos não, afinal a maioria dos politicos estão afastados de Deus e longe de seguir seus mandamentos, portanto se formos seguir o que o Vigario de Cristo quer então vamos votar nulo. Nenhum bispo e nem a igreja católica pode pedir para não votar em tal candidato, ela deve sim esclarecer o eleitor a estudar e analizar a vida do candidato e fazer a melhor escolha, votando no candidato mais cristão, mais defensor dos pobres etc. A Igreja Católica e grande no Brasil e tem muitos que votam na Dilma e muitos no Serra então ela não pode intrometer e querer que seus fieis votem em um candidato de maneira nenhuma e sim somente orienta-los. Na verdade esta questão do aborto está sendo um meio que os tucanos estão usando para tentar colocar os católicos contra a Dilma. Santos padres e bispos são inteligentes e não vão entrar nessa, e sim orientar apenas os fieis a votarem consiente e se posicionar sempre contra o aborto etc. Obs. eu amo a Igreja católica e vejo esta questão está dividindo a igreja, por isso digo a minha igreja católica – nao intrometa na disputa eleitoral, deixe eles brigarem entre si, senão nos dividiremos é óbvio.

  15. As mascaras cairão bem breve em caso de vitoria do partido da situação,quem viver vera a disputa do poder temporal pelos seus protagonistas e a nação pagara o preço e a Hsitoria ira julgar duramente o retrocesso que havera sem duvidas com aprovação em adendo a CF do malfadado PNDH-3, fragmentando os 3 poderes da naçãom com ditadura civil instalando-se no poder politico.
    Não existe ademais ate ao momento ao menso que se conheça em bases serias e pragmaticas real projeto de governo,somente discussão vazia entre pseudas ideologias partidarias e a grande maioria silenciosa de eleitores compulsorios pagando a crescente carga tributaria para financiar os verticais gastos publlicos que so aumentam o deficit interno do PIB nacional,
    Alem dos casos de desvio de orçamento publico sempre noticia recorrente na midia consciente que denuncia tais desmandos e agora ameçada de controle externo por temor de razoes obvias dos senhores do poder temporal…
    Panorama sombrio e preocupante dos destinos da nação e agora o Sumo Pontifice em seu pronunciamento sinais claros de sua preocupação com tal situação clara que ocorre no Brasil.
    Quem viver vera!

  16. Está bem claro, em 2009 LULA enviou para o congresso a PNDH3 que tem como ponto principal o aborto, durante várias entrevistas a Dilma apoiou o aborto, agora se diz contra o aborto.
    A mentira está lançada por terra, o Santo Papa inspirado, nos deu a luz a ser seguida, não votar no PT. O Serra é a opção de quem não vai aprovar o aborto ainda que votado pelo congresso, coisa que a Dilma com certeza fará, quem mentiu uma vez sempre vai mentir !

  17. @ Luciano

    Tanto Serra como Dilma são de esquerda e inimigos da família. Eu não vou votar em ninguém, o triste é que no fundo tanto faz quem ganha. Mas a Dilma é mais perigosa.

  18. Que as sabias palavras do Papa Bento XVI inspiradas pelo Espírito Santo possa tocar na mente e no coração do povo brasileiro a começar pelo nosso Clero para que possamos juntos sem medo declarar que Jesus Cristo Reina e Impera e Que ele é Deus e Senhor do nosso Brasil juntamente com sua e nossa mãe que aqui no Brasil veneramos sob o titulo de Nossa Senhora da Conceição Aparecida nossa Rainha e Padroeira . Diga sim Cristo e a Vida e Não ao a Morte não ao PT não a Dilma.

  19. A promessa de Cristo não falha, Bento XVI realmente era o Papa destinado contra as loucuras dessa época, embora eu ainda ache que ele devia ser mais energico contra a monstruosidade que é a emancipação do homossexualismo.
    Meu tio sofreu do disturbio homossexual e eu sei de perto como esse vício é nocivo para o bem-estar físico e psicologico do ser humano, espiritual ainda mais. Graças a Deus, que meu tio se voltou para a Igreja Católica e abandou esse vício e as más amizades.
    É complicado para mim divulgar essa noticia, mas farei o possível. Meu pai é maçon, minha mãe testemunha de Jeová. Eu me converti ao catolicismo por conta própria e oposição de toda a minha família, quase fui proibido de frequentar a Igreja.

  20. @Luciano A democracia é ainda a mais
    correta forma de regime republicano adotada em grande maioria dos países para
    eleger seus governantes.No Brasil restituída à duras penas só aconteceu
    porque homens se despuseram à doar-se em exílios graduando-se à fim de
    poder ocupar na política uma cadeira no Congresso Nacional e restituir aos brasileiros os direitos humanos e direito ao voto.Um desses homens foi José Serra que deputado estadual ,federal,ajudou ´´a escrever a nova Constituinte. Sua integridade política vem sustentando-o em cargos de eminente importancia ; como prefeito e governador de S,Paulo. Sua competencia foi avaliada pelo povo trabalhador de S. Paulo e assim o psdb soube conquistar no voto sua independência votando em Geraldo Alckmin do psdb. A pergunta é: Que mudanças trará Dilma Roussef para o Brasil?,sabendo-se do comportamento pouco ou nada ético em alguns de seus companheiros na esfera governamental como confiaremos que essas atitudes não permanecerão no meio. Não vou arriscar dizer mais nada porque a alternância se faz necessária \até prova em contrário. Votarei se Deus quizer em José Serra por um Brasil mais ético e verdadeiramente cristão.

  21. E UM VERDADEIRO ABSURDO,OS POLITICOS DAQUI NAO FAZEREM NADA PARA EVITAR O ABORTO,QUEREM BRINCAR COM A PACIENCIA DE DEUS,TODOS TERAM A RESPOSTA NO DIA CERTO NA HORA CERTA E EXATA,JA BASTA A VIOLENCIA TOMANDO CONTA DO MUNDO TODO,SOMENTE DEUS IRA CONSERTAR ESSE MUNDO COMO ESTA,NEM O PAPA OS PARLAMENTARES NAO RESPEITAM ALGUNS SAO PRECONCEITUOSOS POR CAUSA DE RELIGIAO.

  22. O que mais me choca é a pouca ênfase que é dada à igreja católica pela candidata Dilma.Quem é católico sabe que seguir ao Papa é um dever nosso e de todo clero,portanto é importantíssimo que Sua Santidade queira que Sua Igreja oriente o rebanho brasileiro numa questão de tamanha importância social,ética e porque não moral,já que sabemos os danos emocionais que restam da prática do aborto.

  23. Disponho, abaixo, trecho de uma entrevista do meu ilustre conterrâneo, o poeta Ferreira Gullar.

    É uma excelente oportunidade para vermos o que significa, em verdade, votar na direita da esquerda.
    ___________________________________

    PERGUNTA: Acha que a Dilma não é de esquerda?

    A Dilma de esquerda? Mas o PT não é de esquerda. É um partido corrupto. O PT de esquerda já acabou há muito. O comunismo chegou ao fim. Nós todos, que participámos dessa aventura, somos obrigados a reconhecer isso. Cumpriu a sua tarefa, mudou o mundo, a relação de trabalho, as conquistas dos trabalhadores, tudo foi consequência de uma luta que começou com o Manifesto Comunista, de 1848. E esgotou a sua tarefa. Então se acabou a URSS, alguém sonha que vai fazer socialismo no Brasil? Só piada. Só o Hugo Chávez.

    PERGUNTA: Não é isso que Lula e Dilma propõem.

    Estou abrangendo a coisa de maneira ampla. Porque é que as FARC [guerrilha colombiana] viraram uma organização de narcotráfico? Porque não têm mais perspectiva. Vai fazer revolução na Colômbia? Socialismo? Acabou na URSS, acabou na China e vai começar na Colômbia?

    PERGUNTA: Sempre que se fala no Serra, as pessoas acabam a falar do Lula, e eu queria falar um pouco do Serra.

    Se a Maria da Conceição disse que ele era de direita, estou mostrando que isso é uma bobagem. Eu conheço a Maria da Conceição, é minha amiga. E ela própria não é de esquerda, porque ninguém é mais de esquerda! Acabou isso, gente.

    PERGUNTA: Acha que já nem existe esquerda?

    Lutámos pela reforma agrária, pelas conquistas dos trabalhadores. Alguém hoje é contra a reforma agrária no Brasil? Como vai distinguir direita de esquerda? Essa diferença só existe na cabeça da Conceição Tavares e de algumas outras pessoas.

    PERGUNTA: Falei com pessoas que iam votar Serra mas ficaram desapontadas com a discussão em torno do aborto. Acharam que o PSDB e Serra não a deviam ter levado naquela direcção, tornando-a religiosa, ao tentarem pôr em causa a eventual contradição de Dilma.

    Essa questão do aborto não foi levantada pelo Serra. O problema real é o seguinte: o PT é a favor do aborto, a Dilma é a favor do aborto, eu sou a favor do aborto. O Serra tem a mesma posição. Agora, com a candidatura da Marina, os religiosos tomaram uma posição que ameaçava todos os candidatos. Então a Dilma tratou de tirar o corpo fora e o Serra também. Falaram: “Não, não quero perder o voto dos religiosos…”

    http://www.dilmaporquenaovotar.com.br/2010/10/26/lula-comprou-os-pobres-do-brasil/

  24. Parabéns a esse site, vamos todos nos unir até 31/10/2010 e tirar essa mancha vermelha que esta tentando perseguir os cristão e católicos na nossa PÁTRIA AMADA, vamos por fora DILMA MARXISTA E ABORTISTA, como nunca antes nesse País devemos mostrar nas urnas que com DEUS NÃO SE BRINCA!!!!

  25. Peçamos que Deus derrame sobre os católicos e pessoas de bem o Dom da Obediência a Deus e ao Santo Padre para que os brasileiros sejam dóceis às orientações do nosso Pastor e sejamos libertos deste império do mal que está querendo dominar o Brasil nas pessoas que dirigem o pt e seus coligados!!!

  26. “Ao defender a vida não devemos temer a oposição e a impopularidade, recusando qualquer compromisso e ambigüidade que nos conformem com a mentalidade deste mundo. (cf. Evangelium vitæ, 82).”

    Parabéns pe. José Augusto o sr. estava certo.
    Que Deus continue o abençoando!!!!!!!!!!

  27. @Luciano
    Resposta aos Srs. Luciano e Inacio:

    Só para iniciar, faço minhas as palavras do Sr. Andre Gustavo Milward. O digno Sr. Milward, no site MANIPULADA e TENDENCIOSAMENTE citado pelo Sr. Inacio, disse:

    “Prezados Srs. como bom democrata que sou, e não sendo partidário de notícias infundadas e tendenciosas, normalmente sigo as notícias VERDADEIRAS, NÃO TENDENCIOSAS, e as que assumem perfil de manobras interpretativas, ficam naturalmente desacreditadas, até pelo perfil das pessoas envolvidas, que possuem passado limpo, e não se escondem até atrás de portas blindadas de cofres, que possuem opinião clara e definida, não necessitando de procurar uma postura diferente a cada aparição na mídia, fato este facilmente comprovado por imagens diversas em sites de relacionamento e de entreterimento. Repito: Isso é FATO.
    Agora algumas perguntas se fazem necessarias: Quem oculta FATOS do seu passado ? Dilma ou Serra ? Há algum indicio fisico real, tal como um registro médico sobre o caso citado ? Além de um comentário/depoimento de uma aluna ? Há alguma citação oficial do Vaticano sobre o caso ? Há sim sobre as eleições brasileiras, e sim sobre o Plano de Governo inicialmente apresentado contendo o PNDH 3, FATO INCONTESTE, e isso sim gerou a atenção do Vaticano, até pelas pressões que o Governo fez com relação ao acordo internacional assinado pelo Brasil e o Vaticano. Isso sim é fato, não um comentário/depoimento desprovido de evidencias concretas.
    Finalizando, o que teria mais base de credibilidade, a matéria da Folha que trata das recomendações do Vaticano qto as eleições brasileiras, ou um … comentário da ex-aluna ?
    Concordamos que a democracia preve a defesa de nossos candidatos, mas que a façamos dentro da verdade, da ética, da experiência, da tranparência, e das realizações reconhecidas até internacionalmente. Cargos indicados ? Muito pouco. Reconhecimento nos pleitos, são fatos, até pelo mesmo fato de Serra ser um vitorioso na grande maioria de eleições que participou, e vencendo no 1º turno varios pleitos, fato que corrobora sua aprovação, até na eleição que mais uma vez o Mercadante ficou para trás … No 1º turno …
    Finalizando, está circulando na Internet um estudo que mostra Serra ganhando a eleição, feito por economistas que dentro das previsões do IBOPE, e além disso, temos a recuperação da queda das ações da Petrobrás, ao se confirmarem a pasagem de Serra para o 2º turno, apesar de ainda acumular um prejuizo na cotação das ações de mais 14,3 bilhões em seu valor global. Isso é o mercado financeiro que diz, não um partido.
    No final, a verdade sempre fala mais alto que a mentira … Afinal, Dilma não venceria no 1º turno?”

    Além disso, completo que o Serra é o mal menor e por isso – Doutrina Católica – é DEVER nosso votar nele. E COBRAR DEPOIS DENUNCIANDO QUALQUER TENTATIVA DO CONGRESSO CONTRA A CRISTANDADE, como principalmente o PNDH-3 DITATORIAL, abortista e gayzista assinado pelo PT, Partido da Traição.

    VOTE SERRA 45!

  28. O Cristao vem de cristo, se somos verdadeiramente cristaos nao podemos votar em candidatos que aprova o a lei do aborto:, vote em candidatos a favor da vida. viver pra min é viver em cristo, com cristo, por cristo, Temos que lutar pela vida defender a vida ,defender a vida das nossas crianças dos nossos inocentes; nao vote em assasinos de crianças.. o SERRA É A FAVOR DA VIDA´´É um crstao que conhece as leis de DEUS . a Dilma nao sabe nem fazer uma oraçao vai saber defender a vida? governar o Brasil? a Dilma e o prefeito Marinho juntos vao acabar com o Brasil. vote em SERRA 45 defenda a vidas das nossas crianças nao deixe que destrua a obra mas linda que DEUS fez a VIDA.

  29. Gostaria de colocar o seguinte: Infelizmente estamos , novamente , sem opção para voto.
    Diante do que nos sobra, o menos ruim é Serra, porém muito longe de ser alguém que possa nos dar esperança: A verdade é que estamos caminhando A PASSOS RÁPIDOS , para o Comunismo em toda America Latina. Humanamente não tem mais volta !!! A não ser que DEUS MUDE OS PLANOS DOS HOMENS. Em breve perderemos o resto da liberdade que temos. O PNDH3 é projeto mundial , para preparar também a TERRA DE SANTA CRUZ para a chagada do ANTICRISTO. Neste projeto , que 90 % dos brasileiros nem sabe que existe , e muito menos do que se trata , e que será aprovado em breve. INDEPENDENTE DO GOVERNO QUE FOR ELEITO. Significa a total perda dos direitos ( DOS CIDADÃOS DIREITOS ) ficando a sociedade a mercê dos ditadores e dos amigos dos VERMELHOS . Quem achar que estou falando abobrinha, aguarde somente o ano de 2011 e já terão as respostas ( infelizmente ). Pesquise pelos ILUMINATTI – CLUBE DE ROMA – BILDENBERG , Fudação RCKFELER , ONU , OMS ( PROCUREM VER O PORQUE DAS VACINAÇÕES EM MASSA POR TODO MUNDO etc…
    Nossos Bispos e Padres ficaram preocupados com o SOCIAL e esqueceram que Deus quer Nossa ALMA SANTA PARA JUNTAR-SE A ELE.
    Rezemos , Rezemos e Rezemos , pois quem crê restará somente a Fé em meio ao caos que logo virá para todo mundo e para todos . Deus nos Abençõe !!!

  30. Queria perguntar ao sr. Inácio o seguinte: em qual trecho Sua Santidade disse EXPRESSAMENTE para os católicos não votarem em José Serra?

    Como o senhor sabe melhor do que eu, em nenhum trecho, pois esse trecho não existe. Bento XVI, além de culto, é um perfeito cavalheiro e jamais trataria de política ou, melhor dizendo, de partidos, mesmo porque seria se imiscuir em assunto fora da alçada do Magistério Pontifício; parafraseando o nosso Joaquim Nabuco, dir-se-ia que Sua Santidade prefere a política com P maiúsculo.

    É preciso não confundir Política (que vem do grego “Polis”, que quer dizer “cidade” ou “comunidade”, etc) de Política-Partidária, ou de Partidos.

    Política diz respeito a todos nós e é só na medida em que a “Polis” está ameaçada, como agora, que os bispos se metem para orientar os fiéis no tocante às suas obrigações.

    Regimes políticos, formas de governo, agremiações partidárias, esse ou aquele candidato – a Igreja é indiferente. Jamais foi pretensão da Igreja impor regimes políticos ou sistemas econômicos. Sua missão, dada por Deus, é salvar as almas. Seu governo não diz respeito aos negócios públicos, mas aos ESPIRITUAIS. Em matéria de política, tudo o que ordena é o respeito ao direito natural e à doutrina católica, sem as quais a “Polis” vai pro brejo.

    É por isso que o sr. José Serra não pode, em absoluto, ser o candidato oficial da Igreja, como querem alguns apressadinhos. Mesmo se fosse um primor de catolicidade, bispo algum, em nome da Igreja, poderia intimar o seu rebanho a dar-lhe o voto.

    Houve naturalmente, ao longo da história, momentos em que a Igreja, como instituição, teve de intervir diretamente na luta partidária, a saber: quando Pio XII apoiou o Partido Democrata Cristão, de Alcide de Gasperi, depois da longa ditadura mussoliniana, contra a insolência do Partido Comunista Italiano; e, mais próximo de nós, durante os áureos tempos da Liga Eleitoral Católica, quando o prof. Plínio Corrêa de Oliveira, então um jovem jornalista, foi maciçamente sufragado pelo admirável povo paulista e se tornou o mais jovem e mais bem votado deputado à constituinte de 1933.

    Da mesma forma que as Forças Armadas só intervêm quando o exige a segurança nacional, às vezes faz-se necessário que a Igreja intervenha no jogo partidário, seja como instituição, seja através do notáveis sacedotes que se destacaram como parlamentares, a exemplo do Monsenhor Arruda Câmara, constituinte em 33 e 46 e deputado até sua morte, em 1970; e do Padre Calazans, senador da República e ponta-de-lança do movimento popular que presidiu a Contra-revolução de 1964.

    Já o sr. Luciano exortou a todos a votarem “13”, ou seja, na d. Dilma Rousseff.

    Só queria dizer o seguinte: o sr. Serra, como dito acima, está muito distante de ser o candidato ideal dos cristãos. Não sei se sua esposa cometeu aborto, mas, se o cometeu, só temos a lamentar e rezar a Deus para que ela se arrependa sinceramente.

    Acho, particularmente, que devemos votar no sr. Serra por um motivo bem simples: pesando concretamente os prós e contras, ele é o menos ruim; entre a esquerda da esquerda e a direita da esquerda, fiquemos com esta.

    Não sei de relações diretas do sr. Serra com as FARC e outros grupos criminosos, ao contrário do PT e do sr. Lula. O máximo é o sr. Fernando Henrique Cardoso, membro do PSDB, que pleiteia a legalização das drogas. Ora, ele não é suficientemente tolo para ignorar que, ao legalizar o consumo de drogas, é legalizar o seu comércio e, portanto, transformar as FARC a empresa mais próspera da América Latina; é, realmente, dar o continente de bandeja para o comunismo. Deve ser motivo de alívio o sr. Fernando Henrique não estar fazendo campanha pelo sr. Serra, como o sr. Aécio Neves por exemplo.

    Por fim, o que não tem cabimento é esse sr. Luciano exortar a todos que votem em Dilma, que é “a favor da vida”, e anatematizar os bravos bispos que denunciam o caráter totalitária e anti-cristão do PT.

    Sugiro aos srs. Inácio e Luciano irem pregar em outra assembléia, que esta é bem católica e não se mistura com assassino, demagogo, pederasta, ladrão e maconheiro.

  31. Votar em Dilma é loucura, ela em uma entrevista no Bom Dia Brasil, deixou claro a posição sobre o aobrto e principalmente falou para o repórter que a pessoa doente tem o direito de escolher se quer ficar com os aparelhos ligados ou não, ou seja, deixou claro que também é a favor da eutanásia.
    Sou católica apóstólica romana, sigo a Igreja de Bento XVI. – FORA DILMA!!!!

  32. Oportuna a expressão de SS Papa Bento XVI, fazendo alusão ao acontecimento do próximo dia 31, que são as eleições para presidente do Brasil. O Brasil é eminentemente católico e devoto o seu povo no que emana do
    Vaticano.

  33. O Papa foi incisivo. Não se pode votar em candidato abortista.
    Este site está de parabens por sua denúncia contra o PNDH-3, de modo altamente esclarecedor. Aliás, foi uma atitude muito inteligente, não falou em candidatos, mas deixou claros os princípios.
    Lembro que a candidata do PT, em seu programa de governo, publicado alguns dias atrás, se negou a colocar que iria vetar projetos abortistas.

  34. A Historia é a mestra da vida (Cícero) e enquanto tal nos deixa licoes preciosas. Lamentavelmente somos tendentes a esquece-las. Há oitenta anos o PT alemao (Partido dos Trabalhadores da Alemanha ou simplesmente partido nazista) tinha tambem um líder “carismático”, um projeto totalitário e anti-cristao, feroz perseguidor da Igreja, favorável à reforma agrária e da eugenia social (chegou mesmo a aplicar a eutanasia em idosos e doentes mentais). O PT nazista acabou dominando todas as estruturas do Estado e ninguem mais segurou seus membros. Calaram a boca de seus adversarios através de ameacas, difamacoes e assassinatos e depois partiram para a conquista da Europa. O resultado foi o apocalipse da Segunda Guerra Mundial com seus 40 milhoes de mortos e suas sequelas.
    O PT brasileiro nos coloca na mesma trilha de seu antecessor alemao, o PT nazista. É grande o perigo de rolarmos para abismos identicos nos quais se despencou a Alemanha no século passado.
    Em boa hora alerta o Santo Padre para o dever de os catolicos nao votarem em partidos cujos programas e projetos (veja-se o PNDH 3) desprezam a Lei de Deus, em particular a vida humana.
    Gracas a Deus o Papa falou. Já era hora. Agora cabe aos senhores bispos brasileiros seguirem o exemplo do Papa e cumprirem seus deveres de Pastores, alertando suas ovelhas. Ainda há tempo. Nada está perdido. Caso nao o fizerem podem se tornar eventualmente responsáveis perante Deus e o povo brasileiro por incontaveis desgracas que venham a cair sobre nossas cabecas.
    O povo brasileiro é em sua esmagadora maioria cristao e nao pode permitir que um partido anti-cristao e totalitário como o PT continue no poder. É hora de sair da modorra, minha gente!

  35. Muito bem vindas as palavras de Bento XVI sobre as eleições, encarecendo a obrigação dos bispos brasileiros de tomar posição pública contra o aborto. E não só sobre o aborto mas englobando o péssimo PNDH-3, dito de “defesa” dos direitos humanos, mas que na realidade visa acabar com qualquer direito verdadeiro e legítimo, e pretende implantar uma sociedade atéia, num país como o nosso, de maior população católica do mundo e que rejeita majoritariamente o aborto, o dito “casamento” homossexual, a eliminação da propriedade privada, e a série de pontos mais tratados nesse malfadado Plano. As palavras do Sumo Pontífice são especialmente oportunas neste momento em que os candidatos tentam calar sobre o aborto, pois perceberam de que modo radical o Brasil todo é contra, e pretendem com esse silêncio distrair os eleitores desse tema que os leva à derrota. É nosso dever comentar em nossos meios essa atitude de Bento XVI, procurando manter bem à tona a clara rejeição que todos temos ao aborto. Precisamos manter candente esse ponto crucial, para dessa forma assegurarmos que sejam derrotados os políticos que ousam enfrentar a Lei de Deus. Como bem lembra o Sumo Pontífice, confiemos em Nossa Senhora Aparecida. E façamos nossa parte.

  36. José Serra aprova aborto e pílula do dia seguinte enquanto Ministro da Saúde de FHC

    A lei brasileira permite a realização do aborto em duas situações: quando a gestação coloca em risco a vida da mulher ou quando a gravidez é resultado de estupro. Embora prevista desde 1940, somente em 1998, com uma norma técnica assinada pelo então ministro da Saúde, José Serra, é que a interrupção da gravidez resultante de violência sexual passou a ser oferecida nos serviços públicos de saúde.

    Além do aborto legal, o manual de 1998 relacionava uma série de medidas de emergência para as vítimas de violência sexual. Entre elas, medicamentos para evitar doenças infecciosas e outro ponto bastante polêmico: a pílula do dia seguinte.

    Remédio feito à base de um hormônio, a pílula já havia sido mencionada em um outro documento, de 1996, sobre planejamento familiar. O manual havia sido precedido por uma lei sobre o assunto, assinada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso e pelo ministro da Saúde da época, Adib Jatene. O método somente ganhou força a partir de 2000, quando o Ministério da Saúde passou a comprar e distribuir o medicamento de forma a suplementar as aquisições feitas por Estados e municípios.

    As duas medidas, aplaudidas por especialistas em saúde pública e grupos feministas, foram duramente criticadas por setores religiosos.

    No caso da pílula, sob a justificativa de que o remédio era abortivo. “Essa é uma alegação inconsequente, inconsistente. Nenhum estudo científico comprova essa hipótese”, afirma o ginecologista Jefferson Drezett, integrante do Consórcio Latino-Americano de Anticoncepção de Emergência.

    Drezett sustenta que todas as pesquisas recentes mostram que a pílula age retardando a ovulação ou impedindo o encontro do espermatozoide com o óvulo, exatamente o mesmo mecanismos dos demais métodos contraceptivos. “Religiosos demonstram grande teimosia em aceitar constatações científicas.”

    O uso da pílula do dia seguinte é apontado por especialistas como uma das causas da redução tanto no número de abortos legais realizados pelo sistema público quanto das curetagens, relacionadas ou não a abortos espontâneos. Uma tendência animadora, sobretudo quando se analisam dados gerais. De acordo com o ministério, uma em cada sete brasileiras de até 40 anos já fez um aborto.

    Campanhas. A polêmica sobre o aborto não reflete a posição que o Brasil tem adotado no cenário internacional. Problema de saúde mundial, a interrupção da gravidez foi um dos temas tratados durante a Conferência do Cairo, organizada pelo Fundo das Nações Unidas para População e Desenvolvimento Humano. No encontro, em 1994, o Brasil assumiu o compromisso de rever a criminalização do aborto.

    “O tema, que deveria ser discutido dentro da saúde pública, passou a ser alvo de um verdadeiro cerco aos candidatos por grupos conservadores”, avalia Telia. Os exemplos são vários. “A derrota de Lula nas eleições de 1989 para Collor, depois do episódio Lurian, é uma delas”, avalia.

    Em 2006, Jandira Feghali que concorria a uma vaga pelo PC do B ao Senado também foi alvo de uma campanha contrária, organizada por religiosos que condenavam seu empenho em favor do aborto. “Diante de tanta pressão, é natural que candidatos procurem não se manifestar de forma clara sobre o assunto. Mesmo o presidente Lula, quando concorria à reeleição em 2006, dizia-se contrário à interrupção. É um vespeiro, que muitos preferem não mexer, pelo menos durante a disputa.”

    fonte: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20101007/not_imp621651,0.php

  37. Todo mundo sabe e senão quiser dar uma de maluco agora, que a lei que discriminalizou o aborto no Brasil provém do governo de FHC da qual Serra aprovou o aborto como ministro da sáude para os casos de estupro e mal formação do feto. Por isso vamos votar em quem é a favor da vida: 13 neles e fora esses Bispos traidores da nossa Santa Igreja.

  38. Evidentemente um católico jamais poderia votar em Dilma e em qualquer candidato do PT, pois se trata de um partido que expressamente apóia a liberação do aborto. Como Serra não apóia a liberação do aborto e nem o PSDB tem isso em suas resoluções, então ele acaba sendo a melhor opção.

  39. Sua Santidade foi bem claro: não se pode votar em candidato abortista ou que querem destruir a familia. Os mentores do PNDH-3 que ponhas as barbas de molho, começando pela Dilma que é capaz de dizer e se desdizer com minutos de diferença.

  40. O PT é um partido que se mostra totalitário e ainda quer se dizer perseguido, caluniado. Eles processam, caluniam, perseguem todos aqueles que não concordam com o projeto de governo de sua candidata. O caso dos folhetos de Guarulhos demonstra quem são eles!

  41. Ótimo. Aliás, a característica do Bom Pastor é oferecer indicações claras à medida da circunstâncias do rebanho. Como é oportuna esta orientação!
    Como sugeri poucos dias atrás, há necessidade de Doutrina Social da Igreja, e até o detalhe de… Catecismo ! Reafirmo a sugestão: Que o IPCO, Revista Catolicismo façam uma explicação de aonde vai dar o PNDH 3, e conclua com Apêndice de um CATECISMO SOCIAL, aquela parte que falta ao Catecismo tradicional, algo simples, mas fulminante. Que tal formulário se preste para futuros embates que virão.
    Agora é o Papa que fala: precisamos mais convite ?

  42. Agora fica claro que bispos valentes e zelosos como Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, de Guarulhos, Dom Aldo Pagotto, da Paraíba, e outros que agora esqueço os nomes, estavam cumprindo sua missão como o Papa quer. Mas eles são muito poucos. O que vão dizer agora os omissos? E os que foram contra eles? Vão se arrepender ou vão continuar fora da Igreja de Bento XVI, embora usando seus títulos de pastores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here