Aos “american boys”, um chamado à cavalaria!

summer_camp_pa_2007_04Desde o inicio de sua atuação junto à juventude americana na década de 1970, a TFP Americana tem patrocinado acampamentos para os “american boys” (garotos americanos) em muitas partes do país, com o objetivo de formar contra-revolucionários com os ideais da militância católica.

No verão de 2002 deu inicio a uma nova face deste apostolado, com o primeiro Call to Chivalry Camps no interior do estado de Louisiana.

Este primeiro acampamento, centrou-se nos princípios da cavalaria, revelando uma excelente oportunidade de incutir o heroísmo e a coragem do católico militante nos jovens. Com uma combinação de oração, palestras, passeios e jogos, a TFP Americana faz com que o programa seja adequado para as gerações mais novas.

Com a crescente popularidade dos acampamentos, durante o decorrer do ano, nos estados de Arkansas, Texas, Califórnia e Pensilvânia outros acampamentos são realizados. Nestes acampamentos os participantes aprendem que os cavaleiros não são figuras do passado. Ao contrário, eles são levados a adotar o mesmo código da cavalaria nos seus próprios ambientes.

***

summer_camp_pa_2007_02Desta vez, tendo como tema principal os heróis e santos da Espanha Católica, no interior de Pensilvânia, Estados Unidos – foi realizado do dia 8 ao dia 18 do mês de julho mais um Call to Chivalry.

O local do acampamento foi na Academy Saint Louis de Montfort com a participação de 55 “american boys”.

Num ambiente de muita vivacidade, mas também de muita seriedade, os jovens participantes puderam conhecer, o que em nossos dias é muito raro, a história dos grandes feitos da Espanha católica. A vida de São Fernando de Castela, que incorporou as virtudes de um cavaleiro e Rei ou ainda a história de Don Pelayo, herói católico que começou a reconquista da Espanha de uma caverna abandonada conhecido como Covadonga, foram um dos temas tratados nas palestras dadas pelos professores da Academy aos participantes, que acompanhavam as reuniões atentamente.

***

A cavalaria é como um arco gótico, onde se alia não só a espiritualidade mariana, como a prática frequente do Santo Rosário, a Comunhão diária e confissão, mas também, a combatividade e a dedicação por uma grande causa a serviço da Igreja e do Papado.

Por esta razão, durante o acampamento, os jovens foram para uma cidade ao lado chamada Lewisburg, para participar de uma campanha pró-vida contra o aborto. O público que passava de carro, vendo jovens com placas de buzine, terço na mão e entusiasmados, procuravam de alguma forma apoiar a campanha.

No último dia, depois de intensas atividades, que não comporta neste artigo, foi realizado os jogos medievais que constava em corrida de obstáculos, Dodge Ball, jogo do escudo e etc. No final dos jogos medievais foi rezado um terço em conjunto, percorrendo os arredores da propriedade.

Mas, o melhor ainda estava por vim.

Quando o sol, em seus últimos lampejos se projetava sobre as árvores deixando um ambiente muito sereno no acampamento, deu início ao banquete medieval, que foi servido como prato principal a famosa paella espanhola.

Em seguida, um toque de trompete anunciou a entrada da sobremesa, um bolo feito como réplica do Castelo de Manzanares. Cada participante do acampamento recebeu uma placa em relevo com a imagem de El Cid, o herói que incorporou em si o espírito de luta da Espanha católica.

Com o término do banquete medieval, chegou também o fim do acampamento.

O fim do acampamento sim, mas também o inicio de uma nova face na vida desses jovens, que com as bênção de Nossa Senhora e com a ajuda dos heróis católicos, se empenharão em promover em seus próprios ambientes a restauração dos valores morais da Civilização Cristã nos Estados Unidos, provando mais uma vez que as virtudes da cavalaria ainda vive em nossos dias.

 

 

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome