Afie seus argumentos: download gratuito do Catecismo Contra o Aborto

Download do livro Catecismo contra o Aborto
Catecismo contra o Aborto

No formato perguntas e respostas, o Padre David Francisquini aborda o tema para solidificar nos cristãos o quanto é abominável a prática do aborto.

Faça aqui o download gratuito do livro.

Se preferir a edição impressa, clique aqui ou acesse fundadores.org.br/AbortoNao/.

 

5 COMENTÁRIOS

  1. O que me deixa perturbado é que a mulher que faz o aborto, antes disso teve um relacionamento intimo com algum homem que desaparece. Ele é o grande responsável pelo seus atos. Porque os pais não ensinam ao menino a ter respeito às meninas e jovens? Onde a responsabilidade deles começa? Onde está o exemplo do pai, já vi isso antes, que sai de casa e fica “conversando com outras mulheres e é visto pelo filho, e depois mente ou pede ao filho que não diga nada em casa. E apoia a atitude do filho que age da mesma maneira pelo exemplo recebido. É esse o contributo de muitos pais para a sociedade. A filhinha recebe o namoradinho em casa e os pais não falam nada, não conversam a respeito e depois que a filha aparece gestante, dizem que isso acontece nas melhores familias. Claro!
    Meu pai que era lavrador, roceiro me deu uma orientação sexual, dizendo: Filho quando a gente sai procurando um cabo de enxada, olha bem para ver qual serve de acordo com a espessura do oho da enxada. Não pode ser fino nem grosso demais, para não prejudicar o guatambú. Uma vez escolhido, todos os outros ficam para lá. Assim se deve fazer com as namoradas: uma vez escolhida a moça para o casamento, as demais devem ser deixadas para lá.

     
  2. @Otávio Pacheco
    Interessante!!! Você só se preocupa com a vida da mulher que morre por fazer um aborto ilegal. É o feto que já é uma vida? Não conta nada pra você? Já pensou se sua mamãe por qualquer razão tivesse decidido aborta-lo? O dia que a nossa sociedade voltar valorizar e amar de fato a vida, ai sim teremos desenvolvimento. O principal atraso que estamos vivendo tem sido a banalização dos principais valores.

     
  3. Concordo inteiramente com o sr. Otávio Pacheco: isso é um atraso em nossa sociedade.

    Se fosse regulamentado, isto é, se o Poder Público, lançando mão de sua autoridade, e em obediência às gloriosas tradições cristãs da nacionalidade, fechasse todas as clínicas de extermínio de seres inocentes e encarcerasse os bandidos responsáveis por elas, e atualizasse a legislação referente ao assunto, realmente muitas vidas seriam poupadas.

    A vida das mulheres, entregues a (anti) profissionais de saúde, e a vida de milhares de crianças, chacinadas, e da maneira mais covarde e estúpida…

    Não existe pior assassinato que o aborto…@Otávio Pacheco

     
  4. O serviço prestado à Cristandade e ao Brasil pelo pe. David Francisquini não se pode medir por palavras.

    Ao ilustre e venerando prelado tomo a liberdade de me dirigir, humildemente, rogando a sua bênção, e agradecendo-lhe o seu denso e claro “Catecismo contra o aborto”, que V. Revª houve por bem dar à luz.

    Não deixa de ser curioso como determinadas obras, em geral de leitura indispensável, recebem tratamento, senão hostil, ao menos de cristalina indiferença, quando não de indisfarçável zombaria, por parte das “grandes” livrarias. Lamentavelmente, a obra do pe. Francisquini engradra-se nesse catálogo, por assim dizer, marginal, porque claramente censurado pelos agentes da chamada Nova Ordem Mundial.

    Só gostaria de dizer que, atualmente, trabalho no projeto de uma livraria, a ser estabelecida (com a graça de Deus) em área nobre de São Luís-MA, em cuja vitrine estará certamente exposta a obra do pe. Francisquini. Longe de mim querer utilizar este espaço para fazer propaganda, mas termino dizendo que minha principal intenção é fundar uma livraria que funcione como uma espécie de centro de resistência – literalmente…

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome