Agronegócio baiano gera mais de 60 mil empregos por ano

Plantações irrigadas no oeste da Bahia; cada círculo tem circunferência de 3,6 km e é atendido por sistemas que custam R$ 400 mil cada um para suprir uma área equivalente a cerca de 100 hectares de terra
Plantações irrigadas no oeste da Bahia; cada círculo tem circunferência de 3,6 km e é atendido por sistemas que custam R$ 400 mil cada um para suprir uma área equivalente a cerca de 100 hectares de terra.

Além de gerar um PIB regional que já chegou a R$ 12 bilhões, o Agronegócio do Oeste da Bahia também movimenta a economia de outros estados

Com 2,5 milhões de hectares plantados e uma previsão de colher 8,9 milhões de toneladas de grãos e fibras na safra 2014-15, o Agronegócio do Oeste da Bahia deverá gerar, nesta safra, cerca de 60 mil postos de trabalho, entre diretos e indiretos, nas culturas de soja, milho e algodão.

Além de gerar um PIB regional que já chegou a R$ 12 bilhões, o Agronegócio do Oeste da Bahia também movimenta a economia de outros estados. 70% dos grãos produzidos no Oeste da Bahia tem como destino final a transformação em ração para fomentar os polos de aves, suínos e de gado de leite e corte na Bahia e no Nordeste.

“Indiretamente, estamos produzindo carne, leite e ovos para alimentar a população com quantidade, qualidade e baixo custo, além de gerarmos milhares de empregos nestas regiões”, afirmou Júlio Cézar Busato, presidente da Aiba.

Para cada emprego criado no campo, surgem três novos postos de trabalho fora dele. Quem não encontrar emprego no Agronegócio, vai achar indiretamente nele.

Fonte: Agrolink com informações de assessoria

 

4 COMENTÁRIOS

  1. O agronegócio é o sucesso do sistema da “livre iniciativa”, por alguns também chamado de “capitalista”, como existe uma corrente política/ideológica que quer ver o atual modelo,substituído por outro, chamado “socialista”, para alcançar seu objetivo, procuram por todos os meios sabotar seu funcionamento, criando leis, impostos, desapropriando terras, em benefício de minorias, (quilombolas e índios) de modo a tornar a vida do proprietário rural um calvário! Isto para não falar na constante ameaça de invasão por parte do MST!
    Em não podendo apresentar algo melhor, tentam minar o
    funcionamento do modelo existente, para na comparação, sua proposta levar alguma vantagem!

     
  2. Então porque existe tanto desemprego no Estado da Bahia?

    A Bahia lidera o Bolsa Família com 6,5 mi de beneficiários!
    A Bahia fechou 2013 com 42,7% da sua população cadastrada no Bolsa Família. As mais de 1,8 milhão de famílias baianas atendidas pelo programa fazem do Estado o primeiro em número de beneficiários no Brasil.
    “A Bahia é um estado que tem índices de pobreza acima da média nacional e é bastante grande em termos de população. Por isso, acaba sendo o que tem o maior número de beneficiários e, com isso, recebe um número grande de transferências”
    http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/bahia-lidera-numero-de-beneficiarios-do-bolsa-familia-no-pais/

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome