Daniel Martins

Brasão Arcebispo Rio de Janeiro
Túnel: 3 organismos da CNBB pedem aplicação do PNDH-3 junto com entidades homossexuais e pró-aborto. Alívio: Regional Leste 1 ataca o PNDH-3

Os  Bispos do Rio de Janeiro (Regional Leste 1) publicaram a respeito do 2º turno uma nota alentadora no dia 18/10 p.p.

Cito diretamente o trecho que me deu mais alívio:

“Renovamos a nossa crítica ao PNDH-3, mesmo depois de ter sido retirada a proposta da legalização do aborto, porque foi falaciosamente indicada como “questão de saúde pública”.

O texto ainda critica o PNDH-3 pelo modo como trata “vida, família, educação, liberdade de consciência, de religião e de culto, de propriedade em sua função social e de imprensa” (Cfr. Íntegra)

“Qual a razão do alívio?” – perguntará alguém. “Não é normal que bispos se pronunciem contra um absurdo como é o PNDH-3?”

A coisa mais normal do mundo é viver sob a luz do sol. Seria forçado alguém dizer: “Estou aliviado hoje, pois vejo a luz do sol!”. Diríamos que é um pedante, um poeta fracassado, ou alguém que não tem mais o que dizer. Entretanto, compreende-se facilmente que os 33 mineiros do Chile tenham exultado de ter visto, depois de tanto tempo, a luz do sol.

Estamos em um túnel escuro há dias: já noticiamos neste site que 3 órgãos da CNBB estão de mãos dadas com 125 organizações homossexuais, várias pró-aborto e outras do tipo MST, em campanha pela aplicação integral do PNDH-3! Para um católico, há escuridão maior? (saiba mais)

Daí meu alívio ao ver uma parte dos bispos – e a Regional Leste não é a única exceção – se pronunciando claramente contra o aborto e o PNDH-3. Cresce assim nossa esperança de ler e ouvir mais e mais pronunciamentos episcopais contra o malfadado Programa.

Entretanto, alívio e esperança não bastam. São atitudes boas, mas um tanto passivas.

Por isso convido o leitor para três ações rápidas e eficientes:

1 – Escreva à Secretaria da CNBB para que o Conselho Permanente retire com urgência o apoio à aplicação integral do PNDH-3, junto com tantas associações pró-aborto e homossexualismo. Clique aqui

2 – Escreva aos 3 bispos signatários manifestando sua solidariedade com o pronunciamento do Regional Leste 1 (Rio de Janeiro) Clique aqui.

3 – Convide 5 amigos a fazerem o mesmo, usando o sistema de compartilhamento abaixo.

 

7 COMENTÁRIOS

  1. Salve Maria.

    Obrigado pelas muitas mensagens que me mandam.
    Penso que é providencial o CASO que se estabelece
    no Brasil.
    Ótimo que Bispos se manifestem. não é para menos,
    porque há um novo Papa, um pouco diferente.
    E o Episcopado se divide, isso mostra a crise da
    Igreja, que como fato, é bom que se explicite.

    Acho que estamos numa crise como da RA-QC e
    por isso o MELHOR de tudo seria, para o futuro
    embate PNDH 3 que o IPCO elaborasse um
    Estudo denunciando, e com um Apêndice:
    CATECISMO SOCIAL – que não existe
    ainda no catecismo tradicional.
    Quanta falta faz !

    Tal Catecismo será uma trincheira intransponível,
    que nos facilitaria muito a Contra-Revolução.

    O Povo é desinformado da Doutrina Social da Igreja,
    a não ser pelo ângulo errado.

    Obrigado, em Jesus e Maria. Luiz Antonio.

     
  2. Sugiro, com humildade e abertura a boas sugestões, o seguinte texto para a Secretaria da CNBB:

    Reverendíssimos Padres Antônio Silva da Paixão e José Ernanne Pinheiro,

    Sou Católico Apostólico Romano de Batismo, alma, coração, cabeça e conduta (apesar de pecador!) e a Cristandade é o meu maior “título acadêmico/honorífico”, o único que basta. Por isso rogo a Vossas Reverendíssimas, compartilhando tantos e tantos sentimentos leigos e clericais Brasil afora, que intervenham para que o Conselho Permanente retire com urgência e publicidade o apoio à aplicação integral do PNDH-3, dado juntamente com tantas associações pró-aborto e homossexualismo, algo que choca o Corpo de CRISTO e grita até os Ceús!

    Não é possível ser “sim” e “não” ao mesmo tempo. Tampouco é possível agradar a DEUS e aos homens simultaneamente. E para piorar, o dito apoio agride também os homens: tanto nós que defendemos a Vida e a família natural, quanto, no fundo, no fundo, os próprios abortistas e homossexuais, pois tais grupos, se reforçados em sua própria condição infeliz, ficam privados da Luz e da verdadeira felicidade vindas do PAI. Certamente tal privação nada tem de misericordiosa, mas sim de “caminho fácil, largo”, relativista, imediatista, absenteísta; e não do Caminho, Verdade e Vida que é só JESUS. Como já declarado inúmeras vezes pelo Santo Padre o Papa Bento XVI, “O amor só se constrói na Verdade”, e a Verdade é que JESUS veio para que todos tenham vida (tema pretérito da Campanha da Fraternidade!) e que deixem ir a Ele as criancinhas. Além disso, se, de um lado, a pessoa que se sente homossexual é aceita e amada, do outro é verdadeiro que o homossexualismo é objetivamente repudiado pelo Altíssimo (conforme Levítico e Romanos por exemplo), exatamente pelo bem da pessoa, além de ser, sim, plenamente curável por DEUS ONIPOTENTE, como há casos inclusive de vários testemunhos (ex.: um rapaz chamado Mauro, que testemunhou essa cura na Canção Nova).

    Urge, pois, a retirada do referido apoio.

    Com Maria e na invocação do SANTO ESPÍRITO DE DEUS,
    Um abraço fraterno”

     
  3. Me espanta alguns aproveitadores como o Gabriel Chalita, se passou por religioso tinha ate um programa numa televisão católica, ex secretario da educação, e me sai por ai acompanhando presidenciais que é sabido são favoráveis ao aborto e PNDH3, e que neste instante está dizendo ser contra só para angariar votos, e o Gabriel lá falando bem e pedindo votos a ela, acompanhando a nas igrejas…esse cara na minha opinião não tem carater e como ela usou a religião para também angariar votos, e fala muito mal do partido que ele fazia parte, fala hoje por ser descarado, se tivesse um pingo de vergonha teria dito isso enquanto estava fazendo parte deste partido e não agora que pulou fora por interesse pessoal, este nunca mais ganha meu voto e podem estar certo que durante 4 anos todo dia soltarei uma matéria a esse respeito para que no próximo pleito ele se possível não mais se reeleja.

     
  4. A Igreja Católica Apostólica Romana embora atue por regiões epsicopais, deveria ter uma só fala e escrita enquanto VOZ DA IGREJA. É claro que em assunto “Bíblicos-Domesticos”, catequéticos-missionários a palavra flui e segue o curso da Evangelização até mesmo através dos leigos, quanto mais dos ministros ordenados. Contudo e apesar de tudo,em assuntos politicos dessas envergaduras, como o aborto, homossesuslismo, ideologias e tantos outros assuntos que venham a denegrir a sua imagem diante do mundo, os senhores Bispos, por suas dioceses e prelazias, deveriam a meu ver de leigo, se reunir até memso em conclave para decidir em algum manifesto a ser exposto à população, à nação. Isto porque deve acentuar e elevar a propria INFALIBILIDADE DA IGREJA E DO PAPA. Esse ascpecto tem deixado a desejar. Uma coisa me chamou a atençao em especial foi a visita do Santo Padre à Inglaterra. A manifestação popular contra o que ainda clamam por pedofilia na Igreja. O que me ensinou a manifestação ainda que pesada, é que até eles veem e querem a Igreja IMPOLUTA, SANTA, ILIBADA tal qual deveria se apresentar a todo o mundo em todos os tempos. Uma Igreja assim pode ser impossivel ao mundo de hoje, mas como em todos os tempos em todo o mundo assim A apresentou ao mundo o Senhor Jesus e por ela não só deu sua Vida, mas deu também o Espírito Santo e tornou Maria Santíssima a Mãe da mesma Igreja, o conceito de VIRGEM, PURA E BELA é o que todos querem. Como a Noiva que o proprio Cristo a quer desposar. Não é assim que os Evangelhos apontam como as BODAS DO CORDEIRO? Os proprios manifestantes, os protestantes, os contrários assim também a desejam. Esta Igreja é a que eles também querem. Dai se manifestarem no mesmo sentido. quem sabe querem participar das bodas, apenas não sabem como conseguir o convite. Logo uma Igreja com aquelas características que se projeta aos Céus, embora nesse mundo, precisa mesmo se apresentar INFALIVEL nesses assuntos que exigem unidade, uma fala profética firme e decidida sem ser subdidida por esta ou aquela região. SERÁ ISSO POSSIVEL EM NOSSOS DIAS COM TANTA COMUNICAÇÃO, MEIOS DE TRASPORTES FACILITADOS?

     
  5. São essas vozes que os abortistas mais temem. É preciso que os bispos falem claramente contra o pecado, como foi o pronunciamento do arcebispo Raymond L. Burke , divulgado aqui neste mesmo site.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome