Assistam à segunda parte da conferência promovida pelo IPCO, no Club Homs, São Paulo, no último 16 de junho sobre a polêmica causada pela Encíclica Laudato Si do papa Francisco.

Neste vídeo, Luis Dufaur, argentino, escritor e pesquisador do IPCO , faz um balanço geral das repercussões que a Encíclica causou nos mais diversos ambientes políticos, econômicos e religiosos.

Clique aqui para ver a primeira parte.

 

4 COMENTÁRIOS

  1. Meus irmãos
    A qualidade de suas publicações alegra-nos o coração. Gostaria de fazer algumas considerações sobre as belíssimas e sábias palestras sobre o conteúdo da encíclica sobre meio ambiente e esta ultima, sobre a qualidade da encíclica. Me confortaram o coração, mas não deixei de perceber também algumas desconsiderações a Toda a Palavra de Deus, que para nosso bem, compartilho com os irmãos. Nela nada falta, muito menos os sinais para cada tempo. O Mestre Divino enfatiza veemente a necessidade de se conhecer o tempo presente, conforme Lc: 12 ,56-57.
    No tempo presente os homens, influenciados pelo medo Europeu da Doutrina do Juízo,tem desprezado os Profetas e tratado o Livro de Apocalipse num inimigo. O que nosso Redentor nos afirmou, é que, ninguém sabe o dia e a hora, em que será deflagada a vinda Senhor, dentro do contexto do Grande Dia. Vejam bem, é óbvio que Jesus sabia que na crônica o ano é uma escala de tempo e de referencia importante, tal qual os tempos. Dessa forma, os tempos que antecedem o Grande dia estão bastante detalhados, e o ano pode ser perfeitamente calculado, usando como variáveis a Justiça e os fatos. A Justiça Soberana, fixou como um milênio como um tempo perfeito e ideal para o Reino do Cristo premiar os Justos.O dominador desse mundo, desde a tentação no deserto, quando ofereceu o reino do Mundo ao Nosso Salvador, tem sido pródigo em espalhar seu joio pelos canteiros do Rei Vencedor. Ora, isto aconteceu por volta ano 30, conforme a tradição do início da vida pública de Jesus. Jesus em ensinamento no Evangelho atribui o início do governo do dominador com a chegada de João Batista, o que não varia muito a data de origem com relação ao ano. Desta forma estamos há 1986 anos aproximadamente do início do domínio que aí está. Assuntando o Provérbio .18. 5. ‘Não fica bem favorecer um perverso para prejudicar o direito do justo’.Não temos dúvida que não será dado um segundo sequer, para retardar o início do Reino dos Escolhidos. Determinado o ano do Grande Dia, í tomando-o como divisor a grande tribulação, fica claro o cronograma dos fatos nos tempos que o antecedem. Os profetas nos falas de secas, fomes, pestes e guerras. Mas também nos fala no tempo em que serão transformadas lanças em arados , armas em ferramentas de trabalho, e isto antes do Dia da Ira. Os Profetas não foram considerados pelos palestrístas, pois Isaías,Zacarias e Joel, descreve com bastante detalhe, muitos fenômenos, como as inundações litorâneas e que não haverá gelo nos dias que antecedem o Grande Dia. A Doutrina do Juízo, foi uma das razões primordiais da encarnação do Filho de Deus, formando a Trindade com a Doutrina da Ressurreição e da Encarnação do Verbo. Sem a Doutrina do Juízo impera a escuridão! A Doutrina da Encarnação nos dá força, a Doutrina da Ressurreição nos dá Alegria e a Doutrina do Juízo nos faz prudentes, e nos garante a Salvação no Juízo Final. É a falta dela a razão de toda violência que aí está, tal qual nos tempo de Noé e Ló, conforme nos lembrou o Senhor.

     
  2. Estimados Srs:
    Como siempre en forma erudita, valiente y brillante aportan ustedes el auxilio para una lectura fiel a la Tradicion Catolica del magisterio ordinario. Felicitaciones.
    El mayor peligro ecologico es la Revolucion.

     
  3. Estimados srs:
    Mi permanente aspiracion es laborar en la Cruzada del siglo XX- XXI- en defensa de la Civilizacion Catolica y la inspiracion de Don Plinio Correa de Oliveira.
    Por lo cual desde facebook procuro difundir sus principios.
    Somos un matrimonio catolico que ha constituido un Instituto ” Instituto ( los Sagrados Corazones de Jesus, Jose y Maria) de Nazareth

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome