Chávez lança nova campanha de saúde, com a colaboração “ideológica” de cubanos

Médicos cubanos1 poderão ser utilizados pelo governo da presidente Dilma Rousseff como uma brigada de doutrinação marxista das famílias do interior do país, dada a proficiência nesta matéria que lhes é assegurada desde os primeiros anos escolares cubanos, em contraposição à baixa proficiência médica que os exames de validação dos diplomas efetuados pelo Conselho Federal de Medicina têm disso prova insofismável: no último exame Valida de 2012 só 20 de um total de 182 graduados passaram.

O caminho já foi adotado pelo socialismo bolivariano de Chávez que levou de Cuba para Venezuela, sob o mesmo pretexto de cuidados pela saúde pública, milhares de médicos, acoplados a uma máquina de vigilância policialesca sob o comando de um alto dirigente cubano.

*  *  *

Ramiro Valdez Menéndez2, um dos três chefes históricos da “Revolución Cubana”, junto com Fidel Castro Ruz e Ernesto “El Che” Guevara de la Serna conhecido como duro, implacável e cruel, não relutou a mando de “El Che” fuzilar opositores. Ocupou por duas vezes o cargo de Ministro do Interior e é considerado como um dos mais brutais e sanguinários repressores do regime cubano.

É o responsável direto pelos abusos cometidos nas prisões cubanas e por estabelecer uma rede de espionagem contra a população de seu país. Foi um dos principais arquitetos da criação das CDR (Comitê de Defesa da Revolução) e utilizou a Marinha Mercante Cubana para espionar os cubanos no exílio. Dirigiu em várias ocasiões o G2 (Agentes do Departamento de Segurança do Estado) cubano e um dos principais idealizadores da censura na Internet.

Com este currículo foi chamado, em 2009, pelo malfadado Hugo Chávez para solucionar a grave crise energética causada pelas medidas estatizantes do socialismo bolivariano. O Blog ResistênciaV58, partidários de uma resistência aos desmandos do governo bolivariano por vias pacíficas, afirma que amplos setores da opinião pública venezuelana temem que “Este individuo não vem resolver o problema elétrico venezuelano. Vem assessorar o racionamento elétrico e a repressão na Venezuela.”4

A infortunada Venezuela que assumiu o caminho da importação de contingentes de “especialistas” cubanos, primeiro de médicos, depois assessores militares que já ocupam altos postos de mando no Exército venezuelano e, por fim, entregando o cuidado da solução da crise energética – eufemismo para vigilância e repressão interna – nas mãos do vice-presidente do Conselho de Estado de Cuba torna-se um governo títere de Havana e aponta para o futuro caminho que o Brasil tenderá a percorrer caso os primeiros passos com a importação de “médicos” cubanos se efetive.

Fonte:

1 – (Médicos cubanos na Venezuela, leia mais: http://ipco.org.br/home/internacional/medicos-cubanos-fogem-da-venezuela)

2 – http://resistenciav58.wordpress.com/2013/01/15/quien-es-ramiro-valdez-menendez-cuba/

3 – Os Comitês de Defesa da Revolução, CDR, foram fundadas em 28 de setembro de 1960, em Cuba, com o papel de desempenhar tarefas de vigilância coletiva contra a interferência externa e os atos de desestabilização do comunismo.

É a mais poderosa das organizações cubanas que tem a mobilização dos partidários da Revolução como um de seus objetivos principais. Também participa em tarefas de saúde, higiene e de apoio à economia e de promoção da participação cidadã em distintos âmbitos, como na participação nas eleições ou nas assembleias.

4 – http://resistenciav58.wordpress.com/2013/01/15/quien-es-ramiro-valdez-menendez-cuba/

 

 

 

5 COMENTÁRIOS

  1. ESTÁ PASSANDO A HORA DO BRASIL MUDAR O GOVERNO.

    SEMPRE LEMBRANDO QUE COMUNISMO E MISÉRIA ANDAM DE MÃOS DADAS COM
    A FALSIDADE IDEOLÓGICA, E QUE, AINDA HÁ AVE RARA QUE NÃO VOA,

    PAZ E BEM À TODOS DO BEM.

     
  2. Nilo Sergio:
    A região amazônica necessita urgentemente de assistência médica, é claro e evidente. A não ser os missionários que se deslocam com fervor humanitário para aquela região, quais médicos brasileiros querem ir para lá? Estão disponíveis para atender aquela população carente, ou só há interesse de atender a população urbana? Sou contra a importação de médicos, sejam de que país for, más não podemos ignorar a necessidade daquele povo sofrido.

     
  3. A região amazônica necessita urgentemente de assistência médica, é claro e evidente. A não ser os missionários que se deslocam com fervor humanitário para aquela região, quais médicos brasileiros querem ir para lá? Estão disponíveis para atender aquela população carente, ou só há interesse de atender a população urbana? Sou contra a importação de médicos, sejam de que país for, más não podemos ignorar a necessidade daquele povo sofrido.

     
  4. Muito boa matéria !! para bens, informação EXATA concreta e bem real as “habilidades” que eles tem são de antiga data as pregações troskistas,marxistas,leninistas,maoistas,comunismo que não tem nada de solidariedade e sim de submeter as populações ao medo e ao terror à destruição e a anulação das tradições dos países onde eles conseguem se infiltrar.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome