O "navio de inteligência" Viktor Leonov SSV-175 em Havana.  Embora os navios russos não sejam muito mais modernos que o taxi,  o expansionismo militar da "nova-URSS" é preocupante.
O “navio de inteligência” Viktor Leonov SSV-175 em Havana. Embora os navios russos não sejam muito mais modernos que o taxi, o expansionismo militar da “nova-URSS” é preocupante.

Parecia impossível – escreveu no “El Nuevo Herald” de Miami o acatado colunista Andrés Oppenheimer – quando o ministro de Defesa russo Sergei Shoigu anunciou que a Rússia negociava estabelecer bases militares na Venezuela, Nicarágua e Cuba. 

Porém, após anexação russa da Crimeia e o retorno aos dias da Guerra Fria, o impossível virou assustadora realidade.

Pouco depois chegou a notícia de que o navio russo de espionagem Victor Leonov SSV-175 entrou sem anúncio prévio no porto de Havana, confirmando os negros prognósticos.

A agência de notícias russa RIA Novosti confirmou que, segundo o ministro de Defesa russo Sergei Shoigu, a Rússia “está planejando expandir sua presença militar permanente fora de suas fronteiras, abrindo bases militares em países estrangeiros”, inclusive na Venezuela, Nicarágua, Cuba, Vietnã e Singapura.


Pelo menos quatro navios de guerra russos visitaram a Venezuela em agosto, segundo o jornal “El Universal” de Caracas.

Sergei Shoigu, ministro russo da Defesa, já ameaçou
Sergei Shoigu, ministro russo da Defesa

Analistas políticos e militares de Washington acham que a Rússia visa de imediato criar estações de carga de combustível e apoio logístico para barcos e aviões. É algo menos dramático que bases militares, mas é assim que começa a escalada.

O nervosismo da Rússia é grande. Ela perdeu qualquer comparação de poder de fogo com a NATO, além de ter severos problemas financeiros para recompor os vetustos e enferrujados equipamentos da era soviética. 

Ela vendeu armamentos à Venezuela, Nicarágua e Cuba por mais de US$14 bilhões, 80% dos quais para a Venezuela, segundo a estatal russa de armamentos Rosoboronexport. Mas Caracas já não tem no que esbanjar, estando preocupada em conseguir feijão.

O PIB russo é inferior ao da Califórnia, da Itália e até ao do Brasil. Os sonhos imperialistas de Vladimir Putin colidem com a realidade quando tenta qualquer comparação com o poderio americano.

Porém, Putin tem uma arma secreta. Ela é psicológica e pode mudar o equilíbrio de forças: a moleza e desprevenção que tomou conta do Ocidente.

Alguns republicanos em Washington estão começando a acordar. Também o teriam feito poucos deputados democratas. Eles temem o pulso fraco e a cabeça esquerdista de Barack Obama, sobretudo diante dos manejos russos na América Latina.

“Os russos estão se imiscuindo numa área em que os EUA descuidaram”, diz Roger Noriega, pesquisador do American Enterprise Institute de Washington e ex-chefe de assuntos latino-americanos do Departamento de Estado no governo de George W. Bush.

Essa moleza ocidental e a nostalgia da URSS por parte de Putin podem gerar uma situação paradoxal análoga ao do início da II Guerra Mundial. Os delírios de grandeza de Adolf Hitler prevaleceram sobre o pacifismo extremo de seus adversários, muito mais ricos e melhor armados.

A isso se acresce que a avançada do totalitarismo agressivo e anticristão que precipitou aquela guerra foi favorecida por misteriosas cumplicidades que Hitler encontrou no lado adversário. 

E Putin dá sinais de ter encontrado inesperados cooperadores, eclesiásticos e civis, onde menos se podia esperar… 

 

9 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente nao aparece nem uma voz contra isso tudo que esta acontecendo ,ja dizia Sir Winston Churchil ,para que o mal triunfe basta que os bons se omitam.

     
  2. É claro que o Brasil sob a batuta PeTralho-comunista-marxista plenamente favorável ao vermelho Putin, encoraja o baixinho russo invocado. Hitler também era baixinho. Qualquer semelhança física de estatura ou sonho expansionista pode ser mera coincidência. O uso de religiosos incautos e sequiosos pelo poder, é também muito semelhante.
    – Aliás, foi através da TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO nas comunidades eclesiais de base da ICAR que os comunistas conseguiram chegar ao poder no Brasil. Não sem antes convencer aos demais religiosos, os evangélicos, que o então candidato Lula, era a encarnação da “PAZ” e do “AMOR”. Menos de 12 anos após, quem está atento às transformações brasileiras, vê que o futuro é sombrio.

     
  3. O BRASIL PRECISA FICAR NEUTRO E FORA DESSA PORQUE NEM RUSSIA E NEM EUA
    E DE CONFIANÇA LEMBRA QUE O BRASIL ESTAVA SENDO MONITORADO P EUA E EXPLICOU QUAL A RASAO

     
  4. Aurélio Tasso de Miranda:
    A ex-URSS sempre usou do aparato militar para impressionar (aqueles fgoguetes intercontinentais, apresentados no dia 1o. de maio, e trombeteados pelas midia ocidental, nunca me enganaram -eram ôcos-). É lógico que devemos ter uma atençãopara esse “aparato”.
    Mas, o perigo que nos toca mais é a apostasia generalisada do clero católico, com a adoção da Teologia da Libertação, de substrato doutrinário marxista-leninista, apostasia fomentafada desde a Catedra de São Pedro . Os próceres da C.N.B.B. não me deixam mentir, com o cardeal Damaceno à frente.
    Só mais uma lembrança: essas bases navais são financiadas, entre outros, pelo govêrno brasileiro. Não ?

     
  5. Quem precisa abrir os olhos são os brasileiros, pois o governo do PT deve estar doidinho para que os russos criem suas bases nesse países citados.
    O Exército, a Aeronáutica e a Marinha Brasileiras devem alertar para os detalhes de proteger nossas fronteiras com os países vizinhos, inclusive fiscalizar e coibir a infiltração através do Acre, Rondônia, e outros Estados que fazem fronteira com os países citados anteriormente.
    O PT não pode continuar a fazer o que quer. O PT rasgou a Constituição não respeita ninguém.

     
  6. Não tenham dúvidas sobre as bases de “apoio” aos anseios comunistas não é de hoje esse roteiro; nos idos anos setenta a então KGB já contava com estruturas logísticas e de agentes de campo agindo na América Latina.
    Um desses exemplos foi um carregamento de grandes caixotes declarados como material “diplomático-tarja verde” que desembarcou no porto de Rosario (Argentina) e foram depositados em uma área fechada que estava reservada como “zona franca da Bolívia”, por meio de ações da inteligência argentina soubesse que esses caixotes na realidade eram módulos de grande tamanho fazendo parte todo o conjunto de uma estação de radio transmissores e receptores de grande alcance tendo amplificadores lineares de radio frequência para aumentar ainda mais o leque de operações.
    Estes equipamentos estavam com guias de transporte como procedentes da Romenia e não da Russia e o contato que tinham os russos em Rosario era um integrante da inteligência militar, quem ajudava a estes comunistas e bebiam café no escritório que este agente tinha em uma Rua estreita chamada passagem Pam,centro de Rosario.
    Devemos zelar e cuidar a Nação destes fascínoras.

     
  7. Creio que foi no ano passado que a Veja publicou uma comparação de armamentos russos com americanos. No tocante a super porta-aviões os
    EUA tinham 6(nucleares)a Rússia apenas dois, sendo que um não funcionava de acordo.
    Recentemente o Primeiro Ministro Indiano fez um acordo com a Rússia
    para construção de super-caças semelhantes aos americanos, adiantando
    bilhões de dólares. Os protótipos mostraram-se ineficazes.
    Sobre a OTAN, no final do ano passado a Fox News publicou uma entrevista, que se presumia sigilosa, segundo a qual a participação da OTAN na derrubada do Kadafi foi de apenas 40%. A maior parte das ações coube ao EUA.

     
  8. A “NOVA RUSSIA, QUE MARAVILHA, A “RUSSIA MELANCIA”!
    Verde por fora, vermelha por dentro, e essa de dar uma de puritano do Putin, nada mais seria para ganhar os adeptos no Ocidente e depois na hora certa mostrar as garras; ele é velho conhecido agente da KGB e entende do riscado, além de ser religioso ortodóquissico, aliado de Cirilo I ex agente da KGB e grande mestre espiritual, tipo Dom Casaldáliga e associados, ele da cismática Igreja Ortodoxa Russa, todos gente de muito boa estirpe, grande evangelizadores da doutrina de Marx, como a TL.
    Mas os russos parecem serem medrosos, mais se parecem traiçoeiros e na hora do arrocho, caem fora.
    Mas creio que os EUA, pelo menos no Brasil, querem a saída dos aliados de Putin, o PT, deixando via Oligarquia Financeira Internacional soltar-lhe os podres pesados mais ás eleições, pois a Copa da Enganação distrairá o povo e se esquecerá com facilidade dos mal feitos do partido, sabendo que o zé povo tem mais é memoria de galinha, além de estarem muito dopados por propagandas sem parar da Copa…
    A pressão contra Dilma só aumenta – inclui-se Putin – e quanto mais Dilma se aproximar dele, melhor para os americanos pressionarem sua saída!

     
  9. A ex-URSS sempre usou do aparato militar para impressionar (aqueles fgoguetes intercontinentais, apresentados no dia 1o. de maio, e trombeteados pelas midia ocidental, nunca me enganaram -eram ôcos-). É lógico que devemos ter uma atenção para esse “aparato”.
    Mas, o perigo que nos toca mais é a apostasia generalisada do clero católico, com a adoção da Teologia da Libertação, de substrato doutrinário marxista-leninista, apostasia fomentafada desde a Catedra de São Pedro . Os próceres da C.N.B.B. não me deixam mentir, com o cardeal Damaceno à frente.
    Só mais uma lembrança: essas bases navais são financiadas, entre outros, pelo govêrno brasileiro. Não ?

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome