Brasil “dependência colonial” da China?

Dilma Rousseff chegada a Sanya, China, foto Roberto Stuckert-PR

Após uma semana na China, a viagem da presidente Dilma Rousseff amoleceu em matérias de direitos humanos ‒ parece que serão enrijecidos só no Brasil ‒ e concentrou-se no comércio.

Qual foi o balanço?

Um jornal econômico ‒ “Valor” 14.4.2011 ‒ o fez em editorial, apontando para uma inquietante conclusão: o Brasil progride para ser uma colônia comercial da China. Só comercial?

Eis as conclusões principais do jornal:

A parte política pode ter dado alguma esperança à diplomacia brasileira, embora nada garanta. “Na questão dos direitos humanos, sobre os quais a China não aceita a menor interferência externa, os dois países estabeleceram que fortalecerão consultas bilaterais e ‘promoverão o intercâmbio de experiências e boas práticas’.

“Provavelmente, haverá um fluxo de experiências de mão única, vinda do Brasil, pois a China é uma ditadura de partido único que não aceita os menores indícios de democracia em seu sistema político.

“A ofensiva (chinesa) na África e na América Latina está bem adiantada, e há poucas coisas que desviam os chineses de seu objetivo de obter garantia de acesso a matérias-primas para seu país.

“As relações comerciais com o Brasil guardam a forma da velha dependência colonial: commodities em troca de bens manufaturados.

“A China tornou-se uma ameaça para vastos setores industriais domésticos, com sua moeda e produtos baratos. O governo chinês não gasta um tostão que seja em nome de solidariedades abstratas. A maioria dos investimentos prometidos na viagem de Lula em 2004 não ocorreu.

“Até há pouco, o padrão chinês de investimento no Brasil se caracterizava por baixos aportes em projetos baratos, especialmente na Zona Franca, com larga escala de importação de componentes vindos da China e países da Ásia.

“A promessa da Foxconn de investir US$ 12 bilhões para a produção de displays (telas de computador e tablets) no país, que criaria 100 mil empregos, poderia indicar alguma mudança, mas deve ser vista com desconto. Empresários brasileiros apontam que o valor do investimento está superestimado.

“Os chineses agora avançam rapidamente e, em 2010, foram os maiores investidores do Brasil, com grandes aquisições na área de distribuição de energia, petróleo e minério de ferro.

Presidente Dilma Rousseff cumprimenta presidente da China, Hu Jintao, foto Roberto Stuckert-PR

“Até agora parece pouco interessante aos chineses fabricarem algo além de bens de consumo, para atender a um mercado doméstico em franca ascensão. Boa parte da demanda brasileira é atendida por importações chinesas, favorecidas por um câmbio valorizado.

“Quanto à abertura de seu próprio mercado, é bom ser realista. O Brasil esperou anos para vender carne suína aos chineses e eles agora prometeram comprar alguma coisa de três frigoríficos brasileiros.

“O governo chinês não deu autorização à Embraer para fabricação de novos jatos porque rivalizava com projetos semelhantes domésticos.

“Segunda potência mundial, a China não tem muitos motivos para fazer algo mais que concessões cosméticas ao Brasil.”

Se as concessões chinesas foram cosméticas, o que dizer das brasileiras ao gigante comunista?

Em qualquer caso, de um lado ou do outro as vantagens todas foram para o socialismo internacional.

Fonte:http://esta-acontecendo.blogspot.com

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Em espiritualidade é biblico dizer que a fé sem obras é morta, em políitica vale dizer que o discurso cheio de promessas antes do pleito se não for realizado é sinal de um povo com muita ideologia e sem nenhum patriotismo que tem exatamente aqueles governantes que nerecem. Quanto a Dilma ela nadou, nadou e morreu na praia, basta ver que a alguns anos atras ela alega ter lutado pela democracia, se meteu em lutas armadas, Atentado ao QG do II Exército – 26/06/1968 – onde assassinaram o sargento Mário Kosel Filho, com uma agravante os assassinos foram indenizados e nós pagamos. Se aceitarmos a versão deles não valeu a pena pois hoje a atitude perante os direitos humanos foram calados pelo desejo do comércio.
    Ignorancia neste comentário oque se poderia esperar desta gente que hoje estão no poder, refiro ao PT, sem generalizar há ainda uma pequena minoria muito patriota dentro do partido eu só não consigo especificar os nomes, mas a grande maioria são parasitas sociais, nunca pegaram no trabalho, viveram sempre a sombra dos trabalhadores em sedes de sindicatos, na minha opinião está ai a escória da sociedade, despreziveis, mas usando da ignorancia politica dos incautos brasileiros.

     
  2. Espantosas sem dúvida as concessões em matéria de direitos humanos praticada pela presidente Dilma que sempre se arvorou defensora da liberdade e em nome da qual praticou terrorismo empunhando armas e explosivos contra o regime que ela qualifica de ditadura aqui no Brasil, lá na China onde vigora a mais terrível ditadura assassina ela baixou as armas e se mostra sorridente e feliz como se estivesse em casa. Simplesmente cortesia, amabilidade ou felicidade por ter encontrado o paraíso perdido (Veja fotos)?

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome