Carta aos Ministros do STF

A assessoria do Revmo. Pe. Anderson Alves, da Diocese de Petrópolis, enviou-nos cópia da carta que aquele digno sacerdote dirigiu aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo que a difundíssimos. Segue abaixo.

***

Prezados senhores ministros,

Como cidadão brasileiro, gostaria de lhes comunicar que a possibilidade dos senhores votarem, no próximo dia 12, a despenalização da antecipação do parto (o que equivale ao aborto) de crianças portadores de anencefalia está aterrorizando o povo brasileiro. Se esses seres humanos extremamente indefesos forem considerados como material descartável, o que podemos esperar para o futuro do nosso País?

Causa-nos muito estranhamento o fato dos senhores, exclusivamente, serem os responsáveis de uma decisão tão relevante, especialmente porque sabemos bem que há uma iniciativa popular que promove a aprovação do “Estatuto do Nascituro”, que pretende garantir o respeito da vida humana desde sua concepção até à morte natural.

Gostaríamos de lembrar aos senhores que mais de 82% da população brasileira é contrária à prática do aborto. Além disso, os senhores não foram eleitos pelos brasileiros, mas sim colocados como ministros por indicação presidencial, presidente esta que se declarou várias vezes favorável ao aborto. Temos a sensação de que como nem por referendo, nem através do poder legislativo (Congresso e Senado) tal prática seria aprovada, a única via possível foi através do poder judiciário.

Sabemos bem que, de acordo com o que está escrito na nossa Constituição, esse não pode legislar. Tememos que os senhores ministros mais uma vez atuem de forma contrária ao posto na nossa Constituição, em vistas de um suposto “espírito da lei” ou de uma “extensão dos direitos humanos” a pessoas desprotegidas.

A conduta do STF tem sido classificada por muitos como “ativismo jurídico”; entretanto, há vozes que a qualificam como uma forma explícita de “niilismo jurídico”, ou seja, de negação de que o Direito Positivo tenha fundamentos no Direito Natural. Há ainda outros teóricos que observam uma mera posta em prática por todos os meios possíveis da vontade de “multinacionais da morte”, como a Fundação Ford, a IPPF e outros na América Latina, que visam impor nos nossos países legislações de controle de natividade por qualquer meio possível, inclusive contrariando a Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU (de 1948), o texto da Nossa Constituição, o Tratado de Costa Rica e a imensa vontade popular. Há quem qualifique dita postura como “terrorismo jurídico”, no qual são impostos à imensa maioria dos cidadãos brasileiros o silêncio e a impossibilidade de se manifestarem.

Não há nada que justifique cientificamente a interrupção da gravidez de crianças anencéfalas. A medicina deve curar os doentes e, na sua impossibilidade, aliviar os sofrimentos dos enfermos. Jamais deveria causar a morte do enfermo. A criança anencefálica não nasce em situação de morte encefálica, como foi reconhecido pelo governo dos EUA e comitê de bioética da Itália recentemente. Essa pode viver meses ou, em alguns casos, mais de um ano. Nesse tempo ela pode ser amada, respeitada e, uma vez morta, receber uma digna sepultura. O aborto não resolve nada, pois mata a pessoa enferma e destrói moralmente a mãe e, na maioria das vezes, toda a estrutura familiar. O aborto não é livre de riscos para a mulher que o pratica e, em algumas vezes, a anencefalia pode ser mal diagnosticada. Da vossa decisão depende a vida de muitas pessoas.

Gostaríamos de lhes dizer que se os senhores despenalizarem o aborto nesses casos, os senhores estarão atuando contra a vontade popular, a democracia (porque darão a sensação de não respeitar a divisão de poderes), o que diz a ciência biomédica e os senhores serão os únicos responsáveis diante da História do nosso País de tal decisão. Tal ato poderá ser comparado num futuro bem próximo aos mais repugnantes atos da história do nosso País, como foi a “escravidão legal”. Negar o direito à vida desses seres humanos, de fato, será uma injustificada e cruel forma de discriminação. Sabemos que a imensa maioria dos que sofrem a “anencefalia” no Brasil são pessoas pobres e a anencefalia poderia ser reduzida com a ingestão de “ácido fólico” por parte das mulheres durante os três meses que antecedem a gravidez e no decurso da mesma. Essa substância é barata e seria desejável que o SUS a dispusesse a todas as mulheres gratuitamente e não que o Estado permitisse ou promovesse a morte desses seres que não tiveram os recursos suficientes para serem bem formados.

Nosso Estado deveria trabalhar na promoção do nosso SUS e não permitir (ou obrigar) que os médicos, formados para salvar vidas, tenham que começar a praticar atos que só podem produzir a morte. Isso seria totalmente irresponsável, discriminatório e injusto.

Infelizmente, a maioria dos brasileiros não pode participar nessa decisão, esse poder nos foi negado e está exclusivamente nas mãos dos senhores decidir. Nós, povo brasileiro, não nos calamos antes dessa decisão e não nos calaremos depois dela. Continuaremos mobilizando a nossa população para exigir do nosso Governo políticas dignas que promovam um Sistema de Saúde decente, defensor e promotor da vida humana e estaremos educando a juventude sobre os riscos e os sofrimentos causados pelo aborto, que sempre destrói ao menos duas vidas: fisicamente a do filho (ainda que haja quem queira chamar somente de “feto” ou de “embrião”) e moralmente a da mãe. Ao mesmo tempo, estaremos exigindo um genuíno respeito pelo texto da nossa Constituição, pela autêntica divisão de poderes no Brasil, pela verdadeira participação democrática.

Nosso trabalho buscará ainda a formação dos mais jovens, de modo a educá-los para uma verdadeira responsabilidade nas suas relações interpessoais e familiares, de modo que não tenham que jamais pensar em praticar o aborto. Um governo responsável deveria investir nisso e não conformar-se com o dar a morte aos pobres e inocentes.

A despenalização da prática equivalente ao aborto desses seres humanos seria extremamente injusta porque negaria a essas o direito à vida. Além disso, poderia ser terrível para nossa população devido ao valor pedagógico das leis. O dito ato poderia aparentar a muitos uma radical banalização da vida humana. O povo brasileiro não quer isso.

Pedimos, pois, vossa atenta consideração à vontade do povo brasileiro e aos argumentos que as mesmas ciências médicas e bioéticas nos ensinam. Pedimos ao senhores uma atenta consideração aos dados reais da medicina e aos casos reais de famílias que no Brasil sofrem com o problema. A decisão dos senhores no próximo dia 12 marcará uma etapa nova da História do nosso País. Esperamos que seja positivamente, que nosso País possa continuar sendo reconhecido como um dos que mais amam e defendem a vida dos seres humanos mais indefesos e que se preocupam com o direito humano de todos, não somente dos mais fortes.

Agradecemos sinceramente a vossa atenção e esperamos uma afirmação incondicional dos senhores do valor de toda vida humana.
Indicamos-lhes abaixo textos científicos sobre o tema. E casos reais de famílias que acolheram a vida de crianças portadoras de anencefalia.

Atenciosamente,
Pe. Anderson Alves
Doutorando em Filsosofia na Pontifícia Universidade da Santa Cruz em Roma.

Evitar o divórcio entre o País legal e o País real


http://www.anencefalia.com.br/
http://www.portalum.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=4041%3Avitoria-de-cristo-crianca-com-anencefalia-completa-dois-anos-e-meio-de-vida&catid=88%3Ario-de-janeiro&Itemid=462
http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=285811

 

24 COMENTÁRIOS

  1. @Durval

    Sr. Durval,

    Perfeitíssima tua exposição sobre a ditadura Ptista. E afirmo que a presidente e o seu sujo governo está usando deste 4º poder (STF) para aprovar tudo aquilo que avança contra a doutrina católica; querem impor de toda maneira o que se encontra no PNDH 3. Foi uma jogada satânica inteligente, pois assim continua tendo o apoio da massa brasileira ignorante, com altíssima popularidade, hiperbolizada pela imprensa hipócrita que temos. Temos, então, formada uma ditadura disfarçada e um terrorismo jurídico, uma ditadura jurídica e uma ditadura clerical (os maiores responsáveis por tal decisão e pela morte de milhares de crianças que virão a ocorrer). Não nos esqueçamos que a ditadura petista só foi implantada integralmente com a eleição da sra. Dilma, a qual recebeu total apoio da grande maioria do asqueroso clero satânico e absolutamente desobediente às determinações do Santo Padre, o Papa; lembro ainda, que Bento XVI enviou Carta Ad Limina aos bispos brasileiro pedindo para alertar o povo católico a não votar em candidatos contrários à vida e à fé católica, ou seja, na Dilma e sua corja. Tal clero, juntamente com o STF, Agentes de saúde que executarão os inocentes, políticos e toda raça de comunistas que se passam por católicos são a “pura” expressão de Herodes, que expressava o próprio diabo. Resta-nos, como o senhor bem disse, formar uma nova geração de autênticos católicos. Deus nos ajude e converta todos os corações desviantes. Amem.

     
  2. Caríssimos Sacerdotes e amados irmãos em Cristo. É com repúdio e indignação assim como a maioria do povo brasileiro, que recebi a notícia da aprovação do genocídio/assassinato promovido por essa “infeliz” minoria de brasileiros, os nossos “sinistros satânicos”, que se acham o próprio “deus” para tirar o direito à vida de pessoas inocentes e indefesas, onde o verdadeiro “DEUS” é o Senhor da vida e só a “ELE” cabe essa decisão, independente da condição humana. Não nos deram o direito de defender àqueles que estavam sendo julgados de maneira bárbara e cruel, onde em nosso país o pior bandido tem direito à defesa pela própria constituição brasileira, e onde estão os nossos representantes? com certeza ocupados em encherem os bolsos daquilo que mais os agrada, ou seja quietos e calados pois a grande maioria faz parte do mesmo esquema que estes sinistros, e a presidente da república? distribuindo simpatia fora do país sem se preocupar com a integridade moral e ética daqueles que lhes foi confiado, claro, ela e o sr. anterior a ela são os verdadeiros responsáveis por estes seres “anencefálos” que se dizem nossos representantes no STF, pois se tivessem um pouquinho de cérebro, teriam uma consciência humana para respeitarem e buscarem junto ao povo brasileiro qual seria a melhor maneira de buscarem a solução para as mulheres e suas famílias que passam por esta situação, ou seja, a nossa Campanha da Fraternidade deu o norte: Saúde e fraternidade – “Que a saúde se difunda sobre a terra”. Hoje, infelizmente tenho vergonha de ter nascido em um país onde foi aberta a primeira porta para aprovação do aborto, onde existem pessoas inescrupulosas, seres indignos de serem chamados filhos de Deus, mas que ainda existem homens sérios e respeitáveis que acreditam e valorizam a vida nos dando assim a graça de não perder a esperança no ser humano, parabéns para os nossos dois representantes que mesmo sendo voto vencidos, votaram a favor da vida e a todos nós brasileiros que acreditamos em Cristo e buscamos ser “sal da terra e luz do mundo”, honrando o seu mandamento “não matarás”. Que o Senhor tenha misericórdia de todos nós e nos dê a sua Paz.

     
  3. Rev.Dr. Alberto Thieme
    Esqueci de dizer que a PETIÇÃO SEJA ENDEREÇADA AO SENADO, pois são os Senadores que podem chamar estes Ministros do STF e punir a todos eles que já votaram em casos anteriores como descrito no primeiro comentario que fiz pela APFL – Associação Pro Ficha limpa. Creio que o Congresso todo deve ser envolvido nesta ação para colocar o STF realizando as funções para as quais ele existe e NUNCA mais invadir o Poder Legislativo.
    Atenciosamente,
    Rev. Dr. Alberto Thieme

     
  4. O problema não é sómente a aprovação desta lei. Os fatos anteriores mostram uma séria invasão do Legislativo pelo Judiciário. E se fosse a primeira vez, mesmo assim, esta matéria teria que ser discutida não por apenas 11 pessoas que se julgam os maiorais nesta fraca democracia. O que precisamos é exigir os seguintes:
    1. Volta de todas as leis sobre o casamento e a familia tradicional que foram canceladas quando da visita de Lula e seu vice á Europa, pela então Presidente do STF,
    2. Deportação do Italiano Batisti, ex-terrorista, que assassinou QUATRO pessoas na Itália e conseguiu refúgio e emprego providenciado pelo governo federal, Lula.
    3. Passar novamente por cima do Legislativo, aviltando nossa Carta Magna e autorizando a UNIÃO HOMOSSEXUAL, seguido do CASAMENTO HOMOSSEXUAL, quando a nossa Constituição declara que casamento existe apenas entre um homem e uma mulher.
    4. E outros que virão se não interrompermos a gana pelo poder do STF. ONZE pessoas não estão autorizados a legislar pelo Brasil. Para isto nós escolhemos mais de 500 deputados federais e 81 senadores.
    Solicitamos ao IPCO que lance uma PETIÇÃO com urgencia e conclame o povo Brasileiro a se reunir novamente em frente ao STF e exigir que as decisõe relacionadas acima e outras sejam CANCELADAS e que o Poder Legislativo se encarregue de suas funções, não permitindo mais tal invasão do Poder Legislativo, pelos Ministros do STF.
    Contem com a APFL – Associação Pró Ficha Limpa (email:assoc_pro_ficha_limpa@yahoo.com e BLOG: http://assoc-pro-ficha-limpa.blogspot.com para divulgar e remeter emails em massa a quase 90.000 Brasileiros que os distribuirão a milhões de Brasileiros.
    Estamos com vocês e contem com todo nosso apoio. FICHA LIMPA NESTES MINISTROS QUE DEMONSTRAM CLARAMENTE SUAS PROPENSÕES SOCIALISTAS…!
    APFL – Associação Pró Ficha Limpa
    Rev. Dr. Alberto

     
  5. Estou triste com essa aprovacao,mas apesar de ser liberado o abordo acredito que so a MAE verdadeira nao vai consetir o aborto ela nao vai ser obrigada a abortar e uma decisao da pessoa.A criatura que e filho de DEUS e segue a ELE jamais vai ser levado por palavras de uma criatura(homem) a cometer tal suicidio.Primeiro a vontade de DEUS depois a vontade do Homem.

     
  6. É Odair Bernardino de Souza. Li o texto do jornalista Reinaldo Azevedo, realmente é um excelente texto que denuncia a intolerância dos laicistas e o abuso do STF. É importante ler.

     
  7. Apesar de a estas horas já a votação terá ocorrido, não quero deixar passar sem salientar algo que nessecitamos para conseguir ganhar a guerra, sabemos que o inimigo da vida, desde que ela foi dada por Deus, é satanás, e todos aqueles que lutam por tira-la de um ser humano, de alguma maneira são seus agentes. Estes agentes não estão só no governo brasileiro, nem só nas suas cidades ou nos seus bairros, eles encontram-se em todo o universo humano, no entanto quando se trata de lutar contra algo que Deus criou ou instituiu, eles juntam-se para lutar contra qualquer ordenança ou mandamento que Deus nos tenha deixado estabelecido, no sentido de contribuir para a boa convivencia entre o ser humano que criou e estabeleceu neste planeta. O ganhar uma batalha não significa ganhar a guerra, para ganharmos a guerra temos que lutar todos em conjunto, não só os catolicos, outrtos cristãos, nem só o judeus ou até muçulmanos, que tambem condenam o aborto ou o hmoxessualismo. Qualquer ataque aos valores que o Criador nos deixou, só podem ser defendidos atrvés da união entre todos, só desta forma ganharemos a guerra.

     
  8. Quem tem esse direito?? de tirar a vida e dar a vida?? nenhum ser humano tem esse direito esse direito só DEUS o tem , e ninguem ficara sem julgamento, nem esses que não temem a DEUS e se colocam em seu lugar . QUE JULGUEM A FAVOR DA VIDA POIS TODOS TEM ESSE DIREITO.

     
  9. Senhores! Só Deus, tem esse direito, quando é chegada a hora de sermos chamados para
    outros planos espirituais. Pensem bem!!!! Porque? Quem com o ferro fere, com ele será ferido. Quem sabe se você não vai Vir como anencéfalo? E aí?
    Deus ilumine este teu pensamento desordenado.

     
  10. Olá, faltou dizer que em uma UTI, os medicos fazem de tudo para que a vida não vá embora daquele corpo moribundo. Uma vez que a vida se for, podem desligar os aparelhos, porque já não podem fazer mais nada. A ciencia pode manipular os semem e óvulos a partir de suas existencias. Logo a vida é inatingivel, até mesmo invisivel, já que não aparece nem se pode ver em ressonancias magnéticas, tomografias computadorizadas, etc. E vasculham o universo para tentarem descobrir sinais de vida por lá. Assim é o homem, assim é a ciencia.

     
  11. É um show de conhecimentos teologicos, filosóficos, que valeu a pena ler. E deve ser assim memo. Contudo, um dia assiti a uma palestra sobre DST, e achei tudo muito mecânico. E pensei: Será que não existe a SST? (Saúde Sexualmente Transmissivel). É so doença que se transmitem? E passei a considerar a sexualidade algo extremamente criada por Deus e que o sexo não é privilégio dos homens. ÓBVIO! Passei então a obesrvar a vida, que vem antes da alma. A origem da vida, como diz a Bíblia, “eu te escolhi antes que nascesse no ventre de tua mãe”. E por outra:”minha mãe me concebeu em pecado”. E qualquer um pode notar que na fecundação os espermatozoides portam, cada um deles, alem do codigo genético, uma vida em si, e se movem ao encontro do óvulo. A meu ver também, o óvulo não tem vida em si, (mas alimentos e codigos geneticos dela), pois na fecundação não se formam duas vidas – uma da mulher e outra do homem. Perceberam como o espermatozódes se mexem para irem ao encontro do óvulo? Vida é movimento. Em toda natureza é assim. E que entre os milhões deles concorrem pela vida, basta um deles penetrar no óvulo para que os demais morram. E se morrem, logicamente possuiam vida. Observam também que a ciencia toma espermatozóides vivos e o fecundam em um óvulo, nas inseminações in vitro? O que acham dos criadores de animais de raça, que colhem semem dos machos para inseminarem as femeas, a fim de obterem um plantel maior e melhor, a partir de um mesmo reprodutor? Na apuração das raças, as femeas diversificam, mas o reprodutor é o mesmo. É o comercio de semem. Será que daqui a um tempo futuro tentarão também – apurar a raça brasileira antes miscigenada; hoje em dia não existem mais o moreno, a morena, o cafuso, o pardo. Reduziram pelas leis a apenas duas cores: negro e branco. O negro é afrodescendente, e o branco?
    Bem, a manipulação da vida ocorre até mesmo em situação normal, como nós mesmos. Esta anencefalia é mais uma manipulação voltada à morte de inocentes, como é em certos países a manipulação por eutanasia, ou de condenados a força, a cadeira elétrica, etc. Há muita interferencia na ordem natural das coisas. Deus está vendo tudo isso e alguém há de paga pelos seus crimes. Parabéns, Padre Anderson Alves, és mais uma voz a clamar no deserto, mas estou contigo e não abro.

     
  12. Sobre a cobertura do evento pela Rede Globo e da CBN, descaradamente manipulam a informação, enfatizam o sofrimento da mulher em demérito aos anecéfalos e aos que são a favor da vida, isso prova que eles estão somente de acordo com seus próprios interesses e não da maioria da população.

    Mas não é só a Rede Podre da Globo, é toda mídia que não noticiou na véspera , o jugamento do STF em seus veículos de horário nobre, para evitar que a população não se organize a tempo para uma grande manifestação em massa na frente do STF.

     
  13. @AQUINO Prezado Aquino,
    É obvio que a resposta é não.
    Do contrário seria afirmar que um cego não tem alma.
    Mas, já que invoca Santo Tomás peçamos a quem conhece que lhe esclareça:

    –> O pensamento de Santo Tomás, sobre a infusão da alma no embrião humano, prendia-se às teorias de Platão e Aristóteles sobre a tripartição da alma, dividida em alma racional, sensitiva e vegetativa. Segundo essas teorias, a alma vegetativa (ou nutritiva) seria o princípio responsável pelas funções de nutrição e crescimento do ser vivo; a alma sensitiva, o princípio responsável pela sensação e pelo movimento; e, finalmente, a alma racional (ou intelectiva), o princípio espiritual da inteligência humana, capaz de apreender o ser e a verdade das coisas por meio de uma operação imaterial.   
     
    Segundo o pensamento de Santo Tomás de Aquino, no embrião humano as almas vegetativa, sensitiva e intelectiva se desenvolveriam sucessivamente, uma dando lugar a outra e absorvendo em si as funções da anterior. A alma intelectiva se desenvolveria por último, sendo infundida no embrião humano por Deus, por tratar-se de um princípio espiritual. Que este seja verdadeiramente o pensamento de Santo Tomás pode ser verificado por qualquer pessoa que consulte a questão 118 da 1a parte da Suma Teológica, em que se constatará também a maneira grosseiramente anti-ética e desonesta com que o Frei Betto distorceu o pensamento do Aquinatense:
     
    “Dicendum est quod anima preexistit in embryone a principio quidem nutritiva, postmodum autem sensitiva, et tandem intellectiva”
     
    [Deve-se dizer que a alma preexiste no embrião, primeiro a nutritiva, depois a sensitiva, enfim a intelectiva]
     
    “Dicendum est quod anima intellectiva creatur a Deo in fine generationis humanae, quae simul est et sensitiva et nutritiva, corruptis formis praeexistentibus”
     
    [Deve-se dizer que a alma intelectiva é criada por Deus no término [do processo] da geração humana, e que essa alma é simultaneamente sensitiva e nutritiva, desfeitas as formas precedentes].
    (Suma Teológica, 1a parte, questão 118, artigo 2)
     
    Portanto, para Santo Tomás a vida começava na concepção, o que se dava após cerca de 40 dias era a infusão da alma intelectiva. Não podemos confundir uma coisa com outra.
     
    E mais: Santo Tomás nunca defendeu que se pudesse matar o embrião antes da infusão da alma intelectiva. Percorrendo toda a volumosa obra do Aquinatense vocês não encontrarão uma linha sequer em defesa do aborto. Pelo contrário, encontrarão sempre argumentos capazes de tornar cada vez mais firme a defesa da inviolabilidade da vida humana inocente.
     
    E São Basílio Magno, doutor da Igreja católica, em um escrito datado do ano de 374, já afirmava que a controvérsia sobre a infusão da alma intelectiva pouco importava para a posição da Igreja contra todo o aborto provocado: 
     
    “Qualquer pessoa que propositadamente destrói um feto incorre nas penas de assassinato. Não especulamos se o feto está formado ou não formado”

    Colado de < http://liberdadedeexpressao.multiply.com/journal/item/20>
    < -- Por outro lado, a propaganda abortista impingiu o conceito de que anencefalia é ausência de cerebro não é verdade. Ao contrário do que o termo possa sugerir, a anencefalia não caracteriza casos de ausência total do encéfalo, mas situações em que se observam graus variados de danos encefálicos. A dificuldade de uma definição exata do termo "baseia-se sobre o fato de que a anencefalia não é uma má-formação do tipo 'tudo ou nada', ou seja, não está ausente ou presente, mas trata-se de uma má-formação que passa, sem solução de continuidade, de quadros menos graves a quadros de indubitável anencefalia. Uma classificação rigorosa é, portanto quase que impossível". (Relatório do Comitê Nacional de Bioética Italiano - 21 de junho de 1996. Versão em português: http://www.providaanapolis.org.br/cnbport.htm
    • ↑ Quem é o anencéfalo?)

    Ou seja anencefalia é termo jornalístico para induzir as pessoas a pensarem que a criança – e não feto, como também querem afirmar os abortistas para tentar afastar a idéia de crime contra a vida – não é ser humano e por isso se pode descartar como se descarta um pedaço da unha.
    Fica o aviso aos inocentes úteis.

     
  14. Aquino,

    Ou entendi errado ou o sr não passa de um militante descarado tentando ludibriar pessoas com sofismas, só faltava essa, corromper o pensamento de Sto Tomás deturpando o mesmo de forma bem grosseira.

    Desmascaro seu sofisma explicando que essa afirmação de Sto Tomás que o sr cita, foi feita em uma época em q a ciência biológica ainda não tinha o alcance de conhecimento de hoje. Descobrindo essa ciencia (bem depois da época de Sto Thomás) que a origem do ser humano é na fecundação, a Igreja conclui e explica de forma unânime, que na fecundação Deus coloca a alma no ser humano.

    A propósito sr pseudo-Aquino a origem de um ser humano sem cérebro é a mesma de todos os outros seres humanos, a fecundação, portanto Deus infunde sim uma alma.

     
  15. Emendo ao comentário do Sr. Durval a seguinte colocação: A anencefalia é decorrente da vida desregrada dos elementos geradores, quanto a bebidas, drogas, idade imprópria para concepção, má alimentação, noitadas, além da crescente poluição que agrava nosso meio ambiente. Então acrescento à qualificação de brasileiro “estúpido”. Há que se alterar e reclassificar a nossa nacionalidade: brasileiro para esses profissionais e brasilianos para os que realmente querem levar uma vida cristã, saudável, autossustentada e educada. Sem vestibular!

     
  16. É pena que o Padre na sua carta aos Ministros do Supremo tenha omitido o mais importante que a morte do bebê nessa situação NÃO É DA VONTADE DE DEUS, principalmente, pois ele coloca na carta como se a sociedade fosse a deusa. Antes de tudo Sr. Padre, não podemos ir de encontro à vontade de Deus, pois somente Ele tem o direito de dar e de tirar a vida de alguèm. O fato de nascer crianças com anencefalia é culpa do proprio homem que a partir do Eden desobedeceu a Deus e pecou, trazendo como consequencia do pecado a morte fisica e espiritual. Mas apesar de tudo isso, somente Ele tem esse direito de tirar a vida de alguém porque tudo é D’Ele e pertence a Ele como o criador de todas as coisas. Quanto aos Ministros do STF, eles podem ser benção ou maldição, a partir do momento que eles obedeçam essa lei Suprema que vem do Criador ou a desobedeçam julgando a possibilidade de descriminar o aborto do enencefalo.

     
  17. É terrível, mas mesmo que eles aprovem, não ficará assim. A ditatura pode começar, mas os ditadores cairão breve um a um. Serão todos desmascarados. Essas pessoas são muito ediondas, elas não tem o mínimo de compaixão, são daquelas cobras que os seus própriod venenos matarão a si mesmas. A iniquidade tomou posse de todos os poderes, e agora como, se não bastasse quer destruir a vida dos seres humanos.

     
  18. Srs

    Acabei de mandar minha carta aos “sinistros”, é sempre bom fazer reinvidicações, mas ja está na ora de admitirmos que o STF age como Deus e provavelmente vai liberar o infanticídio, caso eles não liberem foi porquê não quis e não por ouvir os apelos da população, ja está na hora de acordar e ver que ja estamos vivendo em uma ditadura PTista, a democracia já não existe, a máquina administrativa serve aos subversivos do PT, a única forma de deter isso é a longo prazo tendo muitos filhos e educando no rigor da teologia católica, o brasileiro médio é burro, medíocre e ja tiveram sua mentes lavadas pelo marxismo cultural, é um povo que se entregou à fornicação, o adultério e a meta é gozar a vida, só uma nova geração de católicos bem formado pelos pais para reverter isso, no mais só resta assumir uma frase de video game: GAME OVER.!!!!!!!

     
  19. Só uma pequena correção: a votação será no dia 11/04 (amanhã) e não no dia 12, como equivocadamente coloquei no texto. E um amigo meu, que fez a correção linguística do texto foi quem o enviou aos senhores. Ele foi meu assistente, não precisamente “assessoria”. Agradeço muito a atenção e a publicação do texto.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome