Paulo Roberto Campos

Jantando hoje (23-7-10) com alguns amigos, um deles contou que havia lido um excelente artigo de Dom Luiz Gonzaga Bergonzini (Bispo de Guarulhos – SP [foto]) no site da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Nesse artigo o prelado condenava firmemente o PT e todos os politicos que se posicionam a favor do aborto, independentemente do partido a que pertençam. Mas que ontem, entrando novamente no mesmo site, o artigo não estava mais lá.

— Sabe o que aconteceu? — perguntou o amigo — Vocês não vão acreditar! O artigo tinha sumido, não estava mais on-line. A CNBB deletou o artigo do site!

A natural curiosidade desse amigo se viu logo satisfeita: procurando na Internet, encontrou o referido artigo no site da Diocese de Guarulhos. Enviou-o, então, para sua lista de e-mails, através do qual ele chega agora ao conhecimento dos leitores deste blog.

Intrigado ainda com o “sumiço”, chegando em casa, liguei o computador e fui fazer uma verificação da surpreende “censura”. A partir do “Google” encontrei um link ( http://www.cnbb.org.br/site/dom-luiz-gonzaga-bergonzini ) para o mencionado artigo, justamente no site da CNBB. Cliquei… Sabe que mensagem aparece?

[[ 404 – Recurso não encontrado ]]

Constatei que o artigo já havia sido jogado em algum “buraco negro”. Mas continuei a pesquisa. Acabei encontrando um blog que teve a felicidade de publicar a imagem do texto (armazenada na memória do computador) quando este ainda se encontrava no site da CNBB. Eis o documento:

Por que o artigo de Dom Bergonzini teria sido tirado do ar? Uma “nova inquisiçao” de “patrulhamento ideológico”? Teria sido uma ordem do PT? Afinal quem manda na CNBB?

Dileto leitor, leia o formidável artigo no site da Diocese de Guarulhos, e tire suas conclusões… http://www.diocesedeguarulhos.org.br/

 

25 COMENTÁRIOS

  1. O aborto existe e vai continuar existindo, oferecer o atendimento no serviço de saúde pública para quem deseja abortar, é uma oportunidade para se detectar a gestante com está intenção, geralmente, adolescentes inexperientes, e acompanhá-la com profissionais médicos, enfermeiros, assistente social, padres ou pastores e juridicamente. Mas a hipocrisia persiste e o aborto clandestino também persistirá, com crianças sendo mortas sem a mínima chance de sobrevivência e mães expostas ao crime de se abortar e expostas a morte nas mãos de pessoas despreparadas. O acampanhamento da mãe reverteria muitos casos de aborto, que na sua maioria das vezes são cometidos por jovens desesperadas e com medo, desamparada pelo namorado, noivo e até mesmo pela familia.

     
  2. Não podemos permiti que o Brasil se torne o campo de concentração de milhões e milhões de crianças que serão brutalmente assassinadas, a mando da assassina Dilma, que no passado, matou muitos brasileiros inocentes, tentando implantar no Brasil, a maldita ditadura comunista. Temos que lutar para que os assassinos do PT deixem logo o poder e nossas crianças não sejam assassinadas. Esses comunistas ordinários, que nunca tiveram respeito pela vida humana – pois já mataram mais de 130 milhões de pessoas em todo o mundo – chegam agora falando que defendem as leis. Se não defendem as leis de Deus, que é contra o assassinato de crianças, como vão respeitar as leis dos homens. Tantas multas contra o PT na eleição que começou, e eles falam que fazem tudo na lei. Não vamos permitir que os nazistas do PT façam do Brasil um campo de extermínio para as inocentes crianças, não queremos ser como a Raquel biblica a chorar seus filhos que morreram nas mãos de Herodes sem alma e sem Deus.

     
  3. É se pesquisarmos, os livros sacros vamos constatar que estamos a beira de um abismo, e sem chache de evitar o pior, nosso país passara grandes transformações, tudo quanto tinhamos nos será tirado, se ja intervem no que escrevemos e nas imagens daqui apouco não poderemos nos mais reunirmos para qualquer que seja o acontecimento ou eventos, deixaremos de ter a liberdade democra e passaremos para um sistema pior que é da Venezuela, é lamentavel viver num sistema pior que ditura militar. vivermos momentos sombrios, haverá uma grande revolução. Não consigo mais comentar só de imaginar e tantar transcrever sinto muita dor. A credito numa solução que só Deus pode nos ajudar passar por este cálice.

    O Estado Para

     
  4. Caríssimos…o endereço indicado não funciona…

    ADODB.Field error ‘800a0bcd’

    Either BOF or EOF is True, or the current record has been deleted. Requested operation requires a current record.

    /menu.asp, line 98

    Isso é a única coisa que aparece.

     
  5. @Rodrigo S. Sabe Senhor Rodrigo penso que o Sr. é deveras ingênuo, um satanista nunca dirá que é satanista! E mais tem muitos sacerdotes satânicos infiltrados na IGREJA DE CRISTO. Vários Papas já falaram sobre a FUMAÇA DE SATANÁS DENTRO DO VATICANO !!!Tem muitos políticos que já venderam suas almas, “se conhece a árvore pelos frutos”.

     
  6. Amigos, Paz e Bem!

    Todos os seres humanos foram criados e dotados, pelo Criador, de certos Direitos Inalienáveis entre estes estão a VIDA, a LIBERDADE e a busca da FELICIDADE.

    Entretanto, o Poder das Trevas e da Morte corromperam tais direitos fundamentais. Cabe a gente defendê-los, pois Jesus veio ao mundo para “que todos tenham vida e vida em abundância” (Jo 10, 10).

    Nesse ano eleitoral (2010), examine bem as propostas dos candidatos, pois alguns partidos políticos são favoráveis ao aborto, tais como: PT, PV….

    E quem vota nesses partidos também é cúmplice desse hediondo crime. Por isso existe a Escusa de consciencia, que é um direito que a Constituição Federal faculta a quem por razões religiosas, filosóficas,ideológicas for contra deveres imposto pela própria C.F aos cidadãos, no caso obrigação de votar.

    Vc pode anular o voto ou justificar, ou ainda votar num candidato/partido favorável à vida.

    Lembre-se de que voto não tem preço, tem consequências!

    E, no final da vida, quando compareceremos perante o tribunal divino, devemos apresentar um balanço de nossas vidas: fomos a favor da vida ou da morte? Não há meio termo, pois a Bíblia diz: “Sede quentes ou frios, Morno Eu Vomito (Ap 3, 16).

    Por fim, veja o risco que o Brasil está correndo nesses eleições de 2010:

    O Brasil poderá eleger um presidente satanista, isto é, Michel Temer (presidente da Câmara dos Deputados e do maior partido nacional-PMDB). Ele é, declarado, um Sacerdote Satanista. Se duvida, então leia a reportagem da revista Rolling Stone (edição 34 de jul/2009).

    Veja mais:

    Acredito é que o Michel Temer não foi escolhido por um acaso. Acredito sim que ele possa ser o futuro presidente do Brasil com o afastamento da Dilma por problemas de saúde. Todos nós sabemos que ela não tem condição físicas pra segurar essa barra da presidência, câncer não é brincadeira, é algo que toma o corpo todo e te derruba.
    Eu acredito que o Temer possa tomar o poder entre o primeiro ano de seu mandato.

    Bacana, o maior país cristão do mundo poderá eleger um representante de Satã.

    E ainda dizem que o Brasíl é abençoado por Deus. Será????!!!????………………….

    Como nos alerta Jesus: “o que adianta ganhar o mundo e perder a alma” (Marcos 8, 36)

    Com a palavra, os eleitores brasileiros…

     
  7. @Wélton Oliveira CARO IRMÃO EM CRISTO JESUS, WÉLTON OLIVEIRA, POR QUE O BISPO DE GUARULHOS NÃO PODE SE MANIFESTAR CONTRA A CANDIDATA AUTENTICAMENTE COMUNISTA-SOCIALISTA ATÉIA DA SRA. DILMA ROUSSEFF, AMIGUINHA DO SR. HUGO CHAVEZ, ADORADOR DE KARL MAX, STALIN E LÊNIN ? E UMA DAS MENTORAS DO PROJETO PNDH-3 ? AFINAL DE CONTAS VOCÊ NÃO É CATÓLICO ? E COMO CATÓLICO NÃO DEVERIA LUTAR PELA VIDA, E SER CONTRA QUALQUER TIPO DE GOVERNO AUTENTICAMENTE ATEU E ANTICRISTÃO ? OS COMUNISTAS NÃO SÃO ATEUS ? NOSSA SENHORA EM SUAS MENSAGENS EM FÁTIMA E EM VÁRIAS PARTES DO MUNDO NÃO NOS ALERTOU SOBRE O NEFASTO REGIME DITATORIAL COMUNISTA ? AFINAL DE CONTAS DE QUAL LADO ESTÁ? DE DEUS OU DO MALIGNO? QUERO REITERAR MEU APOIO INCONDICIONAL AO BISPO DE GUARULHOS DOM LUIZ GONZAGA BERGONZINI !E QUE DEUS NOS DEFENDA DO COMUNISMO O GRANDE DRAGÃO VERMELHO DO APOCALIPSE DE SÃO JOÃO !

     
  8. Louvado seja a Santíssima Trindade.
    Caros irmãos em Cristo, fiquei muito alegre em ler o artigo de Dom Bergonzini intitulado: “DAI A CESAR O QUE É DE CESAR”. Ao mesmo tempo fico muito triste em ver os comentários contra a CNBB, onde o próprio Dom Bergonzini faz parte e é muito respeitado.
    Meus irmãos, seguindo a linha de raciocínio do nosso querido Bispo Dom Bergonzini, concordo em gênero e grau, menos quando ele incita abertamente os Cristão e Católicos, que não dêem seu voto à Senhora Dilma Rousseff.
    Quando temos este tipo de posicionamento, automaticamente estamos incitando o inconsciente das pessoas a quem nos admira seja como Pastores, Padres, Bispos e até amigos que confiam em nós, a votar no oposto que é automaticamente o segundo da lista de pesquisa mais bem aceito, que seria no caso o Dr. José Serra.
    Agora, se o nosso querido bispo, D. Luiz Gonzaga Bergonzini, levantasse sua bandeira e convocasse toda classe cristã e católicas a pressionar os candidatos a Presidente do Brasil, não só a Sra. Dilma Rousseff, bem como os demais, a assumirem um compromisso com a vida e a moral do nosso povo, reprovando os pontos que agridem esses valores no 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3) que está ser votado.
    Agindo dessa forma, acredito que todos nós estaríamos desfrutando do seu valioso escrito no portal da CNBB.
    Um forte abraço a todos e que Deus nos abençoe

    Wélton Oliveira – Petrolina – Pernambuco – Brasil

     
  9. Eliane lamento dizer que o aborto continua sendo incentivado pelo PNDH3. Na redação inicial promovia a descriminalização, porém, no recuo tático introduziram novamente só com o eufemismo: questão de “saúde pública”, assim tem todo o propósito do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira realizar esta campanha de alerta. Vitória podemos conquistar, desde que não fiquemos inertes.@Eliane

     
  10. Mas o aborto já não foi retirado da pauta no Congresso Nacional e no Senado? Já não foi retirado do PNDH3, fora raras exceções, que já eram leis??? Essas é que teriam de ser revistas… Então, já é uma vitória nossa ou ainda vai ser revotado nesses setores governamentais??? Agora fiquei em dúvida… Se foi tirado do PNDH3, ponto final e vitória.

     
  11. Acho este caso tão estúpido e tão pernicioso que quando vi a noticia que a CNBB tinha censurado o artigo do Dom Luiz Gonzaga não pude deixar de escrever ao Secretário Geral da CNBB a carta que segue e que reflete o meu pensamento sovre o assunto:

    Tinha programado para hoje coisas importantes a fazer, entre elas, a de me confessar e numa cidade como a do Rio de Janeiro, com “milhentas” igrejas, nem sempre é fácil encontrar um confessor, porque os padres têm outros afazeres muito mais importantes, como organizar “comités de paróquia” ou “sovietes de paróquia” para preparar a reforma agrária, asssunto para o qual estão excelentemente preparados e sem o qual a Igreja desaba. Não se ria, por favor, porque para mim que tenho a consciência de ser pecador, a confissão é muito importante.

    Mas li a notícia, “CNBB tira de site texto de bispo contra Dilma”, fui eu que desabei por completo. Aquilo que a Igreja sempre me ensinou não passa de uma mentira? Estarei maluco? Será que alguns bispos preponderantes nos querem ensinar uma doutrina diferente, isto é, querem que a Igreja católica “vire seita”? Ou será que o “andar de baixo” ou “de cima” (já não me lembra e não interessa) interferiu de novo e são as “católicas pelo direito de decidir” que estão a comandar a CNBB? “Cesteiro que faz um cesto, faz um cento”.
    Quanto ao meu estado mental, tranquilizei-me. Bastou-me ler uns trechos do Papa. Estou com o Papa, estou dentro da Igreja católica. Os Bispos é que estão contra e, portanto, estão fora da Igreja e, sendo assim, não os posso seguir. Aliás, ainda ontem tinha lido um artigo do Bispo de Jequié (Ba) a aconselhar os católicos a não seguirem a CNBB no tocante à reforma agrária.

    Peço-lhe desculpa pela minha agressividade, mas o fato é de tamanha importãncia que não posso ficar impassível perante ele. O cerco que as circunstâncias foram montando, obrigou a CNBB a tomar posição e tomou a pior possível.
    Posso dizer que toda a minha vontade para fazer qualquer coisa desapareceu, fiquei reduzido a uma matéria inerte carregado de nervos a tal ponto que tive um desagradável incómodo de saúde e se não for transparente com o Secretário Geral da CNBB sou conivente; se não disser toda a verdade, sou cobarde; se não vos chamar a atenção, não sou católico cujo distintivo é “amai-vos uns aos outros como Eu vos amei”. E como é que Jesus nos amou? Não foi dando-nos um pedaço de terra, mas foi ensinando-nos quem é Deus e como se chega a Deus. Se o amor de Jesus por nós se tivesse consubstanciado na entrega de um pedaço de terra a cada um, como estaria hoje essa reforma agrária? A missão de Jesus tinha desmoronado debaixo de um fracaso total.

    Será que os bispos do Brasil fazem um exame de consciência sério examinando-se como pastores da Igreja cujo cargo impõe a obrigação de velar pela pureza da fé, da integridade e da disciplina católica e preservar os fieis dos perigos do erro e do mal, especialmente quando o erro e o mal se apresentam com um aspecto atraente, dissimulando a validade das ideias e os equivocos de expressão e com o ardor do sentimento e a sonalidade das palavras podem inflamar os corações no amor de coisas sedutoras, mas funestas.
    Por exemplo, será que o número de cristãos no Brasil tem diminuido? Não me parece, tomando em consideração o número substancial de tantos que estão nas seitas protestantes e estão lá porque se julgam ainda cristãos. Será que o número de crentes dessas seitas tem aumentado à custa de outras religiões que não a católica? Muçulmanos, budistas, judeus, ateus, pagãos, etc.? Ou será que têm “pescado” os seus crentes entre os católicos, cujos templos estão cada vez mais vazios? Temos de constatar como verdade, dura e ferina, que hoje somos menos e nem sequer somos melhores.
    E porquê? Será porque os católicos têm andado perdidos, sem comida nem bebida, e os seus pastores não os têm conduzido aos bons prados verdejantes, escondendo-lhes a verdadeira doutrina e relativizando-a em relação ao nada e os pastores dessas seitas têm sido mais persistentes, mais sagazes e sanam a fome desses católicos?
    Sem dúvida nenhuma, perante as vossas vistas e os vossos cuidados, o número de católicos tem diminuido, num país em que o número de cristãos talves tivesse aumentado. Qual a responsabilidade de todos nós e qual a vossa?

    Quantos milhões de brasileiros não pensam hoje que o aborto é aceite pela Igreja no Brasil. Para este efeito, não interessa o que vós pensais sobre o assunto, mas apenas o que os católicos pensam em decorrência da vossa ação.
    Ontem um bispo, católico, zeloso, sabendo que a sua palavra é alimento para os fieis, vem dizer no site da CNBB que um católico não pode votar na Dilma, dado a sua posição perante o aborto. Este bispo limitou-se a dizer “com as plicas no ii” o que sempre a Igreja tem dito: os católicos não podem votar em quem tem posições contrárias á Igreja em pontos inegociáveis. Hoje, a CNBB retira o artigo do bispo do seu site, por causa da repercussão negativa que suscitou. A conclusão lógica só pode ser que a CNBB não é católica, olvida aquilo que é doutrina da Igreja e não se opõe ao aborto.
    Há ainda um pormenor a chocar. O Dom Luiz Gonzaga que, pela posição que ocupa na CNBB, devia ser o “censor” passa a ser o “censurado”; talvez por Vossa Excelência Reverendíssima ou pelo Presidente.
    Repercussão negativa, de quem? Da Dilma, do Lula, desse não sei quantos que foi seminarista, é chefe de gabinete de Lula e que parece ser Deus para alguns bispos? Ainda bem que houve essa repercussão negativa. Prova de que eles sentem que o que dizem não está de acordo com a Igreja.
    Senhores bispos da CNBB, se a doutrina de Jesus não tivesse provocado tanta repercussão negativa entre o Sinédrio e assimilados, Jesus não tinha sido morto e hoje não havia a Igreja católica. Porque nós, principalmente, os bispos, não desejamos, hoje, repercussões negativas, é que estamos a ser atacados em todos os lados e estamos a voltar às catacumbas. Sem dúvida, deixamos de ser “luz, sal, fermento” e só servimos para sermos pisados.
    Por isso, com o coração desfeito, mas por imperativo de consciência tenho de dizer que, tendo em consideração o que se tem passado no Brasil, a CNBB é o grande coveiro da Igreja católica no Brasil. Tem sido um organismos extremamente inconveniente à Igreja, apesar de haver bispos muito bons. Será porque, como afirmou Jesus Cristo: os filhos das trevas são mais trabalhadores, mais perspicazes.

    Senhor Dom Dimas, quando me sentei ao computador pensei que não iria terminar de lhe escrever tão forte era, e é, a minha dor; ao escrever ia sentindo que dizia coisas que todos nós, no fundo de nós, na nossa consciência, sabemos perfeitamente. Senti que fazia chover no molhado.

    Verdadeiramente, o que interessa é:
    Qual é a doutrina da CNBB sobre o aborto? É a favor da vida e sempre contra o aborto, em todas as circunstâncias e qualquer que seja o motivo ou, para não ferir suscetibilidades, aceita o aborto? É a favor de Dom José Cardoso Sobrinho que atuou acertadamente dentro da mais rigorosa ortodoxia católica (e que a CNBB não defendeu convenientemente) ou de um tal Dom Rino Fisichela que já levou os merecidos pontapés e que de católico não tem ponta. (Às vezes a vida prega-nos partidas imensas: imagine um Dom Fisichela presidente da Academia Pontificia para a Vida?)
    Se as primeiras alternativas contiverem a doutrina da CNBB (sinceramente, ainda penso que é) então há que repor o artigo de Dom Luiz Gonzaga Bergonzini no site da CNBB.
    Se não for, então há que dizer claramente, sem subtgerfúgios, qual é a doutrina advogada pela CNBB.
    Repare, Excelência Reverendíssima, que neste momento pode haver muita gente em risco de pecar gravemente, matando inocentes, por vossa culpa.
    Portanto, peço que esta carta não seja considerada como até aqui: sem resposta, o que tem constituido um erro crasso da Hierarquia que a Igreja está a pagar. Os católicos têm o direito de exigir, e exigem, definições claras dos seus bispos e os bispos, como principal dever, tem obrigação de velar pela pureza da fé e preservar os fieis dos perigos do erro e do mal e esta obrigação nunca pode ser cumprida com o silêncio.

    Hoje tenho que fazer dois ajustes. Quem ordenou a retirada do artigo do site da CNBB foi o sub-Secretário Geral, um padre, o que me levou a dizer na carta que escrevi a Dom Luiz Gonzaga que, qualquer dia, éo porteiro da CNBB que decide quais os artigos que devem ser aceites ou não no site.
    A outra, o artigo causou grande borborinho no Planalto e quem correu para a CNBB foi, na verdade, o Gilberto Carvalho, o tal seminarista que virou chefe de gabinete do Lula que, claro, realizou na CNBB o que queria.

     
  12. Ainda bem que conheci este site. Obrigado por compartilhar notícias que eu nunca ficaria sabendo. É mesmo muito ruim a atitude da CNBB, mas do Bispo de Guarulhos, é mil por cento.

     
  13. Não entendo muito dessas coisas da religião, mas acho que se a CNBB se diz aberta a todo mundo inclusive com o candomble acho que tá errado censurar outro colega.

     
  14. Eu também fico com a pulga atrás da orelha por causa da posição esquerdista da CNBB. Será que eles não vão fazer uma “pressãozinha” com o fim de “promover para remover”? Guarulhos é uma cidade muito importante do Estado de São Paulo é a maior depois da cidade de São Paulo, mais de um milhão de almas (que a CNBB quer desviar).

     
  15. Todo dia a CNBB aparece com cada coisa difícil de engolir. Primeiro a criação do PT, depois o movimento de “indios e negros” aí depois vem com aquela dos sem terra, sem trabalho e sem vergonha. E agora é CENSURA??

     
  16. Finalmente Guarulhos conta com um pastor vigilante contra o lobo que ataca. Rezo para que a Divina Providência conceda a esse bispo corajoso as graças para se manter firme nesse combate, porque pelo visto a CNBB não é assim tão democrática como faz parecer crer às “inocentes ovelhinhas”.

     
  17. Acessei pelo link aqui indicado. Li e fiquei impressionado pela clareza com que diz da missão dos clérigos e de sua condição de Bispo Diocesano: “o que implica anunciar a verdade e denunciar o erro”. Agora o que deve preocupar é a atitude INEXPLICÁVEL da CNBB de CENSURAR o corajoso bispo. Fico imaginando se também não irão censurar lá em ROMA.

     
  18. Minha repugnância pela CNBB não tem limites.

    Não sei o que poderíamos fazer com semelhante corja de inimigos de Deus e de Sua Igreja.

    Talvez um abaixo-assinado, a nível nacional, advogando o fim dessa entidade nefasta, tendo em vista as inúmeras provas das ações anticristãs de seu alto escalão.

    Não sei se estou falando alguma bobagem, que se prestasse a suscetibilizar a já tão combalida consciência religiosa do país…

    Mas alguma coisa deve ser feita. Aquela gente não pode continuar fazendo (sob a inspiração, é bom que se diga, do eterno Arcebispo Vermelho, o seu Dom Helder Câmara, que de integralista de Sigma na batina virou um comunista “risonho”) o que, incessantemente, há bem umas quatro décadas, vem fazendo contra a Igreja e contra o Brasil!

    Onde está o Papa, que nada parece fazer?

    Conhecemos as condenações, mesmo após o Concílio Vaticano II, relacionadas ao comunismo, em especial à famigerada Teologia da Libertação; o que parece existir, no entanto, é um completo desrespeito à palavra dos papas; niguém mais segue o papa…

    O cerne da questão é o espírito de ambiguidade, de dubiedade, típico do liberalismo, na opinião abalizada do saudoso e inesquecível Dom Marcel Lefebvre, claramente apresentado no Concílio Vaticano II e, sobretudo, no chamado período pós-conciliar…

    Conhecemos, outrossim, as virtudes de estadista e diplomata de Bento XVI, mas estadismo e diplomacia têm limites, porquanto o que aqui se discute são os assuntos de Deus, e não uma bobagenzinha qualquer!

    Rezemos a Deus, pedindo força, humildade e discernimento ao Papa, para que Bento XVI rompa definitivamente com a obra do último concílio; para que declare solenemente as verdades basilares da fé católica; consagre a Rússia ao Imaculado Coração de Maria; e, efetivamente, puna os bispos heréticos, qual sejam os lobos em pele de cordeiro da CNBB…

    Seria pedir demais?

    Rezemos pelo nosso pastor, Bento XVI…

     
  19. Se a CNBB quer se omitir, que se omita; mas não tome partido.
    Quanto a nós, leigos, podemos fazer nossa as palavras do Senhor Bispo Dom Luiz Gonzaga Bergonzini. Somos maioria, não somos. Leigos votantes, conscientes e politizados, não somos. Então é conosco a solução do problema.
    Recentemente no questionário da TV-Record, Dilma confirmou que o aborto é um problema de saúde publica. E a emissora divulgou mais a questão da opinião do opositor Serra a ela, que aquele ponto de sua afirmação a favor do aborto.
    Sabem a diferença entre aborto e eutanasia?
    ??? No aborto matam antes de nascer; na eutansia matam antes de morrer. Não veem crime nisso, mas veem problema de saude publica.
    Saude publica? ou legalização de clinicas abortivas? Ou que machistas não assumam responsabilidades pelos filhos que colocariam neste mundo, antes lucrariam para não pagarem “pensão”? De mulheres que não querem aborto para si, mas para outras mulheres que querem ficar livre para produzirem outros abortos? Uma forma legalizada de terem filhos fora do casamento, (compreende-se adulterios) e obrigarem a outra mulher a fazer aborto, já que assim ficaria tudo facilitado?
    Lembro-me de um documentário da China em que uma lei permitia apenas dois filhos por casal. Então a preferencia era por filho homem, e do terceiro filho em diante eram descartados nas ruas, principalmente se fossem meninas. Centenas de meninas aproximavam-se dos carros mendigando, e os motoristas fechavam o vidro expulsando-as. Dava dó ver as cenas de desprezo, e a expressão de desconforto das meninas “orfãs legais”, que nem governo, nem pais, nem parentes, nem sociedade reconheciam. Seria isso problema de Saude Publica? Ou de Insanidade dos poderosos e politicos?

     
  20. Este fato real é um AVISO do que vira em breve, caso a candidata do poder temporal perpetue apos eleita “democraticamente”as ditas neopoliticas governamentais atuais sob a égide do partido politico dominante…

    Que Deus nos proteja e o eleitorado nacional não se deixe iludir ..

    Sem mais comentários!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome