A empresa mineira Nutrinsecta pediu ao governo estadual, ao Ministério da Agricultura e ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) certificação de que os insetos que ela produz para ração animal também podem ser consumidos por seres humanos.

A aprovação era aguardada para junho e será comemorada pelos grupos ambientalistas que pregam que a carne de gado de criação “aquece o planeta” e por isso deve ser substituída e cessar de ser produzida.

Ainda que possa parecer improvável, o movimento verde trabalha pelo fim do consumo de carne, que seria trocado pelo de insetos.

A Nutrinsecta acha que a aprovação oficial servirá de atestado de qualidade. “Eu não seria capaz de comer uma barata, mas já experimentei larvas de besouro fritas e achei gostoso”, disse Luiz Otávio Pôssas Gonçalves, criador da empresa, à revista “Época”.

Segundo a revista, “quanto a levar baratas à mesa, Pôssas reconhece que há uma ‘barreira cultural’.”

Mas, é esta barreira de horror cultural instintiva que o movimento ambientalista radical quer extirpar. Para isso é necessária uma campanha para produzir uma mudança de fundo do modo de sentir dos brasileiros.

A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) incentiva oficialmente a inclusão de insetos na dieta humana. O repugnante hábito é chamado de entomofagia.

“Os insetos têm vantagens sobre animais convencionais, incluindo um alto nível de proteína, vitaminas e minerais. Além de um sabor único”, afirma Arnold van Huis, entomologista da Universidade Wageningen, na Holanda, e um dos principais arautos do consumo de insetos nojentos por gente, financiado pela FAO.

De acordo com a bióloga mexicana Julieta Ramos Elorduy, a pressão aumentará para favorecer o hábito de comer insetos repulsivos.

Para a FAO, até 2050 o consumo global de carne deverá dobrar e esse alimento se tornará mais caro, raro e “luxuoso”.

Esse alarmismo partecipa de muitos outros de origem ambientalista e que acabaram se revelando meros instrumentos de propaganda ideológica radical.

Os produtores rurais brasileiros já demonstraram largamente sua capacidade de multiplicar a produtividade. Imensas áreas do território nacional ainda estão disponíveis para a exploração da pecuária.

Porém, os mesmos zelotes “verdes” que querem nos fazer comer insetos, trabalham ativamente para que essas terras nunca entrem na produção.

 

12 COMENTÁRIOS

  1. se as pessoas fizessem jejum de carne como a Igreja prescreve e não se esbaldassem gulosamente, quem sabe não se temeria ficar sem comida, muito menos passariam fome os pobres (se formos caridosos, também)

     
  2. Minas Gerais não tem gelo…neve…
    Alô Minas das Gerais, passe uma geral melhor !
    Bom……
    Não fez sentido tal discurso!
    Alô terra boa.
    Acho que MINAS GERAIS deve plantar mais alimentos saudaveis, humanos, insetos ou proteina desses bichinhos pre-historico ,e para quem esta acostumado…. a come-los .heheheheh
    Curusqueredo….

     
  3. Parabens Thiago !!!

    Para mim, isto è uma ideia morbida, suja, que não pode ser, em hipotese alguma, humana e cristã .
    Que ideia suja !!
    Por que ele não comem os seus insetos s …?
    Que gana pra ganhar dinheiro sujo,!

     
  4. BOA NOITE CAMARADAS

    A UNICA POSSIBILIDADE DESSA DIETA A BASE DE PROTEINA DE INSETOS FUCIONAR SERÁ UMA DITADURA MUNDIAL ONDE TODOS OS ALIMENTOS SEJA CARNES, VEGETAIS SERIAM TOTALMENTE CONTROLADO POR ORGÃOS INTERNACIONAIS COM O UNICO OBJETIVO DE LUCRO ASTRONOMICOS E USURA, FAZENDO O CIDADÃO DE BEM OPTAR PELO ODIOSA DIETA A BASE DE INSETOS, OU SEJA CARNE APENAS PARA ELITES GLOBAIS.
    O COMEÇO DISSO É TAL BACTERIA E-COLI QUE SUPOSTAMENTE NA UTOPIA DA MIDIA DE MASSA TENHA A ADQUIRIDO A RESSISTENCIA 12 TIPOS DE ANT-BIOTICOS E QUE TERIA SURGIDO NA NATUREZA EM UMA FAZENDA ORGANICA , VÁ ENTEDER TAL RACIOCINIO .
    TUDO PARA O CONTROLE TOTAL DOS ALIMENTOS E MAIORES LUCROS E ESCRAVOS.

     
  5. Alegando razões de higiene, órgãos públicos apreenderam há poucos meses em Uberaba grande quantidade do bom queijo mineiro. Será que tais órgãos terão proporcionado rigor em relação aos repugnantes insetos, ou estes daqui a pouco não mais poderão ser “discriminados”, e terão acesso aos supermercados sob o sistema de cotas?

     
  6. os insetos chegaram na terra muito antes que os mamiferos…. os primeiros hominideos comeram muito insetos…mas com o excesso de alimeto disponiveis em nossos tempos, insetos não nos agrada psicologicamente, mas nutricionalmente falando….tanto faz. Proteinas são sempre proteinas…de boi ou de inseto. Na china os insetos são fonte de proteinas…. pois haja pasto para tanta gente comer, Deus sabe o que faz…. para nós brasileiros ainda não é necessario. Com tantos abortos e com o controle da natalidade, ainda podemos nos dar o luxo de comermos carne de mamiferos.mas se as familias brasileiras tivessem 10,15 filhos como ha 50 anos atras…. esse pais estaria bem cheio….aí os insetos não seriam tão repulsivos assim é uma questão de dançar conforme a música

     
  7. Em primeiro lugar, se oferecerem estes alimentos informando provirem de insetos, ninguém compra. Depois, se algumas pessoas os consumirem, isso é lá com êles, desde que não obriguem suas crianças a fazer o mesmo.

     
  8. S.P. 22.06.2011.

    Atenção, atenção, diga a eles todos, mas todo mesmos, que eles comam estas nojeiras, que usem e abusem, mas enquanto eu viver, vou comer meu pedacinho de bi, vaca, porco galinha =, etc. Não é isto que está em jogo, quando a humanidade aumentar, eles querem enfiar guela abaixo para os menos favorecidos, e se beneficiar dos nossos boizinhos, vaquinhas, porquinhos, etc. Mando estes vagabundos trabalhare, ou nos pagar o preço que é devido se querem coisa melhor para alguns e as menos boas para todo o resto; isto sim é uma total ditadura. Manda eles comer insetos repulsivos, diga que é bom, que é gostoso, que se matem de comer insetos, mas que nos deixem em paz, comendo nossos boizinhos, vaquinhas, porque eles não vão averiguar o que os criadores de gado fazem com os recém nascidos da vaca ? ? ? Seria ótimo eles saberem e agir para que jamais isto aconteça novamente, não fica enchendo o saco da humanidade com as coisas hilárias desles, sai fora de nosso calcanhar, meu. Manda eles trabalhar, trazer coisas úteis e não minando o trabalho de tantos, este Brasil é imenso, não tem nada de advertir sobre nada em nosso território, que morram este que querem dominar o mundo, que fiquem lá no gelo eternamente, na vida e na morte também, mas não fica mais palpitando na vida dos outros,
    principalmente nossa aqui no Brasil, que são que pensam que são os donos do mundo ?
    Aqui não. !!!

     
  9. Penso que isto seja bom para os ricos que adoram novidades gastronomicas. Para o pobre, muitas vezes tem mesmo que competir com insetos para se alimentar.

     
  10. Só falta a CNBB fazer uma campanha da fraternidade para dizer que não é cristão ter repulsa por insetos e que o consumo vai favorecer a “Mãe Terra”.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome