Exploração do gás de xisto: fator de declínio do gás russo

Gas de XistoA exploração no Ocidente do gás e do petróleo de xisto utilizando a tecnologia dofracking (fragmentação) está arruinando a estatal petroleira russa Gazprom, que controla 15% das reservas planetárias. Em 2007, ela era a terceira maior companhia do mundo, avaliada em cerca de US$ 360 bilhões, mas que desvalorizou quase 80% em 2013, caindo para US$ 77 bilhões.

Além de a Gazprom ter perdido o mercado americano, sua frota de superpetroleiros ficou superdimensionada. Razão da decadência: sobra gás no mercado internacional, os preços despencam, e a Europa, sua grande cliente-vítima, dispõe atualmente de uma gama de possibilidades mais atraente do que o gás fornecido por Putin.

Desta maneira, o gigante russo — que desejava realizar o sonho de Lênin de estrangular a Europa livre — enreda os próprios pés em imensos gasodutos e oleodutos que se tornam cada vez menos aproveitados.

 

5 COMENTÁRIOS

  1. Só um arauto do atraso como esse poderia dizer tamanho disparate. A exploração do gás de xisto “by fracking” é o maior conto do vigário da era moderna. Caiam na real, saiam da Idade Média e venham para o século XXI.

     
  2. Fico temeroso,pois a Russia pode (para compensar)incrementar a fabricação e vendas de armas.Ela e EUA sabem muito bem como provocar conflitos para isso.

     
  3. Entre tantas mentiras lançadas pela Revolução , tal como Dr. Plínio Correa de Oliveira a denuncia, uma delas é esta, o contrôle de tôda a ENERGIA DO GLOBO, isto é uma quimera. Ela é tão deversificada em suas fontes, como na sua aplicação. Utopia, mentira é esse pretenso contrôle global.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome