França bate recorde de apreensão de medicamentos falsos vindos da China

0
Medicamentos falsos apreendidos numa ação anterior
Medicamentos falsos apreendidos numa ação anterior

A alfândega da França bateu um recorde de apreensão de medicamentos contrafacionados, oriundos da China, evidentemente.

Nada menos que 2,4 milhões de caixas de medicamentos falsos de todos os tipos, desde simples aspirinas, excitantes sexuais até antidiarréticos foram apreendidas no dia 27 de fevereiro no porto de Le Havre, segundo Le Figaro de Paris.

Para Stéphane Caritté, da Direção Nacional de Informações e Inquéritos Alfandegários, este órgão começa a desconfiar de certas megaoperações analisando a mercadoria e o destino final declarado.

“Esta mercadoria estava registrada como chá verde e devia ser encaminhada para a Bélgica, segundo tudo indica através de um porto da Europa do Norte”.

Mas dentro dos contêineres provenientes da China as forças da ordem descobriram pelo menos treze toneladas de comprimidos, distribuídos em 601 pacotes grandes.

“Alguns medicamentos não continham princípio ativo algum e constituíam uma fraude agravada contra o consumidor”, disse a direção das alfândegas francesas após uma série de análises num laboratório de Paris.

Outros medicamentos “continham um princípio ativo que não correspondia à dosagem do produto autêntico e podiam por em risco a saúde dos pacientes enganados”, acrescentou.

Houve arrombamentos policiais na Bélgica para pegar a rede estelionatária que vendia pela Internet seus produtos de origem chinesa na França, na Alemanha e na Holanda.

Em 2013, o setor farmacêutico foi o mais explorado pela contrafação na França: 18% dos 7,6 milhões de artigos pegos pela aduana, bem mais que o das roupas (14%) de grife em cuja falsificação também o comércio chinês tem uma posição de destaque.

Abramos bem os olhos no Brasil.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome