Internet é “tobogã” para ataques diabólicos

Sacerdotes, psicólogos, médicos, advogados e especialistas que participam de curso sobre o exorcismo em Roma alertam: o acesso a novas tecnologias facilita a aceitação das seitas satânicas e do culto ao demônio. O perigo é grave no caso de jovens frágeis ou que vivem em dificuldades. O porta-voz da Universidade Regina Apostolorum, Carlo Climati, definiu o satanismo como um paroxismo de relativismo: “Uma espécie de sociedade ao revés, onde o bem vira mal e o mal vira bem”. O padre exorcista Gabriele Nanni disse que mesmo pessoas curiosas ou à procura de distração que visitam sites de práticas satânicas e ocultismo apenas para conhecer sem desejá-lo, “sofrem ataques do demônio”. A alavanca principal que os impulsiona a cair nos sites perigosos é a moda, e a Internet funciona como instrumento perfeito para as potências infernais.

Fonte:Revista Catolicismo, maio de 2011.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Padre Rufus Pereira já dizia que um e-mail estranho e um telefonema mudo pode ser invocação do mal e devemos orar imediatamente entregando a Deus o desconhecido a nós. Alguns evangélicos são exagerados quando dizem que Satanás está por todos os lados. Algumas coisas podem ser exageros, outras não. Depende, é claro. Padre Ruffus diz que sempre devemos usar nossa inteligência primeiro, mas sempre buscando a sabedoria de Deus para confirmar a veracidade dos acontecimentos. Desde que a Deep Web se manifestou como um inferno virtual (virtual é o modo de levar o inferno até você, porque o mal ali é tão real quanto não conseguimos acreditar), a internet em si tem se mostrado um veículo importantíssimo para Satã. Da mesma forma como para evangelizar para o bem, quanto para o mal. Mas eu creio que se cada um de nós formos sinceros conosco, e com aquele quem cuidamos (nossa família), saberemos monitorar essas maldades com mais facilidade do que se continuamos praticando o mal às escondidas e vestimos a carapuça da santidade disfarçada. Meu filho não verá pornografia porque eu não vejo pornografia. O exemplo eu tenho que começar dar como mãe, como pai. Porque quando eu der o exemplo, estarei ensinando meu filho(a) que, ao navegarem na internet irão se lembrar da educação que tiveram; irão se lembrar da razão que aprenderam; irão se lembrar do que é moral e imoral. E irão combater o bom combate com toda porcaria que a internet oferecerá e separará o que é bom e ruim. Mas tudo porque receberam alicerce para enfrentar essas situações.

     
  2. O artigo diz a verdade.Estas coisas podem mesmo acontecer,tanto na internet como nos demais meios de comunicação.
    Estas inteligências malignas são em grau,superiores às inteligências humanas e inferiores às dos Anjos.Podem, com relativa facilidade, utilizar de todas as coisas abaixo do sol para realizarem seus intentos malignos, até mesmo os inventos humanos podem ser utilizados para o mal, tanto pelos próprios homens como pelas potências espirituais do mal.
    Indiretamente,estas potências maléficas podem influenciar os homens para que eles façam o mal por meio destes instrumentos e, diretamente,podem manipular até mesmo as mais altas tecnologias para praticarem seus atos nefastos,sempre limitados pelas forças espirituais benéficas angelicais ou humanas.Assim como existem exemplos de infestações sobre coisas mais palpáveis, podem existir também sobre aquelas coisas que, sendo produto ou não do engenho humano, são mais sutis e evanescentes.
    Tenho experiência de acontecimentos em que tanto as forças do bem como as do mal, influenciaram ou controlaram obras criadas pelos homens como, telefones, automóveis etc.
    Também pode ocorrer que indivíduos praticantes da chamada magia negra, auxiliem os poderes das trévas no intuito de prejudicar e controlar os que estão menos protegidos.
    Considero que nestes casos a oração sempre é uma opção eficaz para anular estes perigos;podendo ser simples e curta,como um simples pedido de ajuda e proteção ou mais longa e elaborada.
    Um grande abraço e parabéns pelo site!
    Maximiano.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome