Japão: viciados na Internet precisam voltar à realidade

Mais de 500 mil jovens estariam atingidos pela patologia digital
Mais de 500 mil jovens estariam atingidos pela patologia digital

O Japão planeja introduzir campos dirigidos por especialistas na educação para auxiliar os jovens escravizados pelo mundo “online”.

O programa atenderá mais de 500 mil adolescentes entre 12 e 18 anos, mas o Ministério de Educação acha difícil definir números em decorrência da expansão e da novidade patológica.

“É cada vez mais e mais um problema”, disse Akifumi Sekine, porta-voz do Ministério, aoThe Daily Telegraph.

E prosseguiu firmando existir nas escolas japonesas por volta de 520.000 crianças comprometidas, mas este número cresce a cada dia e poderá haver muitos mais casos, pois ainda não foi dada a volta no problema.

O Ministério já solicitou verbas para programas de imersão na realidade para descolar jovens de seus computadores, smartphones e aparelhos de jogo.

“Nós queremos tirá-los do mundo virtual e encorajá-los a manter comunicações reais com outros jovens e adultos”, explicou Sekine.

Também na Coreia do Sul o a "demência digital" preocupa
Também na Coreia do Sul o a “demência digital” preocupa

O Ministério pensa em locais ao ar livre onde não haja conexão com a Internet. Neles os mais jovens poderiam participar de esportes e jogos ao ar livre e aconselhados por psiquiatras e psicoterapeutas a fim de garantir que a retomada de contato com a realidade não seja traumática.

O vício da Internet vem provocando desordens de todo tipo, como distúrbios no sono e na alimentação num número crescente de crianças japonesas.

Nos casos mais extremos podem ser constatadas síndromes de depressão e tromboses arteriais associadas às posições fixas diante dos monitores.

Ademais, tal obsessão pela vida online prejudica o rendimento escolar.

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Concordo plenamente com esta reportagem.
    No Brasil ainda não estamos neste estágio dos países mais tecnológicos,mas estamos caminhando para isso.
    Hoje em um almoço ou uma pizzaria com a família reunida, quase todos tem computadores, tablets, smartphones e aparelhos de jogo.
    Os mais jovens já nasceram na era digital, mas muitos adultos também estão migrando rapidamente para este Mundo Digital.
    O que menos se faz é conversar e trocar experiências vividas na vida real.
    GOOGLE, YOUTUBE, FACEBOOK, TWITER, ORKUT, SKYPE E ASSIM POR DIANTE.
    Não que essa tecnologia toda não seja boa e positiva para a nossa vida, mas estamos perdendo as poucas oportunidades de relacionamento com o espírito cristão (família, parentes, amigos e demais pessoas).
    Acredito que tudo deve ser bem dosado e utilizado nas horas próprias.
    Quem não dispõe de toda essa tecnologia fica totalmente deslocado (a margem da sociedade). Um novo tipo de discriminação. Sempre existiram outros tipos de discriminação: religiosa, política, racial, futebolística e social.
    Estou falando por mim mesmo e por outros depoimentos que ouvi.Não é a toa que a síndrome da “DEPRESSÃO, ANSIEDADE E STRESS” estão se espalhando rapidamente no mundo atual.
    Estou enviando esta mensagem para que cada um reflita e se posicione sobre o tema.
    Cada um dentro da sua realidade atual (estado civil, família, moradia, situação profissional, etc).
    Aproveitei a oportunidade para expressar-me, pois são poucas na correriado dia a dia atual.

     
  2. Demoraram para enxergar o obvio, a ganância pelo lucro cega. Agora Vão desembolsar milhões por causa de alguns tostões. Pobre consumidor cada dia mais inocente e fácil de ser roubado, os empresários produzem a patologia e agora vão vender a cura para o estado. O povo é mesmo inocente, para não chamar de outra coisa.
    ” Maldito o homem que põe sua confiança em outro homem.”

     
  3. Porque a internet QUER e NECESSITA alienar as pessoas!
    Antes de mais nada, os bilionários da NWO-Nova Era querem desviar o mundo de tudo pertencente ao tronco judaico-cristão, menção especial à Igreja católica e sua doutrina e, a partir daí, inculcar nos neo-cooptados a ideologia do satanismo, pois à execeção de seus fieis todos os outros são fáceis de se manipularem; aliás, referindo à Igreja, disse Fidel Castro: ela é “escorregadia e não cai fácil na nossa conversa; temos de a marretar!…
    A internet afasta as pessoas do convívio e contato humanos, da fala pessoal entre amigos e conhecidos e das experiências interpessoais, levando-as a se inscreverem no esquemas das amizades virtuais – por natureza gélidos – assim como se consultando a não sei quem para resolverem seus próprios problemas, sem notar que muitos usam rede para modificar-lhes a mente para o mal.
    O problema está na alienação das massas por meio de programas tendenciosos, de forma sutil, quase imperceptíveis, prestigiando apenas as conveniências dos “donos do mundo”, intercalados em entrevistas, novelas filmes, testemunhos de alienados artistas etc; são treinados para subverterem, todavia sugerindo serem bons colaboradores.
    A atual engenharia social tem ferramentas incríveis e a prova dessa eficiência é a ascensão rápida dos comunistas em muitos países – apesar de onde entrarem destruírem tudo, mas propagam em contrario -, sendo o ponto forte deles a sedução das mentes; sabem, como ninguém, fazer uma guerra de ideias, apesar de todo seu conteúdo se compor de tramas, trapaças e trambiques.
    Em suma, a net, além de levar as pessoas a muitas enfermidades psico-somáticas, induz ao egoísmo, à depressão etc., fá-las viver num mundo irreal de vida, desvinculando-as da família, exatamente como querem os interesses dos ateístas do globalismo para as próximas gerações se docilizarem a seus caprichos.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome