A loucura dos homens “sãos”

5

farc2

O mundo de hoje parece totalmente descontrolado. Aquilo que seria inconcebível até pouco tempo atrás, ocorre hoje e ninguém mais se espanta.

Qual a razão para tanto descalabro acontecendo no meio de tanta apatia?

Esta é a pergunta fundamental para nossos dias. Mas antes de sugerir uma resposta, dou alguns exemplos.

1. Está em andamento na Colômbia um “diálogo de paz” entre o governo de Juan Manuel Santos e os guerrilheiros das FARC. Nisso já há um disparate, pois os guerrilheiros estavam sendo vencidos e encurralados, e Santos os chama para conversar, num palco ideal para eles, que é a Cuba comunista, acenando-lhes com condições mais do que vantajosas, como a participação política privilegiada e outras benesses.

Pareceria que os cabecilhas do grupo guerrilheiro deveriam estar exultantes e prontos a entregar as armas. Nada disso. Publicaram um comunicado insolente nos jornais, no qual afirmam que só entregarão as armas, se houver “a desmilitarização da sociedade e do Estado”, ou seja, se forem dissolvidos o Exército e as polícias!

Depois disso, dir-se-ia que o diálogo acabou. Não. Ele continua, e o governo parece sempre mais disposto a novas concessões! Entenda quem puder.

2. No campo religioso, Mons. Livieres Plano, até há pouco Bispo de Ciudad del Este, no Paraguai, foi destituído pelo Papa Francisco, sob a alegação de que com ele não havia “unidade eclesial na Diocese e com os demais Bispos”. Falou-se também de que ele protegeria um padre pedófilo, ao que parece sem provas.

O bispo Livieres saiu-se então com um comunicado pouco comum, em que afirma, entre outras coisas: “Aceito [a destituição], por mais que a considero infundada e arbitrária, e da qual o Papa terá que prestar contas a Deus e não a mim”. Queixa-se de que nem sequer foi ouvido e de que foi vítima de “uma perseguição ideológica” por parte dos progressistas.

Convenhamos, tudo isso é surpreendente!

3. Enquanto isso, no Oriente Médio, um Califado recém inventado entrega-se a decepar cabeças, com a característica nada comum de que filma as execuções em vídeo e as transmite pela internet para o mundo todo!

4. No Brasil, na fase pré-eleitoral, institutos de pesquisa, com cobertura bombástica da mídia, anunciaram durante semanas seguidas que a candidata Marina da Silva iria facilmente para o segundo turno das eleições, com grandes chances de ser eleita presidente da República. E ela alcançou apenas um magro terceiro lugar, bem distante do segundo colocado.

Isso tudo, e muito mais que não temos espaço para relatar, falam de um mundo desestruturado, para não falar em decomposição.

Voltamos à pergunta inicial: qual a razão?

Não parece ser outra senão a progressiva apostasia em relação ao Cristianismo, que vai se acentuando com o passar dos anos e das décadas.

Quando ainda prevaleciam os princípios da civilização cristã, a cujo respeito o Papa Leão XIII disse que “a influência da sabedoria cristã e a sua virtude divina penetravam as leis, as instituições, os costumes dos povos”, havia evidentemente males, guerras e pecados como em todas as épocas houve. Mas havia uma lógica e uma ordem fundamental que a tudo presidia. O mal era chamado de mal, e o bem, de bem; a verdade e o erro se diferenciavam um do outro; o monstruoso e o cacofônico não se ostentavam como arte, como na Bienal de São Paulo. A Igreja católica era o centro difusor da ordem e da elevação moral.

Essa inversão de valores, essa loucura dos homens sãos, essa anástrofe mental — se me permitem usar uma palavra um pouco pedante —, é o sintoma de um Cristianismo que se foi, como a alma se evola de dentro do corpo que não tem mais condições de viver. O que resta vai para o túmulo, para a podridão, para os vermes.

Até o momento da Ressurreição! Mas esta só poderá vir pela misericórdia de Nossa Senhora. Peçamo-la, pois.

 

5 COMENTÁRIOS

  1. Este processo de insanidade ocorre dentro e fora de nossas fronteiras, é o “quanto pior melhor” no seu mais alto estilo!
    Mas isto não é acidental, é proposital, é parte integrante de
    um plano, “enfraquecer para mais facilmente quebrar” implantar, com pouca ou nenhuma resistência, um regime socialista! Tanto aqui como lá fora, pois o mundo está integrado, e nenhuma sociedade pode se dar ao luxo de se isolar
    numa redoma de vidro, e preciso cooperar para se expandir, é o que o foro de
    São Paulo está fazendo!

     
  2. Acredito que estamos caminhando para o fim dos tempos. Até o Papa resolve destituir um Bispo sem nem ao menos ouvi-lo. Se me tivessem dito isso eu não acreditaria.Vamos rezar muito a Santíssima Virgem Maria, só ela poderá interceder por nós!!!

     
  3. Parece-me que o articulista tem razão. A causa é a apostasia crescente do cristianismo.
    Quem atua, quem orienta e governa está longe de Cristo; cada vez mais longe!
    Quem recebe essa atuação, por ignorância, comodismo, desinteresse, não reage porque está longe de Cristo, cada vez mais longe!
    O problema é: onde está a culpa? O que é que despertou esta decadência acelerada?
    Quem suportava o cristianismo e o mantinha na reta direção era a Igreja católica. Nos últimos cinquenta a tal anos, a Igreja católica tem vivido altos e baixos, mas os ” baixos” têm adquirido mais adeptos e se difundido mais e o resultado é este que vivemos.
    Já atingimos um ponto que ultrapassa o que de mau podíamos imaginar. Já se está a chegar a um ponto que responde à pergunta do Senhor: Quando Eu voltar ainda haverá fé na Terra?
    Para salvar os que ainda acreditam, só o fim do mundo

     
  4. Uma grande desgraça se aproxima. Um povo virá mostrar aos cristãos a Ira Divina, como era e sempre será. O povo se desvia do caminho reto e é reconduzido.

     
  5. O Cristianismo não se foi, ainda existe !! o que nasceu foram as maquiavélicas deturpações e desvios que foram inculcados em mentes fracas que beirando o desespero pela falta de estrutura para enfrentar as dificuldades, foram cooptados por ideologias nefastas que aparentemente “dormiam” no inferno aguardando o momento exato para começar a agir após que fossem colocados em dúvida os parâmetros pelos quais a humanidade se regia.
    A consequência do agito causado pela inversão de valores, e até os mais simples foram levando muitas pessoas a “ouvir” a esses “profetas” da desgraça e a destruição sem conservar a percepção que antigamente a grande maioria tinha para saber diferenciar “o joio do trigo” já sem o discernimento natural ficaram obnubilados e a mercê das ideologias do terror e a ruina.
    A ponderação e a força da religião católica tem de ressurgir como o sagrado ensinamento do caráter e afastar de coisas fúteis à humanidade que assim poderá enxergar realmente o caminho a ser seguido bloqueando e anulando aos psicopatas que querem dominar o mundo, levando-o ao estagio final de destruição total. Deus Salve!!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome