Magnífica 42° March For Life nos EUA

2

March For Life 2015 (3)

Quando eu cursava o ensino médio, meus professores espalhavam uma ideia errada acerca dos Estados Unidos. Segundo eles, era um país onde se vive de consumo e para o consumo, o país do McDonalds, de Hollywood e seus filmes de Super-Heróis… enfim um país símbolo do consumismo e da produção em massa.

Na verdade, os Estados Unidos são um país que em sua maioria – e, principalmente, a juventude americana – é conservadora em assuntos morais.

March For Life 2015 (4)

Este conservadorismo chega ao seu auge na March for Life que se realiza na capital americana, Washington, desde 1974 e vem crescendo cada vez mais em número de participantes, bem como se realizando versões semelhantes em diversas cidades do país, do Atlântico ao Pacífico.

March For Life 2015 (7)

Com seus estandartes vermelhos e com magnifica altanaria, a American Society for the Defense of Tradition, Family and Property (TFP) marcam presença desde a primeira realização do evento, e não poderia ser diferente agora na 42° edição da March For Life.

March For Life 2015 (6)

Uma bela imagem de Nossa Senhora de Fátima, carregada por membros da TFP vestidos com o hábito de Gala, ladeado por uma série de estandartes vermelhos e uma fanfarra animava a todos participantes com músicas patrióticas e em honra a Nossa Senhora.

March For Life 2015 (2) March For Life 2015

Ao mesmo tempo, outros voluntários da TFP recolhiam milhares de assinaturas em uma petição ao Papa Francisco, pedindo para Sua Santidade defender o real matrimônio e a instituição da família, segundo a Lei divina natural, no próximo Sínodo.

Apesar da lei pró-aborto ser mantida, uma nova pesquisa, realizada pela Operation Rescue, revela que 73 clínicas de aborto foram fechadas em 2014. Em 1991, estava em operação um total de 2.176 clínicas, mas ano passado apenas 551 instalações permaneceram abertas – uma queda de 75% desde 1991.

March For Life 2015 (5)

Peçamos a Sagrada Família graças especiais de perseverança e fidelidade ao povo norte-americano em sua luta pela família tradicional e que a TFP americana continue com altanaria e coragem marcando com sua presença a grande March For Life.

March For Life 2015 (1)

 

2 COMENTÁRIOS

  1. O Aldo Canavarro tem toda a razão!

    É curioso como todo o mundo aceita essa contradição. A China comunista pode tudo, é mimada por todos, é ajudada por todos. “Trabalho escravo? Ora, os escravos, que se danem.” É assim que parece pensar deles o establishment ocidental. Será que os chineses “não têm alma?”, serão uma sub-humanidade que não tem direitos?

    Há um ou dois meses ouvi na CBN uma reportagem com um professor de economia (cujo nome já não lembro), em que ele dizia sem maior cerimônia que o Brasil estava impulsionando o trabalho na China! Mas sem a mínima referência ao trabalho escravo, nem ao regime totalitário comunista desse país! É uma hipocrisia sem tamanho! E também não falou o descalabro de a presidente estar investindo em outros países (do bloco bolivariano ou esquerdista – porto de Mariel, em Cuba; empréstimos [não seria mais certo dizer doações a fundo perdido?] a algumas nações africanas dirigidas por ditadores social comunistas etc.) ao mesmo tempo em que deixa o Brasil sem os investimentos de que necessita urgentemente…

     
  2. No mundo existe o que eu chamaria de “eixo do mal” formados por regimes autoritários ou totalitários! Nem preciso mencioná-los, é uma lista que todos já conhecem, os seus seguidores nas outras partes do mundo, vivem com uma única finalidade, difamar os EE UU que adota um regime de liberdade econômica jurídica, o oposto do que preconiza seus adversários.
    Buscam então encontrar defeitos na sociedade americana!Quando não encontram, resolvem fabricá-los: Chamam os Estados Unidos de “imperialistas”! Por que os americanos dominam o mercado cinematográfico e vendem muita Coca Cola? Mas por que não dizem a mesma coisa com os Chineses? Por que não existe um “imperialismo chinês”? Que no Brasil chegou a fechar segmentos inteiros de indústria, como foi o caso do setor calçadista do RGS, fechado, e parte dele, transferido para o Nordeste!
    Em resumo querem transformar os EE UU em representantes do mal no Planeta Terra para que o “eixo do mal” assuma a posição de representante do bem! E o que é pior, o Brasil apoia esta política!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome