Num grande vaso antigo vemos reproduzida  intensa atividade agropecuária, charretes carregadas de produtos da terra,  grande atividade comercial e fluvial numa natureza poeticamente preservada.
Num grande vaso antigo vemos reproduzida intensa atividade agropecuária, charretes carregadas de produtos da terra, grande atividade comercial e fluvial numa natureza poeticamente preservada.

Mais de 40% das terras aráveis chinesas se encontram degradadas após décadas de exploração socialista, deplorou a agência oficial de imprensa China Nova, citada pela agência Reuters.

O povo chinês é rico em qualidades dos mais variados tipos, as quais podem ser apreciadas em incontáveis e admiráveis obras de arte.

Nas refinadas cerâmicas, nas delicadas pinturas, nos maravilhosos marfins, podemos contemplar, descrita em seus menores detalhes, a vida agrícola chinesa de séculos passados.

Toda ela está impregnada de espírito familiar e senhoril.

Nessas imagens, vemos refletida uma arte realista e requintada, uma vida no campo farta, poética, de uma riqueza surpreendente.

E além de preservar como que por instinto uma natureza única, vemos o trabalhador chinês bem alimentado, contente, e paradoxalmente contemplativo e pletórico de bens.
Que espécie de feitiço caiu sobre essa nação a ponto de arrasar a própria terra?

A terra negra e fértil da província de Heilongjiang, no norte da China, diminui em extensão, diz a agência do governo.

As terras agrícolas do sul estão entregues à acidificação, acrescenta a agência, que cita por sua vez estatísticas do Ministério da Agricultura.

A China deve alimentar uma população em torno de 1,4 bilhão de habitantes.

Para isso possui uma superfície de tamanho quase continental, irrigada por alguns dos maiores rios do mundo, com imensa variedade de climas e altitudes para cultivos diversos.

Reforma agrária estragou as melhores terras
Reforma agrária estragou as melhores terras

E no entanto ela está importando maciçamente alimentos e toda espécie de matérias-primas para a população sobreviver e manter a produção das fábricas.

A natureza foi depredada  para atingir as metas do socialismo
A natureza foi depredada para atingir as metas do socialismo.

O governo comunista, autor da mefistofélica planificação que estragou as terras chinesas, desenha agora planos para lutar contra a poluição das mesmas.

De início, a tentativa de recuperação se concentrará em 3,3 milhões de hectares.

Mas até 2020 o Ministério da Agricultura planeja “criar” 53 milhões de hectares de terras agrícolas “confiáveis”, que poderão resistir às secas e às enchentes, escreveu China Nova.

Podemos estar certos de que dos “milagres” da planificação socialista realizada no campo pela Reforma Agrária nada sairá de bom.

Pelo contrário, a toda hora chegam notícias de maiores mazelas.

 

 

3 COMENTÁRIOS

  1. A Reforma Agrária executada na China comunista, é igual àquela que está a ser feita pela agroindústria com a soja e milho no cerrado brasileiro e nas savanas tropicais do corredor de Nacala, Moçambique pelos brasileiros e pelos chineses, cuja produção tem como objetivo a exportação quase exclusivamente para a China.
    A Reforma Agrária que tem que ser feita no Brasil, é para a produção e exploração de uma agricultura sustentável para as necessidades alimentares do Brasil e não para exploração e exportação da agroindústria da soja e do milho.

     
  2. NEM PRECISA EXPLICAR: O ARTIGO POR SI MESMO JÁ DIZ TUDO!
    Onde entram a doutrina comunista da bandeira vermelha representando o sangue dos adversários, “iluminada” pela estrela de 5 pontas que é o pentagrama satânico; o martelo, da destruição; a foice, da morte e a ideologia do satanista Marx e seu idem companheiro Engels, estão garantidos atraso, miséria, chantagens gerais, destruição e morte, pois onde entram Satã e seus asseclas a previa do inferno na terra se instala, pois os comunistas são tocados pelo ódio a Deus, a si e mais ainda aos outros!
    Cuba, a prisão-favela a ceu aberto é a cara do sucesso comunista e o sucesso da China se deveu a abrir o mercado ao capitalismo, comunismo só de Estado, como no Ocidente, senão seria a mesma de Cuba, um reedição desse cortiço, idem a Coreia do Norte onde segue o modelo do obsoleto e fracassado comunismo!
    Confiram em que desgraça se converteu a Venezuela!

     
  3. O assunto do artigo tem interesse. Interesse esse que se perde pela leviandade do mesmo, sem aprofundar o assunto e não informar devidamente das causas dessa degradação.
    O artigo tem uma preocupação política e ideológica. Não se preocupa em informar, antes lança a confusão e a desinformação. Lamentável, apenas !!!!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome