Quem é o menino do tambor?

enfant.au.tambour

Atribui-se a autoria da mundialmente conhecida canção: O MENINO DO TAMBOR  à  compositora americana Katherine Kennicott Davis (18921980), natural de St. Joseph (Missouri), e a sua difusão, em grande medida, à Família do Barão Von Trapp.

Conta-se que no deserto da Arábia, um menino muito pobre, órfão de mãe desde tenra idade, ganhara como presente de seu pai um tamborzinho muito rudimentariamente feito por ele, pois não podia dar-lhe coisa melhor com seu modesto rendimento como guardião de um oásis.

E o pequeno jamais se separou de seu instrumento musical, que fazia soar para os viajantes que por ali passavam.

Certo dia uma caravana de importantes personagens, seguida de numeroso séqüito por ali passou, orientados por uma estrela. Eram os Reis Magos. O menino do tambor, como ficara conhecido, decidiu acompanhá-los, após ouvir deles o relato de que iam visitar o Menino Deus, que nascera em Belém. No caminho foi se inteirando da grandeza de tal acontecimento. Quanto mais ouvia dos viajantes, mais se maravilhava, ao mesmo tempo em que derramava abundantes lágrimas por não ter um presente adequado para oferecer. Foi então que lhe veio a inspiração de tocar seu tamborzinho para alegrar o Menino. E assim fez, recebendo como retribuição o sorriso enternecido do Deus Menino, de Sua Mãe Santíssima e de São José.

Ouvindo esta narração, comovente pela singeleza da inocência, nos vem à mente estas reflexões:

É tocante, a figura do menino que leva um tamborzinho para o Menino Jesus ouvir. Menino Jesus para quem os anjos no mais alto dos Céus estão cantando sinfonias inapreciáveis, e diante do qual chega um menino que toca o tamborzinho. E o Menino Jesus abre os olhos e, com misericórdia, ouve aquele tamborzinho, e se agrada, e atrai aquela alma. Seria talvez o primeiro amigo do Menino Jesus. Que vocação maravilhosa!

Mas, se consideramos um outro aspecto do assunto, nos comovemos ainda mais. Temos o hábito de pensar no Menino Jesus que está na manjedoura e que espera todos que vão a ele: Reis Magos, pastores, Nossa Senhora e São José, depois outras pessoas que terão passado por lá. Essa é a realidade histórica.

Child Jesus 2

Mas há uma realidade sobrenatural, que não se dissocia desta, e que é muitíssimo mais comovedora, e não é menos real: é o Menino

Jesus que, de um modo invisível, na Noite de Natal, sai ele tocando seu tamborzinho pelo mundo afora, à procura de almas e pedindo a cada uma que venha a ele, que o ame, que o conheçam, que sejam dele. Ele tem muito mais do que um tamborzinho para atrair os homens e para encantá-los. Ele tem as pulsações de seu Coração; as sagradas e inefáveis pulsações de seu inefável Coração.

Jesus Menino visita todas as almas. E ele faz o papel não mais daquele que recebe a visita, mas daquele que vai atrás dos homens de todas as idades, de todas as línguas, de todas as condições sociais, a todos procura de modo especial nessas noites. E lhes diz alguma coisa que lhes toca o coração de um modo também especial.

O menino do tambor foi atrás dele. Ele vai atrás de todos: meninos e velhos, grandes e pequenos, sábios e ignorantes.

Até dos pecadores mais empedernidos Ele vai atrás e toca-lhes o coração dizendo: “Meu filho, não queres vir a Mim? Nem agora queres vir a Mim? Pelo menos desta vez, pelo menos neste instante, deixe te comover um pouco. Aqui estou eu à tua procura, no interior de tua alma.”

 

3 COMENTÁRIOS

  1. É uma pena que após o Concílio de Nicéia , promovido pelo pagão
    Constantino, CRISTO tenha sofrido perseguições tão covardes. O
    reflexo dessas ações nefastas contra o CRISTIANISMO, é o mundo
    conturbado que vivemos hoje.

    PAZ E BEM À TODOS.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome