Mosteiro cisterciense do século XII renasce na Califórnia

Abadia de New Clairvaux, Califórnia
Abadia de New Clairvaux, Califórnia

No norte da Califórnia renasceu um mosteiro medieval cisterciense.

A notícia caiu como um raio em céu sereno, pois nunca se diria que o progressista estado californiano acolheria um dos símbolos mais opostos à modernidade.

Além do mais, trata-se de um autêntico mosteiro medieval espanhol do século XII.

Como?

Abadia de New Clairvaux, Califórnia
Abadia de New Clairvaux, Califórnia

O magnata William Randolph Hearst havia comprado e levado para a Califórnia no início do século XX as ruínas do mosteiro de Santa Maria de Óvila, da Espanha, desmontou-o, mas não conseguiu restaurá-lo.

A cidade de San Francisco se opôs e as pedras ficaram por décadas no Golden Gate Park. Veio depois a Grande Depressão, a Segunda Guerra Mundial e pareceu que o projeto estava totalmente morto, segundo o “The New York Times”.

Sinal dos tempos, monges cistercienses apelaram à população, reuniram fundos e realizaram no século XXI o que foi impossível no século XX: a reconstrução do prédio gótico de Santa Maria de Óvila, do século XII.

“O que parecia morto, ou quase morto, ergue-se de novo”, disse sobre a restauração o padre Paul Mark Schwan, abade do mosteiro restaurado com o nome de New Clairvaux,

Após a conclusão de grande parte das obras, a abadia foi aberta à visitação pública em 2012.

Dois terços das pedras são originais, mas foram necessários reforços modernos para resistir aos terremotos. Rodeada de vinhedos, a abadia fica num campo distante duas horas do norte de Sacramento.

O mosteiro de Santa Maria de Óvila, na província de Guadalajara, foi fundado em 1167 pelo rei Afonso VIII de Castela em terras recuperadas dos mouros.

A abadia entrou em decadência e foi fechada por um governo anticlerical em 1835.

O magnata Hearst ouviu falar das ruínas e, segundo a revista “American Heritage”, contratou agricultores e trabalhadores espanhóis dos vilarejos próximos para desmontar e transportar as peças mais importantes.

Foi necessário construir trilhos de trem, estradas e uma ponte para mover as imensas pedras que foram carregadas por 11 barcos até San Francisco.

Porém, Hearst passou a enfrentar dificuldades econômicas e abandonou o projeto, doando as pedras do mosteiro à cidade de San Francisco.

Abadia de New Clairvaux, Califórnia
Abadia de New Clairvaux, Califórnia

Mas os planos da prefeitura dessa cidade não deram em nada; os caixotes que continham as pedras pegaram fogo algumas vezes e as relíquias ficaram ao relento. A prefeitura nunca levantou o dinheiro necessário para concluir o projeto.

Em 1994, alguns monges cistercienses convenceram a prefeitura a doar-lhes as pedras, sob a condição de iniciarem a restauração dentro de uma década.

Tendo os monges arrecadado US$ 7 milhões, os trabalhos tiveram início em 2004. Para reatar com um costume medieval, os religiosos também passaram a produzir cerveja premium estilo trapista, chamada Óvila. Na Europa as cervejas produzidas pelas abadias estão entre as melhores.

As obras ainda não foram completadas, mas a arte principal da abadia já pode ser usada como na Idade Média.

Vendo a decadência do século XIX, quem teria dito que o sacral e austero mosteiro dos cistercienses renasceria para a vida no século XXI? E logo na Califórnia!?

Isto é matéria para sérias reflexões para interpretar bem o presente e o futuro mais ou menos próximo.

 

 

4 COMENTÁRIOS

  1. É com rande alívio e emoção que leio esta matéria, motivo de júbilo a todos os cristãos. O mais importante é a reconstrução dsse mosteiro nos Estados Unidos da América, fato esse muito significativo para os dias de hoje. Deus proteja e abençoe esse santo empreendimento e que ele seja o começo de muitos outros, mantendo assim, a cultura cristã da Idade Média viva para as futuras gerações.

     
  2. Transcendental, a fé remove montanhas. Quem imaginaria que a Idade Média em pleno século XXI, readquirisse na pós modernidade, este prestígio e admiração num dos países mais avançados do mundo. Sinais dos tempos.

     
  3. O que posso comentar ? É com lágrimas nos olhos e um grande júbilo no coração que chego ao término da leitura desta matéria ! São sinais como este que renovam as nossas esperanças e fortalecem a nossa FÉ nas Escrituras Sagradas que nos confirmam que a Nossa Igreja é LITERALMENTE o Corpo Místico que como Cristo , sua Cabeça venceu a morte ,sempre se reerguerá viva e vitoriosa neste combata , pois “As portas do inferno não prevaleceram sobre Ela !

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome