Na Eslováquia, Partido Comunista poderá ser dissolvido

Campo de concentração para religiosos
Campo de concentração para religiosos na então Tchecoslováquia durante o regime comunista.

Conforme já divulgamos aqui no site do IPCO (*), o parlamento eslovaco aprovou uma emenda ao Código Penal para punir quem negar ou justificar os crimes da ditadura comunista, com pena de prisão que varia de 6 meses a 3 anos de reclusão.

O Partido Comunista local (KSS, sigla em eslovaco) – que recebeu apenas 0,83% dos votos nas eleições de 2010 – será investigado pela polícia por envolvimento histórico e por estar negando que tais crimes existiram. “Uma vez que não há culpa coletiva, não há crimes comunistas”, afirma o website do partido.

O Procurador Geral da República poderá soliticar a dissolução do Partido Comunista se for provado o procedimento ilegal do KSS.

O jornal eslovaco SME (6/11/2011) considera que uma possível dissolução do Partido Comunista é improvável, uma vez que “a corte de Justiça ainda é dirigida por (ex) membros desse partido que organizou o Estado de terror”.
Crimes do comunismo na Eslováquia:

– número de executados: 50;
– condenados por delitos políticos: 71.168;
– cumprimento total de sentenças: 83.615 anos;
– mortes na prisão após a processos políticos: 51;
– mortos durante a ocupação em agosto de 1968: 20; gravemente feridos: 38;
– presos em campos de trabalho forçado: 8.240;
– mortos nesses campos: 528;
– eslovacos enviados à URSS: 6.973;
– mortos na fronteira por armas de fogo: 26; cerca elétrica: 15; explosão de mina: 2;
– religiosos enviados para campos de concentração: 2.548;
– pessoas despejadas de suas casas: 2.000.

______________

(*) http://www.ipco.org.br/home/noticias/enquete-parlamento-eslovaco-quer-criminalizar-quem-negar-ou-justificar-crimes-do-comunismo

 

5 COMENTÁRIOS

  1. capitalismo x regime marxista ( COMUNISMO) só pregaram mera fantasia e fazendo de fantoche uma sociedade relapsa,pois os incautos são facilmente manipulados por um racionalismo unilateral.

     
  2. O Holocausto não existiu!!!! Os crimes comunistas não existiram!!! kkkkk!!! Belisque-me que estou sonhando. Parabéns à Espanha. Caiu o socialismo!!!! Tenho pena do paulistano se ele eleger o Fernando Haddad para prefeito. E ainda o endeusam como ministro(com “m” minúsculo mesmo) da Educação por tanto tempo. Nós estamos vendo e LENDO as malfadadas cartlhas. Tem que cair o Luppi. Mudança ministerial já. Misturei os assuntos. Mas está tudo engasgado. Osvaldo.

     
  3. Não basta dissolver o partido Comunista. No Brasil a turma dos guerrilheiros de esquerda afirmam querer justiça, deveria-se constituir uma Comissão da Verdade na Eslováquia, China, Coréia, Cuba. O comunismo é assassino e cometeu milhões de assassinatos especialmente contra os proprietários de terras. Aqui no Brasil não foi diferente.

     
  4. Marx era um gay que vivia às expensas de Engel, filho de industrial.As coisas culminam, como sempre, no agressivo, repugnante e deplorável sistema, que é o comunismo. E foi implantado nesses países todo esse tempo, o que não serviu de exemplo para o nosso país, desconhecedor da História. Há que se separar entre BRASILEIROS e BRASILIANOS
    o povo que aqui reside. Os profissionais da mesmice, recalques, marcha à ré, loucos por esporte e carnaval, que fiquem com Marx e seus efeitos nocivos.

     
  5. Enquanto isso, nas nossas escolas, as ideias de Marx são pregadas livremente. Decerto querem nos impingir o caminho que a Eslováquia seguiu – e hoje lamenta.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome