Nos passos do Império Romano…

Fim de um império Ruínas da antiga Cartago. Um importante historiador disse que a homossexualidade na colônia provocou a queda.
Fim de um império Ruínas da antiga Cartago. Um importante historiador disse que a homossexualidade na colônia provocou a queda.

Para pessoas que têm fé e princípios cristãos – e é a grande maioria dos brasileiros – é estarrecedora a decisão por unanimidade no Supremo Tribunal Federal (STF), em 5 de maio último, na qual os ministros reconheceram legalmente as uniões entre pessoas do mesmo sexo possibilitando até adoção de criança. (Cfr. O Globo online, 5/5/2011).

Isso tudo faz recordar um fato histórico. O Império Romano, sem dúvida, foi uns dos maiores registrados na História, sua glória é até hoje descrita, mas do imenso império, só restaram ruínas.

Como diz o adágio popular: “para cair, basta está em pé”. Os romanos estavam num auge territorial quando caíram. Quais foram as causas desse declínio assombroso, já que o progresso era tão marcante?

Historiadores de diversas épocas procuraram escrever sobre quais seriam as causas da queda do Império Romano. Conforme o site americano Mail Oline (9/5/2011), para o Prof. Roberto De Mattei – vice-presidente do Centro Nacional de Pesquisas da Itália e catedrático da Universidade Européia de Roma – em entrevista a uma rádio, “o colapso do Império Romano e a chegada dos bárbaros foi devido à propagação da homossexualidade…” e “a colônia romana de Cartago era um paraíso para os homossexuais e que infectou muitos outros”.

A matéria de Mail Oline afirma que as “pesquisas parecem sugerir [que] a homossexualidade era comum na Roma antiga. (…) Edward Gibbon escreveu que ‘dos 15 primeiros imperadores, Cláudio foi o único cujo gosto no amor foi totalmente correto.’ A homossexualidade é amplamente retratada na arte romana.”

Diante de todos os desvios morais que havia, dizer que apenas o homossexualismo foi a causa do declínio do Império Romano seria um exagero. Mas, seria absurdo afirmar que não foi um fator determinante para tal decadência. A degradação moral amoleceu as reações dos romanos diante da invasão dos bárbaros.

O Brasil passa atualmente por um progresso, sem dúvida. Graças ao agronegócio, estamos batendo recordes na exportação, alega-se um grande aumento da classe média, somos quase auto-suficientes na produção de petróleo e derivados – pena que esta realidade não chega aos postos de combustíveis! – e outros prodígios na vida econômica do brasileiro. Mas serão esses os fatores que farão o Brasil se perpetuar na história? O que acontecerá com o Brasil se continuar seguindo pela mesma via de decadência dos romanos?

Mas não basta mostrar o problema, é preciso apontar para uma solução. Para isso, recorro às palavras do saudoso prof. Plinio Corrêa de Oliveira: “Quando os homens resolvem cooperar com a graça de Deus, são as maravilhas da História que assim se operam: é a conversão do Império Romano, é a formação da Idade Média, é a reconquista da Espanha a partir de Covadonga, são todos esses acontecimentos que se dão como fruto das grandes ressurreições de alma de que os povos são também suscetíveis. Ressurreições invencíveis, porque não há o que derrote um povo virtuoso e que verdadeiramente ame a Deus”. (Cfr. Revolução e Contra-Revolução; Cap. IX, 3)

 

16 COMENTÁRIOS

  1. @Ricardo Moreti
    Ricardo;
    O texto não afirma que somente restaram ruínas, mas passa esta idéia com a foto anexada ao seu corpo.A forma escrita não é o único meio de expressão de idéias.
    O que quis dizer é que, não é a destruição fisica, visivel, de uma nação, a responsável pelo seu desaparecimento.Exemplo disso é o povo Judeu, que teve seu templo destruído e ainda hoje continua sendo uma nação.
    Concordo com a parte do texto que faz reverência ao problema homossexual, mas faço a ressalva de que este problema era mais freqüente na aristocracia, que já não era mais a mesma do período republicano e muito mais diferente ainda da do período monárquico.
    Considero que Gibbon não é a palavra final no que diz respeito à antiguidade clássica, devendo ser consultado,claro, mas não como se fosse um deus que retorna à terra para contar a história que viu na sua Roma.Nem mesmo os autores eclesiais devem ser considerados como inerrantes e serem tidos como as únicas fontes sobre o Império Romano, como também, Gibbon, não deve ser considerado como a última palavra sobre o assunto.
    Talvez o professor Mattei considere o termo Império Romano como o utilizado para designar o império do ocidente e utilize o termo Império Bizantino para designar o também chamado Império do Oriente, talvez seja esta, parte das raízes da questão.
    Não sou um Petrarca que aspira a reconstrução do império, mas um amante da história como conhecimento cientifico e posso me equivocar também.
    O texto está correto ao abordar o homossexualismo como um problema para os Estados ou Nações, problema que se intensifica em seus efeitos deletérios na medida que aumenta em proporção.
    Não critico o autor do texto.
    Para finalizar, vejo em Gibbon, parcialismo e um tanto de anticlericalismo.
    Abraços.

     
  2. @Maximiano Henrique Rebequi dos Santos
    Maximiano, eu também li o artigo e me causou estranheza seu comentário, porque você diz “Não restaram somente ruínas do Império Romano.”
    Causa-me estranheza pois não entendi que no artigo esteja a afirmação de que nada tenha sobrado dela, ruínas pelo que eu entendo são restos.

    Teria, talvez, escapado à sua atenção o trecho: “Diante de todos os desvios morais que havia, dizer que APENAS o homossexualismo foi a causa do declínio do Império Romano seria um exagero. Mas, seria absurdo afirmar que não foi um fator determinante para tal decadência. A degradação moral amoleceu as reações dos romanos diante da invasão dos bárbaros.”

     
  3. Penso que este artigo deve ser reformulado.Sinceramente,afirmo que não concordo com quase todo o seu conteúdo.Na minha opinião, somente o primeiro e o último parágrafo estão de acordo com a verdade mas fora de contexto.
    Não restaram somente ruínas do Império Romano.O Império Romano sobreviveu em sua língua e cultura por obra da igreja e no que tange ao seu poder temporal, no Oriente ele sobreviveu até a Idade Média e no Ocidente sua aristocracia não só sobreviveu como deu origem às estirpes aristocráticas européias.
    Os Romanos não estavam no auge quando caíram, pois sua queda foi progressiva e não de uma hora para outra.
    O professor Roberto De Mattei errou grandemente quando afirmou que a causa do declínio foi o homossexualismo,na verdade foram várias as causas e o homossexualismo foi somente uma delas, já a chegada dos bárbaros não teve nada a ver com isso;no que diz respeito a colonia de Cártago, na verdade ela era uma pequena e não muito significativa colonia estabelecida na região próxima ao local onde existiu a cidade de Cártago e esta cidade, a cidade de Cártago, foi destruída pelos romanos antes do período Imperial, os romanos exterminaram a população,atearam fôgo na cidade e depois espalharam sal em suas ruínas.
    Agora vem o pior:
    A homossexualidade não era tão disseminada na Roma antiga,dizer o contrário não passa da mais pura mentira.Edward Gibbon mentiu com interesse político, no intento de deformar a história, ou será que podemos afirmar como ele afirmou que era homossexual, o Imperador Marco Aurélio, considerado um Imperador que já tinha um espírito parecido ao espírito cristão e ascendente do nosso querido D.Pedro II e de nossa querida família Imperial? E o que dizer do Imperador Constantino?
    Afirmo que não eram homossexuais!
    O império do Oriente,já cristianizado,não degenerou por causa do homossexualismo, pelo contrário,foi ele que mais reação opôs aos bárbaros,inclusive devemos a ele, ao Glorioso e Imortal Império Romano, a obstrução dos islamitas,barrando seu acesso à Europa Oriental.
    Para finalizar,não vejo como comparar a situação do Brasil com a do Império Romano e o último parágrafo cita as palávras do professor Plínio Corrêa de Oliveira sobre a conversão do Império Romano,aí eu pregunto,foi o Império Romano convertido que degenerou pela homossexualidade?
    A homossexualidade fez parte da aristocracia romana degenerar e isso, somado aos outros vícios que a contaminaram, colaborou para a perda do poder temporal do Império do Ocidente.
    Gibbon,sensual,imbuído do espírito iluminista, era um inglês a serviço da revolução e desconfio que era homossexual.

     
  4. SE ESSA VERGONHA CONTINUAR EM NOSSO POBRE PAÍS, ESSA COISA PODRE DE DAR DIREITO A ESSAS MINORIAS, VAI ACABAR FUTURAMENTE NUM TERRÍVEL BANHO DE SANGUE, POIS A MAIORIA DO POVO BRASILEIRO SÃO CRISTÃOS, TODOS AOPIADOS NO LEMA: DEUS , PÁTRIA E FAMÍLIA…POR ESSAS E POR OUTRAS NUNCA HAVERÁ ACEITAÇÃO QUANTO A ESSA ABERRAÇÃO, A ORDEM NATUIRAL DAS COISAS NÃO PODE SER MUDADA, NÃO HÁ FORÇA HUMANA CAPAZ DE TAL PROEZA…NEM O GOVERNO, MEM OS POLÍTICOS CORRÚPTOS, NEM OS FALSOS DOUTORES E MUITO MENOS ESSA MÍDIA SEM VERGONHA QUE DA SUPORTE E DIVULGAÇÃO A ESSA SODOMIA…DEUS ESTÁ NO PODER.

     
  5. O FATO É QUE ESSE ASSUNTO JÁ ESTÁ PASSANDO DA CONTA.GOSTARIA DE SABER MAIS UMA VEZ, QUAL É A DESSE MINISTRO. A EDUCAÇÃO BRASILEIRA É UMA DAS PIORES DO PLANETA. TANTO NA QUALIDADE , QUANDO NA ESTRUTURA. PROFESSORES MAL PAGOS, A ESTRUTURA FISICA DAS ESCOLAS PRECARIAS. CARTEIRAS , CADEIRAS . QUADROS EM PESSIMAS CONDIÇOES. O ALUNO DA OITAVA SERIA MAL SABE LER, MUITO MENOS ESCREVER . SE PERGUNTAR QUANTO É 5X3 MUITOS ENGASGAM.. E O QUE ACONTECE . O MINISTRECO PREOCUPADO COM HOMOFOFIA. COISA QUE SE FOR ANALISADO NÃO EXISTE NENHUM CERCEAMEAMENTO A ESSE ATO HEDIONDO. NO BRASIL SEMPRE FOI TOLERADO.. OS RAROS CASOS DE VIOLENCIA É DECORRENCIA DA PROPRIA INCOMPETENCIA DO ESTADO COM A SEGURANÇA : TAMBEM… OU SEJA TODO MUNDO ESTÁ SUJEITO A VIOLENCIA , NESSE PAÍS CORRUPTO E INOPERANTE EM COIBIR A VIOLENCIA…MINISTRO VÁ TRABALHAR.. VÁ DISPENDER SEU TEMPO COM COISAS URGENTES QUE COLOCAM NOSSA EDUCAÇÃO NO LIMBO… CULPA DE INCOMPENTENTES TAL QUAL O SR. QUE NÃO CACIFE PARA MELHORAR O ENSINO ENTÃO FICA CAPITANEANDO AÇOES QUE LHE DÁ ALGUMA VISIBILIDADE ,PELO MENOS ENTRE OS GAYS, . E ESSA INSISTENCIA NESSE ASSUNTO NÃO PORQUE O SR. A MARTA . A CROSÁRIO… E AFINS ESTÃO PREOCUPADOS COM A SITUAÇÃO DESSE PESSOAL. VOCES ESTÃO PREOCUPADOS É COM A BASE ELEITORAL DE VOCES QUE A CADA DIA ESTÁ MENOR.. E POR VOTO ESSE PESSOAL FAZ PACTO ATÉ COM O CAPETA.. O PRÓPRIO LULLA LELÉ FALOU ISSO UM DIA.. MINISTRO DESOCUPE O BECO PARA ALGUEM SERIO ASSUMIR O SEU CARGO. ALGUEM QUE REALMENTE QUEIRA MUDAR A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO… POR QUE NA SUA MAO E NA DESSE GOVERNO VOCES CONSEGUIRAM PIORAR O QUE JÁ ERA RUIM.. FAÇA O SEGUINTE VÁ CRIAR UMA ONG GAY.. PROVAVELMENTE O SR SE SAIRÁ MUITO….MAIS UM DETALHE. SE A POPULAÇÃO NÃO SE MOVIMENTAR ELES VÃO TRAZER ESSA EXCRECENCIA DE VOLTA.. TEMPO PARA ISSO ELES TEM.. EM TEMPO: ESPERO MINISTRO E LACAIOS HETEROFOBICOS…QUE VOCES TIREM DO BOLSO O CUSTO DESTE KIT MALFADADO….DEVERIAM O MP OBRIGA-LOS A RESSARCIR OS COFRES PUBLICOS.

     
  6. Só vejo uma maneira de acabar com esta insanidade: Precisamos de um partido de direita.
    Não há um único partido de direita no Brasil. A direita morreu. Só há no Brasil partidos de esquerda. Não se iludam com o PSDB pois este também é um partido de esquerda, que inclusive usa recursos públicos para realizar cirugias de “mudança de sexo” em São Paulo. O PSDB só se opoe ao PT de forma política; mas ideologicamente, PT e PSDB são farinha do mesmo saco. Mas temos políticos de direita, que defendem a vida e a família. Por quê eles não se unem para formar um partido de direita? No dia que isto acontecer, não terá prá mais ninguém! Penso que a direção do site, junto com outros sites pró família, deveriam divulgar esta idéia e falar com nossos políticos de direita a respeito do assunto.

     
  7. Ninguém pode nos calar muito menos um canetáço de pessoas que não foram eleitas pelo povo enquanto nós não demonstra para estes dissimulados que somos de acordo com a familia e não a grupos protegidos por leis absurdas que nos privam de nos manifestar e posicionar com absurdos como estes vamos la pessoal tomem posição agora depois que eles tiverem legalmente amparados aí só com luta de sangue pra defender os nossos netos

     
  8. Amigos, com certo otimismo soube que o Dr. Hugo Jose Sarunin, ligado à CNBB, identificou que a decisão tomada pelo STF com relação à união homossexual, não encontra resplado na Costituição Federal. Na verdade fere o Artigo 226, Inciso 3o., nal qual diz que o Estado deve respaldar a união entre homem e mulher, não comenta nada e nem dá interpretação à genero.
    Estou procurando manter contato, afim de sabermos qual dispositivo legal poderá ser utilizado para invalidar tal absurdo. O eminente advogado e tributarista, Dr. Ives Gandra, já alertava que preferia um congresso reconhecidamente não uniforme para decidir certas questões, ante um colegiado do STF que têm assumido o perigoso papel de legislarem no lugar do congresso.
    Vamos lutar contra este estado de coisas e não nos desanimarmos com tal corrente contrária.

     
  9. A decisão que o S.T.F. tomou(legalização da união de homosexuais) é INCONSTITUCIONAL. O STF é FISCAL DA LEI e não promulgador da lei; seus membros foram escolhidos por indicação, não foram escolhidos pelo povo através do voto. Só o Poder Legislativo(eleito pelo voto do povo) tem poder de criar leis. ADVOGADOS!!! ENTREM COM LIMINAR NA JUSTIÇA DERRUBANDO ESSA LEI ABSURDA CRIADA PELO STF. Quem são eles pra legislar em causa do povo brasileiro, se não foram escolhidos pelo povão através do voto livre?
    SOU RADICALMENTE CONTRA A LEGALIZAÇÃO DA UNIÃO DOS HOMOSEXUAIS. ISSO É UMA AFRONTA A FAMILIA CRIADA POR DEUS…

     
  10. A meu ver o governo tem a faca e o queijo na mãos, só podemos desarticular se unirmos em grupos em todo território e não utilizar dos meios deseducativos fornecidos pelo governo, e antes que este prepare a população para ser vaquinha de presépio, povo do amem.
    Simples e possível, cada aluno que será deseducado numa escola publica tem um pai, basta nós fornecermos a educação academica das crianças, contratando professores e definindo como queremos ensina los. tenho certeza que em 10 anos ninguem mais vai querer desaprender com o estado. temos que dar o primeiro passo e eu estou aberto para isso.
    Não podemos obrigar a força o governo mudar, mas podemos não deixar alternativa para ele mudar.

     
  11. Mas, falando sério, nos anos 60, quando eu estudava, nosso grande Prof. Pedro Rabelo (GE Prof. Julio Mastrodomênico-Ipaussu-SP) sempre lembrava a seguinte máxima: “Um povo que não conhece a História, está fadado a repetí-la”. O autor se refere a outro adágio popular: para cair…, mas e para não cair, faz-se a vontade da minoria? Ou devo entender que esse cancer homossexual já constitui a maioria? Creio que não. Mas a erosão está aí e podemos fazer as curvas de nível conforme sua ação destruidora, contra ela. Governo que se cuide, pois quem está em pé é ele. Aliás por onde anda Mário Altenfelder, grande defensor dos bons costumes, que sempre nortearam a Sociedade? Abraços (fraternos!) a todos.

     
  12. Já tinha lido algo semelhante em que a queda do Imperio Romano se deu por causa perder a moral e os bons costumes. Certamente naquele tempo ninguém mais se importava com os valores morais e éticos, exaltando o sexo com o principal sentido de vida social. Mas depois disso, outros países também perderam a moral e os bons costumes, e só se mantiveram sem queda por força do dinheiro e posição politica. A meu ver a Inglaterra, devido o Rei Henrique VIII proceder com o matrimonio cristão e expulsar todos os religiosos catolicos de suas terras, acolheu o anglicanismo como religião do rei, depois veio o casamento do principe Charles que todos vimos o que aconteceu com Lady Die, agora o principe nao aceitou a aliança em sua mão, somam-se pequenos gestos de desmoralização e vamos ver no que vai dar.

     
  13. Como podem ser classificados de bons brasileiros aqueles que desejam o fim de nossa população? Apregoam o aborto, a eutanásia, a homossexualidade. Quem ficará vivo? Os cachorrinhos que saem para passear diariamente? Que Deus nos livre desta abominação: fazermos o contrário do que Ele quis, e sermos castigados como o foram Sodoma e Cartago.

     
  14. A degradação moral de toda a sociedade é iminente e inevitável, o Brasil, assim como o mundo, cego de entendimento, que não se voltou para o Pai pagará com a grande tribulação para que se cumpram todas as palavras proféticas.Os Santos serão entregues ao anticristo e ele os vencerá, uns lavarão as suas vestiduras no sangue do cordeiro, trairão uns aos outros, haverá guerras e rumores de guerra, fomes, terremotos, por causa da ganância humana, pois ele não conheceu Deus pelo que Deus já se fez conhecer, é inevitável, pois os homens se tornam a cada dia mais egoístas, medíocres, mesquinhos, sem amor a Deus, ingratos, profanos, com a aparência de bondade, mas negando o poder de Deus.Nossa luta é válida, mas é vã, continuemos na luta mas a luta é vã.Poderemos ser uma parte que restou do terço da terra que se acabou?Não sabemos.Continue o injusto fazendo injustiça, o justo fazendo justiça, o sujo se sujando e o limpo se santificando, eis que ele está as portas e bate, mas como um ladrão ele vem.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome