“Se a palavra submissa incomoda, queimai a Bíblia”

Constanza Miriano
Constanza Miriano

A jornalista italiana Costanza Miriano, que trabalha na RAI (Rádio e TV italiana, estatal), gerou uma grande polêmica com a publicação de seu corajoso livro Casa e sê submissa (Sposati e sii sottomessa), um best-seller na Itália, já traduzido na Espanha por iniciativa da Arquidiocese de Granada.

Neste último país, em apenas uma semana, o livro foi objeto de uma polêmica que chegou ao Congresso. A esquerda estremeceu. O Partido Socialista (PSOE) pediu ao governo que tome medidas para evitar que a obra faça “apología do machismo”. Furiosa, a deputada socialista Carmen Montón diz que o livro “não contribui para a luta contra a violência de gênero, pois joga lenha ao fogo da violência machista”.

Também a Esquerda Unida (IU) reagiu, pedindo à Promotoria de Granada que intervenha contra a edição e a venda da obra, com base no delito de “apologia da violência contra as mulheres”.

A autora, 42 anos, mãe de quatro filhos, residente em Roma, diz que sua fonte de inspiração é o Apóstolo São Paulo e apresenta citações recolhidas na Bíblia. Por isso, mostra-se surpresa com toda essa polêmica. Em entrevista ao jornal “El País” (17-11-13), afirma:

Estou consternada por imaginar que podem censurar o livro, que contém ideias que a Igreja proclama ao mundo desde sempre. De início imprimi apenas 1.200 copias. Telefonei para minha família com a esperança de que pelo menos comprassem uma meia dúzia. Mas depois o livro teve muitas edições, mais de vinte, creio”.

O entrevistador diz que o livro está sendo acusado de defender a violência contra as mulheres. Constanza responde:

Em que ponto exato eu exorto, defendo, desculpo, justifico ou menciono a violência, mesmo remotamente? Em que momento digo algo disso? Onde? Com que palavras? A única violência que vejo em tudo isto é a que estão fazendo contra mim, que também sou mulher. Uma agressão indignante. Não se pode lançar acusações ao ar.

Não escrevi um tratado de sociologia. Olhei para a minha realidade e a de meus amigos, e nossos problemas são como ser feliz com nossos maridos, como amar melhor, como cuidar deles e como pedir que cuidem de nós, como manter unidos todos os papéis que tem uma mulher moderna: mulher, mãe, trabalhadora, mulher de fé que cultiva o espírito, mas que também aprecia cuidar de seu corpo. Quem imaginaria que meus escritos iriam ser lido por 50.000 pessoas na Itália e no Exterior?

Cristo morreu por sua esposa, a Igreja. Um homem que segue os mandamentos é um homem disposto a morrer por sua esposa. A esposa, segundo a Igreja, é uma esposa dócil face a um homem dócil, generoso. É a lógica cristã”.

Constanza Miriano
Constanza Miriano

O entrevistador insiste na questão da suposta violência.

Se o que incomoda é a palavra submissa, então queimai todas as cópias da Bíblia. Nesse caso, será para mim uma honra ir para a fogueira”.
Constanza se refere aqui à seguinte exortação do Apóstolo São Paulo:“As mulheres sejam submissas a seus maridos, como ao Senhor […] Ora, assim como a Igreja é submissa a Cristo, assim também o sejam em tudo as mulheres a seus maridos. Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela” (Ef 5, 22-25).

Encerra a autora: “Como a Igreja, eu recuso a palavra gênero. Creio que há dois sexos, não gêneros. Ademais, eu rechaço a violência. Basta-me o quinto mandamento: ‘Não matarás’. Isso significa não matar as crianças (inclusive dentro do útero, porque a violência aí se dá em evidente desproporção entre a vítima e o verdugo), não matar mulheres, não matar homens”.

 

46 COMENTÁRIOS

  1. Sera porque querem apenas as mulheres submissas? por são as mulheres, que geram os proximos escravos para o estado.Então nós que devemos mandar, não obedecer. nós que doamos nosso corpo para gerar outro ser algo esta errado nessa historia. abra o olho mulherada burra, eles que são dependendete da mulher não ao contrario.

     
  2. O que tem de errado, nessa submissão, é que sub- é por baixo, porque a mulher tem que sustentar a missão do homem e obedecê-lo, se ambos são seres humanos, e a bíblia diz que não se deve fazer acepção de pessoas. Sabe por que o mundo está assim, pela arrogância masculina, que haja que tem que pisar na mulher, e distorce a palavra de Deus com o aval de pessoas mal intencionadas como essa tal de Miriano, a fim de manter a mulher subjugada e humilhada, sempre atrás do homem, sempre sofrendo os desatinos da testosterona, haja vista a violência doméstica que até hoje, em pleno século XXI, a mulher é vítima.

     
  3. HELIO FLORENCIO PINTO,

    Não tem o que florear, submissão é submissão é viver por baixo, ser comandada, obedecer. Eu não sei por que as pessoas ficam com subterfúgios tentando dar sentido diferentes a essa palavra, ela é o que é, por isso que causa tanta aversão.

     
  4. Sabe por que as mulheres têm tanta dificuldades em ser submissas, porque os homens não amam, têm aquele sentimento de superioridade que acham que a bíblia garante a eles, e oprimem e agridem as mulheres, mesmo os considerados cristãos, por isso as mães educam suas filhas com horror a essa palavra, pois os exemplos que vemos são de mulheres maltratadas, homens autoritários, violentos, e mulheres sugestionadas a engolir tudo em nome da submissão. Quando os homens começarem a amar e dar a vida pelas suas esposas, “lavando seus pés” como Jesus ensinou, que assim deve agir o líder, com certeza teremos mulheres aos montes querendo ser submissas, mas o que vemos hoje é um bando de homens que se consideram os bam bam e mulheres vistas como subalternas, inferiores, escravas que não podem se dar ao luxo de se cansar.

     
  5. “Cristo morreu por sua esposa, a Igreja. Um homem que segue os mandamentos é um homem disposto a morrer por sua esposa. A esposa, segundo a Igreja, é uma esposa dócil face a um homem dócil, generoso. É a lógica cristã”. Essa mensagem que DEUS nos deixou é linda , pena que um determinada parcela dos maridos não são doceis com suas esposas como deveriam ser , milhares de mulheres são mortas todos os anos , e que fazer, como não questionar a violência sofrida por elas , como se calar frente a morte de tantas mulheres, por sermos inferiorizadas tratadas como objetos , como meras domesticas e não esposas. O bom seria que os homens soubessem de fato respeitar e amar as suas esposas da mesma forma como Jesus prega na bíblia , pena que isso não acontece na maioria dos relacionamentos.

     
  6. É o contrário do que hoje em praticamente todo o mundo ocorre. Todos devem ser submissos à moda ditada pela TV, por suas novelas, pelas(os) “estrelas” de cinema. Isto dizem que não é submissão. Mas quando a Igreja propõe uma lei a ser seguida, à qual devemos estar sujeitos, então cai o mundo, dizendo que é puritanismo, coisa dura de viver etc.
    A Autora italiana está de parabéns, pois coloca as coisas, ou melhor, as pessoas no seu devido lugar. Não se trata de escravidão da mulher, mas de submissão, isso é, uma leve desigualdade em relação ao homem, tão bem expressa pelo Apóstolo em suas cartas.
    E isto é o contrário do mundão, onde, aqui sim, elas são não apenas submissas mas também escravas da moda panssexualista, onde existem apenas como objeto de prazer, destituídas de sua finalidade que é ser rainha de um lar.
    As que seguem esta ditadura, por sua vez colocam a canga nos homens que se deixam levar pelo instinto, pela concupiscência…
    Quem será que está lá atrás, guiando todo esse processo libertino, e não de verdadeira liberdade?…
    A quase totalidade das opiniões acima estão muito boas. Apreciei a do Angelo Paoli, entre outras, de muito bom senso.
    Seria bom ler o artigo do Prof. Plínio Corrêa de Oliveira, intitulado A Alegria de Servir, publicado na Folha de São Paulo, que tem relação com o assunto.

     
  7. O problema não é a interpretação assim ou assado….o que está em jogo aqui é a total ignorância a respeito do ensino bíblico!!!
    A Bíblia jamais fez qualquer apologia à inobservância do direito do homem ou da mulher.
    Se ao fim da sua vida, você concluir que foi enganado por crer na Bíblia, você constatará que ao menos se tornou um homem melhor, um marido/namorado melhor, um vizinho melhor, um profissional melhor, enfim…um ser humano melhor, não obstante aqueles que se autodenominam seguidores da Bíblia, mas uma Bíblia distorcida ao bel prazer do freguês, sem comparar texto com texto…sem qualquer noção de ferramentas de interpretação do texto bíblico e, principalmente sem qualquer interesse real de saber o que exatamente Deus teve em mente ao trazer o texto ao conhecimento humano.

     
  8. Extremamente lúcida!!!!!!

    Defesa perfeita do papel das mulheres no mundo contemporâneo, que foi colocado de cabeça para baixo pelos socialistas.

    A mulher nos tempos de hoje, foram educadas não para serem esposas dos maridos mas sim inimigas, devido a propaganda. Gerando com isso conflitos familiares que resultam na dissolução da família, célula mater de qualqer sociedade.

    Parabéns a Dª. Constanza!

     
  9. Interpretar literalmente a Bíblia em 2014 é algo tolo e perigoso. Mulheres devem amar seus maridos e você-versa. Admitir que mulheres oprimidas – e ainda existem milhões – não tenham resguardados os seus direitos mais elementares e dizer que foi a Bíblia que mandou, é ignorância pura e me ofende como cristão.

     
    • No caso da submissão feminina ao homem, a interpretação só pode ser literal, pois como se poderá dar outra interpretação ao verbo submeter-se, que seja diferente do que está na Bíblia? Perigoso, tolo e coisas bem piores, é relativizar e não saber o que deve ou não ser interpretado literalmente na Bíblia, considerando que a pessoa seja cristã. A propósito, mulher submissa nunca foi sinônimo de mulher sem direitos elementares, pelo menos não na Bíblia. Principalmente hoje em dia, a ignorância costuma se travestir de defesa da justiça, por muitos que se dizem cristãos, mas que só aceitam na Bíblia aquilo que lhes convêm.

       
  10. A PRIMEIRA FEMINISTA DA BÍBLIA FOI EVA, INSPIRADA PELA “OFIDIOLATRIA.” FEMINISMO É AUTONOMIA, LIVRE ARBÍTRIO CONCEITOS ANTITÉTICOS À SUBMISSÃO QUE TEM COMO BASE A HETERONOMIA, O ARBÍTRIO SERVIL. DEFENDER FUNDAMENTOS DO QUE ESTÁ ESCRITO NA BÍBLIA PARA UMA GERAÇÃO QUE NÃO LÊ E NÃO CRÊ NO QUE ESTÁ ESCRITO É JOGAR PÉROLAS AOS PORCOS. AQUI EM FORTALEZA, MARIDOS QUE SEMPRE SAEM NA COMPANHIA DAS ESPOSAS, CUIDAM DELAS E AS AMAM SÃO ROTULADOS DE “BARRIGA-BRANCA” E AS MULHERES QUE RETRIBUEM ESSES CUIDADOS SÃO CHAMADAS DE “ABESTADAS.”OS QUE SE OPÕEM A ISSO, A VIDA OS ROTULA DE CORAÇÃO DURO, SEPARADOS, DESQUITADOS, DIVORCIADOS, SOLITÁRIOS… O COMEÇO DO ACONSELHAMENTO PARA RESTAURAÇÃO DE CASAMENTOS EM RUÍNAS, EM FREQUENTADORES DE IGREJA, PASSA PELO ENTENDIMENTO DOS CONCEITOS DE AMOR E SUBMISSÃO SEM OS QUAIS NÃO HÁ CASAMENTO E SIM UM TEATRO DE HORRORES, ONDE AS PRINCIPAIS VÍTIMAS SÃO OS FILHOS DESSAS RELAÇÕES ENFERMAS. APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DE IDENTIDADE: INSUBMISSO = SOZINHO.

     
  11. Rosemeri,

    Adelmo Ribeiro Furtado,

    Creio que quando escolhemos ser submissos a alguém ou a Igreja acreditamos a missão dessa pessoa ou instituição. Podemos ser submissos por escolha. Mas também há a submissão sem escolha, essa é horrível, por exemplo, um escravo é submisso ao seu dono e creio eu não tenha feito tratado algum com seu proprietário, ele é submisso por falta de opção. O escravo portanto não tem a mesma missão que seu senhor.

     
  12. 3 – Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
    4 – E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.

    2 Timóteo 4:3-4

    Já estamos vivendo esse tempo ??? Submissão é uma das condições para quem quer seguir Jesus Cristo.

     
  13. Ninguém é obrigado a concordar com a Bíblia, mas nós os cristãos temos de tê-la com regra de Fé e PRÁTICA . Ou então não sejam cristãos. Pois a palavra cristão = seguidores de Cristo.Submissão não é ser abaixo de alguém e sim sob a mesma missão.E qua é a missão de um casal cristão ? Criar os filhos nos caminhos do Senhor.Fácil né, porque complicar.

     
  14. Olha vendo do lado moral brasileiro e cristão pois sou um apoio a escritora em todas as suas palavras pois ela não quis fazer apologia alguma, simplesmente expôs um pensamento como uma mulher vê a submissão para com ela mesma…
    Parem de fazer criticas e ouça o que o Espírito Santo fala a igreja (que somos nós)…

    Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? 1 Coríntios 3:16

     
    • Então, você apoia, quando neste mesmo livro ela diz que se o marido quiser que a mulher faça […] qualquer outra promiscuidade, a mulher deve “pensar em Jesus” e se submeter, fazer o que o seu senhor deseja. Jamais faria umas obscenidades dessas, nem que meu marido quisesse. Outra coisa, essa mulher prega uma coisa e faz outra, ela é jornalista internacional, escritora, vive viajando, tem filhos pequenos que são criados por babás e em escolinhas, será que uma esposa assim, é submissa. Você acha que o marido dela sendo cristão, com filhinhos pequenos aprova a mulher ficar semanas longe de casa viajando sozinha e ele e os filhos sem casa? Acho que sou bem mais submissa que ela, pois quando meus filhos eram pequenos, deixei um emprego que exigia viagens constantes para São Paulo, eu moro bem no interior, divisa com Mato Grosso, sabe por que deixei, fiquei em um que não exigia viagens, pelos meus filhinhos ainda pequenos e por que sabia que meu esposo ficava contrariado, embora não falasse nada, eu percebia.

       
  15. Esta matéria também me faz lembrar a polêmica em torno
    do Deputado Pastor, Feliciano, acusado de racista! Mas quando? Como?
    Se aplica a ele as palavras proferidas pela autora ofendida e agredida!
    “Em que ponto exato eu exorto, defendo, desculpo, justifico ou menciono a violência, mesmo remotamente? Em que momento digo algo disso? Onde? Com que palavras?”
    Lembra também do caso de uma obra infantil de Monteiro Lobato, alvo de uma campanha para ser retirada das escolas, acusada de racista, pelos defensores do politicamente correto! eles são especialistas em garimpar racismo onde não existe, a Itália parece que está padecendo do mesmo mal!

     
  16. Vejam a que ponto chegamos! Os governos defendem o homossexualismo, o turismo sexual, o aborto, estimulam a pedofilia e o tráfico de drogas com penas levíssimas, a escravidão das mulheres em muitos paises e continentes, e quando uma mulher propõe a maior revolução da qual uma mulher poderia participar, a da “submissão”, é um Deus nos acuda. Andróginas de plantão pulam e se martirizam em pânico, quando as pessoas apenas se satisfazem com o sexo que as identifica, sem levantar esta ou aquela bandeira, sem importarem-se com o gênero, mas gratificadas com seus papéis. Parabéns à autora do livro que segue nas pegadas de Ghandi que libertou a Índia do jugo inglês numa revolução que não pegou em armas, mas foi mais estrondorosa que os panzeres alemães da 2 Guerra do passado.

     
  17. A esquerda em qualquer país do mundo, faz […] mesmo do que não existe. Parabéns à autora do livro. A mulher deve ser submissa ao marido, assim como, o marido deve ser submisso à sua esposa.
    Peço perdão pelo elogio que dei à esquerda mas toda a esquerda só merece ser tratada abaixo de cão. Eles só existem para denegrir tudo o que de bom existe.

     
  18. Não conheço o livro, concordo com comentários anteriores, que é da Bíblia que devem sair as diretrizes para a formação de uma Família e também para todos os relacionamentos humanos e sociais.
    DESEJO UM ABENÇOADO ANO NOVO A TODOS!

     
  19. Não li a matéria, mas sabemos que apenas uma palavrinha, que entendida errada, dá interpretação errada.
    O homem tem a missão, e a mulher a submissão. Assim Deus nos criou. A submissão da mulher é tão digna quanto a do homem quando querem conviverem em harmonia. Assim, principalmente dentro do lar onde é o inicio de tudo.
    Quanto Cristo foi encontrado no templo entre os doutores, Ele desceu com seus pais e lhes era submisso. Tem o mesmo principio: Maria como mãe teve e tem a missão dela própria e Jesus era-lhes submisso, como a José, na época, tutor dele e todos submissos a Deus Pai.

    De modos que deve ficar bem claro que cada um de nós tem uma missão e se quisermos realizá-la, alguém assumirá a submissão dentro do projeto de realizações de vida. E quanto ao respeito, outra palavrinha mal interpretada, é que RESPEITO deve ser entendido COMO DAR O MELHOR DE SI; FAZER O MELHOR EM QUAISQUER CIRCUNSTÂNCIAS. Quando alguém EXIGE MAIOR RESPEITO, é sinal que o outro está deixando a desejar nesse sentido. E jamais deveria entender respeito como deixar estar para ver como é que fica. Respeitar as mulheres é e sempre deverá ser oferecer o melhor no relacionamento, sem querer tirar disso qualquer proveito pessoal, uma vez que a mulher sempre retribui com mais respeito. Que assim seja com os filhos.

     
  20. “Esposas, sejam submissas a seus maridos”
    Paulo também disse: “seria bom que o homem não se casasse”.
    Vou fazer 53 anos, esse ano. Meus pais, já falecidos ha muito tempo, eram da roça, se casaram arranjado na decada de 1920. Durante toda minha infancia eu podia ver que quem sustentava a casa era meu pai, mas quem comandava a familia era minha mãe. Familia matriarcal. Meu pai era submisso. Eu me casei em 1985, pensiva comigo vai ser diferente, vou ter uma esposa submissa. Adivinhem só todos homens não petista, nem nazista ou comunista, assim como voces hão de concordar comigo, nós somos todos submissos a nossas esposas, a nossos filhos e até a nossos cunhados. Se a familia vivesse conforme Deus ensinou, o mundo hoje, nao teria tantos problemas, guerras, fome, crimes, etc…
    Os homens não seguem Jesus, nem aqueles que pregam sua palavra.
    Seguir a Jesus é tomar a sua cruz, viver o seu calvario e morrer pelos irmãos, sem abrir a boca, sem reclamar, assim como um cordeiro. Se você não é capaz de suportar sua cruz, não quer morrer por seus irmãos você está no caminho largo que conduz a condenação.

     
  21. Eis um exemplo de mulher forte das Sagradas Escrituras, parabéns a ela. Fiquei sabendo por amigos italianos que Costanza ira escrever outro livro sobre o papel do homem. Diz ela: se o papel da mulher é a submissão ao homem, o deste é morrer por ela na sua defesa.

     
  22. Francisco Carlos Montoni:
    Feliz é a família regida pelos princípios bíblicos. O relacionamento de convivência matrimonial baseada na submissão da mulher, onde o marido é reconhecido como líder do seu lar, o cabeça, não como ditador, mas o que mais ama, trazendo segurança, suprimento e principalmente exemplo no amor à sua esposa, ao ponto de dar a sua vida a favor dela, tudo isso, equilibra uma sociedade caótica, cheia de desencontros. Deus tenha misericórdia desse mundo onde a família está cada vez mais sendo destruída. Uma voz como a dessa mulher que se posiciona a favor dos princípios bíblicos, não pode ser calada. Seu livro é uma exaltação ao Senhor Deus que fez a hierarquia na família na bela sequência: Deus, Igreja, Homem, Mulher, Filhos. O que tem de errado nisso? O seu livro nada mais é do que uma expressão dos princípios eternos de Deus e é claro que iria incomodar o diabo que continua fazendo o que ele sempre fez, mentindo, ludibriando as pessoas…

    Parabéns Francisco é isso verdade….

     
  23. Parabéns a Constanza,pela verdade e o sentido perfeito da palavra,isso é ir contra todos os males de hoje que estão confundindo as mentes das pessoas menos exclarecidas,pois como disse
    Ela,se estou errada queimem a Biblia,sim verdade,ha muitos mal entendidos e máximos das pessoas em não saber o sentido real o Apostolo PAULO sita,(sejam submissas)digo mais que Deus o ilumine
    pelo seu trabalho e testemunho de mãe e mulher verdadeira que luta
    pela vida da família e seus semelhantes….!!!!

     
  24. Entenda o contexto senão cria-se um pretexto. Voltemos no tempo. No tempo de nossos pais, a mulher foi e sempre será submissa ao marido. submissão não quer dizer prisão, ódio, ou seja lá o que pensem. Submissão quer dizer que o marido sempre é a cabeça da casa. Ele dirige, orienta, trabalha, e principalmente respeita e muito a mulher. etc…, etc…A família era muito mais feliz, mais respeito, etc…DEUS deixou o marido para que fosse o responsável pela casa, senão não teria sentido o casamento. Agora só para clarear a mente dos “intelectos”, quem nasceu de quem? Nós homens nascemos da mulher, DEUS fez tão perfeito que nós sim somos submissos a ela, pois sem ela não existiríamos. Acordem para o contexto das palavras.

     
  25. Feliz é a família regida pelos princípios bíblicos. O relacionamento de convivência matrimonial baseada na submissão da mulher, onde o marido é reconhecido como líder do seu lar, o cabeça, não como ditador, mas o que mais ama, trazendo segurança, suprimento e principalmente exemplo no amor à sua esposa, ao ponto de dar a sua vida a favor dela, tudo isso, equilibra uma sociedade caótica, cheia de desencontros. Deus tenha misericórdia desse mundo onde a família está cada vez mais sendo destruída. Uma voz como a dessa mulher que se posiciona a favor dos princípios bíblicos, não pode ser calada. Seu livro é uma exaltação ao Senhor Deus que fez a hierarquia na família na bela sequência: Deus, Igreja, Homem, Mulher, Filhos. O que tem de errado nisso? O seu livro nada mais é do que uma expressão dos princípios eternos de Deus e é claro que iria incomodar o diabo que continua fazendo o que ele sempre fez, mentindo, ludibriando as pessoas…

     
  26. A submissão existe a todo momento e não significa violência nem perda de direitos.
    O funcionário é submisso ao chefe, ao diretor, ao patrão.
    O aluno é submisso às regras das escolas e às instruções de seus professores.
    Em nenhum caso há perda de direitos, ao contrário, os direitos ficam garantidos pois, quem comanda assume a responsabilidade sobre seus comandados.
    O poder gera responsabilidade. É claro que quem tem o poder tem que ser julgado por seus abusos.
    Os insubmissos são péssimos funcionários, péssimos alunos, péssimos filhos, péssimas esposas, etc… E, se e quando eles assumirem algum poder, serão comandantes tão ruins como eram quando comandados.

     
  27. É por essas e outras tantas que na Itália cresce o número de miseráveis, a pobreza só faz aumentar, etc.

    PAZ E BEM À TODOS.

     
  28. Assino em baixo de todos argumentos precisos que esta mulher coloca. Este povo nefasto que esta contra o livro dela, não tem o que fazer na vida.

     
  29. Constanza Miriano, mulher corajosa, inteligente e temente a Deus.
    Parabéns pela resposta inteligente tanto a “machistas” como a comunistas de plantão.
    O equilíbrio, a temperança, a posição de centro sempre foi a melhor escolha; haja vista posição assumida explicitamente por Jesus Cristo durante sua passagem por este mundo.
    O apóstolo Paulo recebeu do Senhor, por isso tinha autoridade para dizer :
    “Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo . Efésios 5:28” .

    Realmente a ordem de “amar” é muito mais severa e portanto mais difícil que outras requeridas por Deus.
    O ser humano que caminha em direção à perfeição, caminha rapidamente pelos caminhos do amor. Urge tomarmos essa decisão o mais rapidamente possível a fim de alcançarmos aquela moderação tão desejada que desabrocha no sucesso espiritual – a felicidade.

    Além disso, a mulher inteligente submete-se por amor, uma vez que observa e recebe o amor do seu esposo. Também, antes do apóstolo tratar desse assunto específico ele postula:
    “Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Deus. Efésios 5:21” .
    Assim o esposo inteligente não dá ordens mas dialoga com racionalidade com a sua amada esposa.

     
  30. Peço ao Senhor que faça ressoar em seus ouvidos o seu convite:

    “VEM E SEGUE-ME!”

    Certamente, não são tementes a Deus, desconhecem a Palavra e por desconhecê-la, a palavra submissão lhes incomoda muito e quem é de Cristo incomoda mesmo. Na verdade, eles querem que sejamos seus seguidores. Isso é alienação, prepotência. Que o Senhor tenha misericórdia dos mesmos.

     
  31. Gostei da resposta que a autora deu à acusação de favorecer a violência contra mulher. Também é curioso que a esquerda esteja praticando a violência contra a mulher, autora do livro.

     
  32. ESSES VIGARISTAS ESQUERDISTAS QUEREM QUE TODOS SEJAM SUBMISSOS – MAS A ELES APENAS!
    Como na China, Cuba, Coreia do Norte, Laos etc., onde reina a “Democracia” do chicote que vergasta quem der um pio contra o governo, com seus centros de correção e de lavagem cerebral e para os mais discordantes, locais de trabalhos forçados.
    Eles querem as mulheres insubmissas à Igreja, aos maridos, conforme a lei de Deus, mas querem que todas sejam submissas a seus ditames, as mulheres serem transformadas apenas em chocadeiras de seres para servir o deus-Estado; disso não abrem mão jamais; eles apenas no comando e todos os mais sob a canga e o ferrolho.
    São especialistas em falsas propagandas, em trapacear e ludibriar os outros com falsas promessas e propagandas; nisso, com eles, ninguém pode.
    Daí, os que votam em comunistas, como no PT, PC do B, PSOL, PSTU etc., dá-lhes o direito de os escravizarem, conhecidos por eles como os idiotas-uteis!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome