Pe. Vital Corbellini: “se não desistir da reintegração de posse correrá sangue”

Transcrevemos abaixo artigo do GPS do Agronegócio, que traz depoimento de fazendeira ameaçada por sacerdote eivado do espírito comunista.

Não sei nem por onde começar, pois tal é minha indignação que chega a ser doloroso apresentar em poucas linhas.

O assunto exige mais aprofundamento. Farei isso conforme a possibilidade de tempo, por enquanto manterei o breve texto para não ser negligente perante tamanho escândalo.

O comunismo não morreu! Ele está vivo e sanguinário. Não podemos nos enganar. Isso não é somente na vida política, mas também nos ambientes ditos católicos.

Há uma conspiração diabólica dentro da Igreja e na política desse país.

Na vida política, a máquina que move essa conspiração se chama Foro de São Paulo, onde o PT está intimamente ligado desde sua origem.

Em outra ocasião poderei apresentar pormenores da situação. No âmbito eclesial, são dioceses, paróquias, seminários, grupos das mais variadas formas de atividades, em especial a  CNBB, fundada por Dom Helder Câmara, um bispo mais conhecido em sua época como “Monsenhor Martelo e Foice”…

Vivemos uma apostasia, negação da fé e substituição da religião de Deus pela religião do Homem. É como um câncer que corrói a Igreja de Cristo, conduzindo milhares de almas à desorientação e até à perdição.

Mas quem são esses lobos que se apresentam como cordeiros? Eles ocupam infelizmente posições por vezes de destaque no clero. E como seria diferente? O próprio papa São Pio X afirmou: “Os piores inimigos da Igreja estão dentro dela mesma”.

Leão XIII, ao se referir ao comunismo, na sua Encíclica Quod Apostolici muneris (28 de dezembro de 1878: Acta Leonis XIII, vol. I, pág. 40), assim descreveu distinta e expressamente esse erro:

“Peste mortífera, que invade a medula da sociedade humana e a conduz a um perigo extremo”.

Em 1846, Pio IX condenou solenemente o comunismo e confirmou depois essa condenação no Sílabo. São estas as palavras que emprega na Encíclica Qui pluribus:

“Para aqui (tende) essa doutrina nefanda do chamado comunismo, sumamente contrária ao próprio direito natural, a qual, uma vez admitida, levaria à subversão radical dos direitos, das coisas, das propriedades de todos e da própria sociedade humana” (Encíclica Qui pluribus, 9 de novembro de 1846: Acta Pii IX, vol. I, pág. 13. Cf. Sílabo, IV: A.A.S., vol. III, pág. 170).

Disponibilizo aos leitores o desabafo da Sra. Maria Ângela Simões Semeghini que se encontra no blog Fratres In Unum por ocasião da publicação do post Bispo manda retirar imagens de Santos de praça em Cacoal, Rondônia. “Sempre caminhando em comunhão”.

EM RONDÔNIA SE FAZ REFORMA AGRÁRIA: MATANDO OS PROPRIETÁRIOS

por Maria Ângela Simões Semeghini30 novembro, 2012
(…)
Leiam e analisem a que estou sendo submetida pelo Pe. Vital Corbellini o qual recebe total apoio de dom Bruno Pedron (Bispo da Diocese de Ji Paraná).

Moro em Ji-Paraná e possuo uma propriedade rural na cidade de Ariquemes a qual esta invadida por integrantes da LCP (Liga dos Camponeses Pobres), formado por invasores altamente violentos e ardilosos, problema já decidido judicialmente, e nos preparamos para a 8ª reintegração de posse.

Porém, no dia 27/02/2012, recebi um telefonema do Pe. Vital Corbellini, que literalmente me disse “se não desistir da reintegração de posse correrá sangue”, por precaução registrei ocorrência na Delegacia de Polícia.

No dia 17/03, ou seja, 18 dias após o telefonema do Pe. Vital, a ameaça se concretizou, em parte, pois 6 homens mascarados e armados, no período noturno, foram até outra propriedade minha e mantiveram meu empregado e família, por mais ou menos duas horas, sob a mira de arma de fogo e com a missão de me trazerem um recado “o prazo para desistência da reintegração de posse é o dia 23/03, senão morreria como havia morrido seu Stivanin” (assassinado no dia anterior (16/03) o que também estava com ordem judicial de reintegração de posse em sua fazenda).

Após isto, incontinenti procurei Dom Bruno, comuniquei os fatos e fui tratada de forma desdenhosa.

Ontem, seria a Audiência de Justificação da Ameaça por mim sofrida, esta não ocorreu porque o Pe. Vital Corbellini não compareceu (Autos 1002076-59.2012.8.22.0005).

Em recompensa aos transtornos que este padre causou e está causando em minha vida, hoje (30/11) ele será sagrado Bispo no RS, para assumir a Diocese de Marabá-PA, enquanto eu desde o dia 18 de março, estou pagando segurança para me manter viva.

Pergunto – isto é a pregada fraternidade cristã? O cristianismo atual prega o materialismo? Ou o clero de Rondônia está impregnado de comunistas? Ou comungam com o espírito reinante no INCRA deste Estado, pois estou levantando um slogan – EM RONDÔNIA SE FAZ REFORMA AGRÁRIA: MATANDO OS PROPRIETÁRIOS.
Será que o Decreto a seguir está revogado?

Se os fiéis de Cristo, que declaram abertamente a doutrina materialista e anticristã dos comunistas, e, principalmente, a defendam ou a propagam, “ipso facto” caem em excomunhão. (DECRETUM CONTRA COMMUNISMUM – Decreto do Santo Ofício de 1949 – Papa Pio XII)
Me coloco a disposição de qualquer pessoa para esclarecimentos.
angelasemeghini@yahoo.com.br

 

18 COMENTÁRIOS

  1. Gostaria de aqui para poder expressar os verdadeiros fatos ocorridos comigo ao longo dos últimos oito anos acerca da invasão ocorrida em minhas terras e deixar claro que, ao contrário do que muitos gostariam, tudo o que digo posso provar e comprovar. Vejamos:
    Em primeiro lugar, assim como meu nome está de fato exposto a quem quiser saber quem sou, exatamente porque não estou aqui para propagar inverdades, por favor, seria de bom tom que, qualquer um que quisesse se manifestar, também se identificasse não apenas com um “zezinho”. Chega a ser desgastante “sem-nomes”,”sem-memórias” e, principalmente, “sem-verdades” aparecerem de todos os lados defendendo suas opiniões sem nenhum embasamento.
    Segundo: ao contrário da imagem que de mim tentam fazer por todos os meios, não sou nenhuma megera tentando tirar o ganha-pão de dezenas de famílias. Ao contrário, tenho uma profissão honrada e respeitada – tabeliã – pela qual batalhei muito e que merece respeito e o qual exijo. E se hoje sou proprietária de parte das terras em questão, é porque lutei muito para conquistá-las.
    Terceiro: não caluniei o Pe. Vital Corbellini. Apenas e tãosomente contei fatos reais, passíveis de comprovação por qualquer um que se disponha realmente a fazê-lo, inclusive você mesmo “zezinho”.
    Quarto: já foi decidido pela Justiça Federal a “aventura jurídica” proposta pelo Incra, cuja decisão foi publicada, na íntegra, no site da CPT.
    Quinto: em momento algum me referia a ideologias políticas. Afirmei e continuo afirmando: fui terrivelmente ameaçada e, em parte, as ameaças se concretizaram.
    Sexto: sou proprietária, sim, de parte da Fazenda Arrobas, com documentação totalmente legalizada e não uma aventureira como a mim se referiu o tal “zezinho”.
    Todos os que leram as minhas palavras iniciais merecem algumas explicações: o que relatei foram fatos ocorridos em apenas dois dias (assassinato do Sr. Stivanin e ameaça a meu funcionário e família nos respectivos dias 16 e 17 de março). Faltou dizer que, no dia 19/03 (um dia após a ameaça a mim realizada), os invasores de minha propriedade fecharam a ponte do Rio Jaru na BR 364 e exigiram a presença das autoridades para que fosse impedida a 8ª ordem judicial de reintegração de posse na área. Isto porque as sete reintegrações anteriores foram inúteis, porque os invasores sempre a invadiam novamente, desrespeitando as leis e ordens judiciais, e a cada reintegração mais violentos. No dia 20/03, o Superintendente do Incra/RO lá esteve e, na companhia do Pe. Vital, na Paróquia da cidade de Jaru, se comprometeram com os invasores a negociar a área em questão comigo. E é exatamente neste ponto em que quero deixar bem claras as coisas: EU ERA A ÚNICA QUE NÃO SABIA DESSA REUNIÃO. Jamais fui comunicada ou convidada a participar de tal reunião de negociação. Qualquer menção em contrário é uma mentira deslavada. Ademais, esta historia não se resume nestes quatro fatídicos dias, ela já tem oito anos – e não onze ou doze anos como falsamente se noticiou.
    E, para finalizar, dado ao espaço restrito, essas famílias, que se dizem vítimas e sintonizadas com o momento atual e o ecologicamente correto, simplesmente devastaram toda a parte da mata restante, e que não era pouca – repito, todo restante da mata original – presente nas terras invadidas. Mata esta protegida pelo meu projeto de manejo florestal todo legalizado, inclusive com todas as árvores já plaquetadas pelo próprio Ibama. Por que o tal “zezinho” não conta que até o riacho que perpassava as terras, devido ao desmatamento provocado pelas famílias invasoras, secou completamente? Fica aqui a pergunta: por que será que essa gente só conta inverdades ou meias-verdades? Eu, ao contrário, posso provar e comprovar a qualquer momento tudo o que digo. Se quiserem mapas aéreos das terras para comprovar minhas afirmações, eu os tenho desde o primeiro momento em que puseram os pés lá até o momento presente.
    Todos estes acontecimentos motivaram-me, em julho de 2012, a protocolar na Presidência de República, Direito Humanos da Presidência da República, Comissão da Agricultura do Senado Federal e no Incra/Brasília, uma “carta” onde exponho os fatos ocorridos nestes tristes oito anos. Todos eles passíveis de comprovação por qualquer cidadão que realmente esteja interessado em conhecer a fundo esta história. E, mais uma vez, continuo à disposição de qualquer interessado – angelasemeghini@yahoo.com.br.

     
  2. A informação de Dona Ângela, dona dum cartório de Ji Paraná é distorcida e maliciosa. Longe do Pe. Vital (hoje Dom Vital) ameaçar ela! O que o Pe. Vital tentou é que ela aceitasse uma negociação, proposta por todas as autoridades, pois a terra da qual se diz proprietária é uma CATP (Contrato de Alienação de Terra Públicas), é dizer, um título provisório que o INCRA dava na época da colonização de Rondônia, a condição de cumprir determinadas cláusulas. Neste local realizar uma exploração de cacau (a Fazenda foi chamada Cacu-Só Arroba) Este condicionante não foi cumprido: somente a metade da área de cacau foi plantada e logo abandonada. Isto tem sido demonstrado em diversas vistorias realizadas por técnicos do INCRA, pelo qual motivo o Governo Federal pediu na justiça a terra de volta, processo que está correndo na justiça. Apesar disso Dona Ângela, que não é proprietária (se diz que entrou em representação dos titulares da CATP em troca duma parte de terra se ganhar na justiça) conseguiu uma reintegração de posse contra 120 famílias de agricultores que faz doze anos moram e trabalham no local. Posteriormente a reintegração de posse foi suspensa a pedido do Ministério Público. Ainda, Dona ângela se negou em todo momento a negociar um acordo, em Audiência Pública da Ouvidoria Agrária Nacional celebrada em Porto Velho a inícios de Agosto de 2012 e em outros intentos de negociação com o superintendente do INCRA. A intransigência dela ameaçava provocar um grave problema social, e parte das famílias estvam, dispostas a resistir a todo custo o despejo, o qual ia a provocar “o derramamento de sangue” que temia o Pe Vital. É muito injusto por parte dela acusar o Pe. Vital de ameaça e Dom Bruno de desdenho, por ter intercedido pelas famílias. E ainda os acusar de ser falsos católicos e de comunistas. É verdade que o fazendeiro Daniel Stivanin foi assassinado em Ariquemes, Ro, porém não está comprovado quem foi o autor. Desequilibrado, ele arrumava confusão com todo o mundo, chegando a ameaçar ao juiz federal de porto velho, à ouvidora do INCRA, ao arcebispo de Porto Velho, Dom Moacyr. Descanse em paz. As famílias da qual ele queria tomar a terra moravam fazia mais de 12 anos no local e o desocuparam de forma pacífica após a morte dele. Hoje penam num acampamento na beira da estrada, sem casa e sem meios de sobrevivência. Seis pequenos agricultores já morreram em Rondônia em 2012 vítimas da violência pela terra. Podem ver mais informação em nosso blog da CPT Rondônia: http://cptrondonia.blogspot.com/ sobre estes e outros conflitos de terra que atingem nossa região e onde a Igreja tenta mediar, procurar a paz e a justiça. zezinho, da coordenação da CPT RO.

     
  3. Dizendo melhor, após a emoção da notícia: ou esses membros do clero se convertem ou no mínimo põem em risco a salvação das suas próprias almas.

    A quem mais foi dado mais será cobrado.

     
  4. Escândalo! Se as coisas forem conforme o noticiado, eis meu comentário: fariseus hipócritas, falsos “clericais” que devem ser excomungados e, se não se arrependerem, vão para o fogo do inferno sofrendo a mais rigorosa condenação conforme o próprio livre arbítrio escolheu!

     
  5. Pe. Vital Corbelli ameaça de morte, e executa, porque uma vítima fatal já ocorreu, e é feito bispo. Êste é, e tem sido o critério de promoção já de há muito tempo, na hierarquia do clero católico. Os bons sacerdotes ( e os há )_ são isolados, desprestigiados, e ferozmente perseguidos ( vide o caso atualíssimo de Frei Tiago de São José, expulso da diocese de Bragança Paulista por ser tradicionalista, esta é ainda uma história oculta, mas será ainda revelada). Um clero, e alto clero principalmente, quase completamente podre.
    Pergunto, o que fazer ? Apelar para Bento XVI ?
    Êle acaba de lançar um livro de sua própria autoria, e quem preside o lançamento desta obra, no mesmo ambiente do Vaticano ? Uma teóloga da libertação que participou ativamente em um recente congresso de Teologia da Libertação, na Unisinos, na Grande Porto Alegre.
    O que se pode esperar de Bento XVI ? Os fatos depõe contra êle.
    Então, o que fazer ? Rezar…rezar…rezar. E…ler e divulgar, no quanto em nós estiver, a recente obra de de Dom Bertand de Orleans e Bragança: “Psicose Ambientalista”. Há um nexo deste tema com tõda a política da CNBB, e portanto o modo de atuar dos bispos no Brasil.

     
  6. Dom Pedro Casaldáliga é tão comunistra ATEU quando Do Elder Câmara. A diferença é que Dom Pedro Casaldáliga é ainda mais violento. Todos são ateus Comunistas e IMPOSTORES infiltrados dentro da Santa Madre Igreja com um propósito infame. Eles não servem à Santa Igreja, mas sim ao demônio e tramam para a destruição da Santa Madre Igreja, destruindo a sua Sã Doutrina e ensinando marxismo ateu como sendo doutrina católica e enganando a todos que buscam a Santa Igreja.
    TODOS ESSES PADRES E BISPOS ESTÃO EXCOMUNGADOS IPSON FACTO, e são todos traidores dentro da Igreja à servoço do próprio satanás.
    Claro, que no meio de tudo isso, ainda aqueles que cairam nessa enorme apostasia por acidente; caíram na armadilha do demônio, ao entrarem para um seminário modernista e receberem uma formação tatalmente corrompida e comprometida com o erro marxista ateu, além dos fiéis que se deixaram enganar e fazem politicagem, se achando católicos, quando na verdade não o são de fato, visto, que sequer conhecem a Doutrina Católica e a Santa Madre Igreja, e muito menos a seguem.
    Nestes momentos de enorme crise e confusão, provocadas por esses lobos deliberadamente infiltrados com um propósito infame, só nos resta buscar a Verdadeira Tradição da Igreja, como sempre nos foi ensinada até antes da “REVOLUÇÃO DO VATICANO-II, lendo os documentos dogmáticos da Santa Igreja e o verdadeiro Catecismo da Igreja, que é o Catecismo Romano de Trento, e não a fraude publicada por João Paulo-II para justificar os erros do CV-II. Estudar o Catecismo de São Pio-X e os escritos do Santos Padres da Igreja. POIS, QUE FORA DA IGREJA CATÓLICA NÃO HÁ SALVAÇÃO. E se não perseverarmos em nossa Fé Vardeiramente Católica, estaremos todos perdidos para sempre e condenados aos horrores do fogo do Inferna por toda a eternidade e sem volta.

     
  7. Esta sanha demoníaca dos ditos ¨progressistas”, que na verdade progridem em direção aos neanderthais vai acabar em GUERRA CIVIL. Como pode um pais 92% Cristão eleger pessoas que caçoam e razgam os DEZ MANDAMENTOS?

     
  8. Infelizmente nós não temos mais a Igreja Católica no Brasil, salvo em raras Dioceses.

    Estamos vivendo um Cisma Branco (Não declarado).

    Em mensagem de Jesus a um Confidente, Jesus declara que a CNBB é um obstáculo à Sua Vinda Gloriosa. 8 osbstáculos são enumerados, entre eles a CNBB.

    A Vinha do Senhor está totalmente devastada pelos lobos que andam à solta no seu interior.

    Até quando, Senhor, nos deixarás à mercê de lobos vestidos de pele de cordeiros?

    Pedro

     
  9. Sinceramente, vejo que esta chegando o limite da paciencia para a sensatez.
    Logo-logo de tanto provocarem, acabarão provocando a criação de outra coluna, do tipo que foi a coluna prestes, porém compostas apenas por cidadãos simples que estão fartos de tanta bestialidades

     
  10. VERGONHA. SE OCORRER POR LEGÍTMA DEFESA uma acção da SENHORA MARIA ANGELA SIMÕES SEMEGHINI na defesa de sua PROPRIEDADE PRIVADA, ela será presa e correrá riscos na sua própria vida onde quer que esteja? LAMENTÁVEL. NÃO ACREDITO que isto OCORRE em nosso GRANDIOSO PAÍS, manchado de sangue SIM, mas de quem de facto trabalha por esta NAÇÃO BRASILEIRA, cujo desgoverno REPUBLICANO BANANEIRO a tudo permite, desde que seja da laia dele: COMUNISTA.

     
  11. Um padre fazer ameaças contra a vida de outro? Onde é que estamos, cadê as autoridades não só civis e do bispo seja quem for? O papa não sabe disso?

     
  12. Deve existir organismos internacionais que poderiam se interessar por estas questões? Enviar tais denuncias ao Vaticano, resolveria? Costumo receber mensagens do Aavaz quando o assunto é latente e está aberto a tais questões mundiais, onde for preciso pressionar para se obter legitimos direitos. Se for o caso, abaixo assinados poderão se manifestar em apoio em duas vertentes: uma neste caso com o Bispo e tudo, e outra a sagração episcopal do padre em questão. Marabá não merece tal ameaça. Aguardo a possibilidadede assinar.

     
  13. Houve tempos em que os lobos se disfarçavam em peles de ovelhas, mas hoje já se mostram tais quais são, sem disfarces. Interesses materialistas têm dividido até igrejas e famílias e, pasmem, fortalecido a “união”, melhor dizendo, a cumplicidade de partidos políticos. Algumas matilhas se organizam sob a fachada de “ONG”, e assim vão dilacerando a face da Justiça e da honestidade… Já não bastam os recursos humanos, torna-se necessário buscar e juntar a estes, os auxílios divinos. “Seja o vosso proceder SIM SIM, NÃO NÃO… “. É hora de nos definirmos e nos firmarmos segundo nossas escolhas. Estamos vivendo os tempos do “Apocalipse” (revelação), quando o jôio e o trigo serão conhecidos e separados, se não por nós, com certeza por DEUS, este DEUS que não se deixa escarnecer.

     
  14. O PRECISAMOS ENTENDER E SE POSSIVEL AVERIGUAR, É A CONEXAO ENTRE ALGUNS SACERDOTES E A MACONARIA, POIS ESTES ERROS, ESTA BAGUNCA TOTAL, É FINANCIADA E ORQUESTRADA NO PONTO DE VISTA HUMANO PELOS SEGUIDORES DO deus MACON JAH BUL ON.
    NAO PODEMOS GENERALIZAR OS SACERDOTES, POIS EM MEIO AO JOIO EXISTE O TRIGO, E A COLHEITA ESTA MUITO PROXIMA. MARANATA

     
  15. Prezados Senhores,
    Minhas calorosas felicitações pela grave e bem documentada denúncia.
    Há contudo um pequeno equívoco quanto à denominação de “Mons. Martelo e foice” que se refere a Dom Pedro Casaldáliga e não a Dom Helder Câmara que era o “Arcebispo Vermelho”

     
  16. … O comunismo está batendo nas nossas portas com a baioneta em riste, camuflada de flores… Realmente, o inimigo, muitas vezes, está na nossa própria trincheira … Não podemos ficar calados, eis que aqui, com esse governo repleto de empedernidos c o r r u P T o s , se os meios legais no judiciário pouco servem, então é hora de procurarmos os foros internacionais …

     
  17. Precisamos formar uma vanguarda unida e coesa, constituída de Blogueiros católicos, para mostrar, de forma “viral”, essas noticias. Devemos usar a mídia golpista contra eles mesmos!

    Sejam excomungados os assassinos comunistas! E deve haver ação concreta por parte do Santo Padre contra essas coisas. A mão do Pastor deve descer pesada, ou para corrigir e chamar ao arrependimento, ou ao expurgo.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome