Família

O estado jamais poderá substituir a família, especialmente na formação das crianças. O sociólogo Carle Zimmerman observa que “o pai que impede um bebê de engolir um alfinete, que o mantém afastado de lugares altos, que alerta diariamente o filho sobre atravessar a rua” e outras funções protetoras, “protege mais um membro da família do que a força policial dos Estados Unidos inteira durante toda a vida pré-adulta de uma criança”.

De forma semelhante, o pai que mantém a criança longe de “água escaldante, fósforos, circuitos elétricos, fogões (de lenha, a gás ou elétrico), e lareiras” faz mais para resguardá-lo do perigo que o Corpo de Bombeiros local.

Realmente, ele conclui que “as atitudes e o comportamento religioso e moral dos pais ainda têm 10 vezes mais influência sobre a conduta valorosa do jovem que todas as outras agências ‘morais’ juntas” (Carle C. Zimmerman, Family and Civilization, ISI Books, Wilmington, Delaware, 2008, p. 196) ¹.

________

(Tradução: Fabio Ramos)

¹ Título do livro: “Família e Civilização”, em tradução livre.

Fonte: http://www.returntoorder.org/2014/04/why-the-state-cannot-substitute-the-family/

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Os bons conselhos e cuidados durane a infãncia repercutem na idade adulta para o resto da vida.Realmente estas famílias jamais irão procurar ou até dar preocupação para as polícias órg~
    aos competentes ao estado e nação!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome