Proposta de extinguir partido beneficiado por corrupção gera polêmica na Câmara

7

Carlos Sampaio: medida é uma demanda da sociedade.
Carlos Sampaio: medida é uma demanda da sociedade. [Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados]
Líder do PSDB diz que o projeto é uma resposta às reivindicações da sociedade por mais ética na vida pública. Já o líder do PT diz que medida faz parte de uma campanha para cassar o Partido dos Trabalhadores.

A Câmara dos Deputados analisa projeto apresentado pelo líder do PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP), que prevê o cancelamento do registro de partidos que recebam dinheiro vindo da corrupção (seja por meio de doações oficiais ou de repasses não contabilizados, o chamado caixa dois). A proposta (PL 795/15) altera a Lei dos Partidos Políticos (Lei 9.096/95).

Carlos Sampaio disse que essa medida é uma demanda da sociedade. “O partido político que receber doação fruto de corrução tem que ser cancelado, ele deixou de cumprir o seu papel e passou a ser um receptáculo de dinheiro da corrupção. Essa é uma proposta importante que vai ao encontro dos reclamos da sociedade brasileira”, declarou.

Já o líder do PT, deputado Sibá Machado (AC), afirmou que o projeto é parte de uma campanha para cassar o Partido dos Trabalhadores. “Quem de fato apresentou essas teses foi o Ministério Público Federal, e eu discordo veementemente, porque há uma campanha para tentar cassar o registro do PT”, disse. “Essa proposta [de Sampaio] tem endereço, tem alvo. O partido dele também passa por rigorosas denúncias de corrupção e sequer é citado, seja pela imprensa, seja por órgãos de investigação, Ministério Público ou Polícia Federal.”

[Confira matéria completa no site da Câmara.]

Reportagem – Daniele Lessa
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias
 

7 COMENTÁRIOS

  1. Sobre esta ideia de extinguir partidos beneficiados por corrupção, deveriam fazer um plebiscito Nacional, quiça um Manifesto pela Internet… Milhões de brasileiros assinariam. Está mais do que na hora de fazer isto para o Bem do Brasil…

     
  2. Vejam o relativismo em ação. Na hora de se posicionarem contra a redução da maioridade penal, invocam a Constituição Federal. No entanto, no que se refere aos crimes cometidos pelo PT, silêncio total. Esquecem essa mesma Constituição.

     
  3. Se a Constituição Federal fosse obedecida, o PT há muito tempo já teria tido o registro cassado. A Constituição veda quaisquer participações de valores entre partidos políticos brasileiros e quaisquer pessoas estrangeiras e organismos internacionais. Ora, é sabido que o PT enviou bilhões de reais do BNDES para o Porto de Mariel, em Cuba, além de vários outros bilhões dos nossos impostos a diversos outros países de ditadores comunistas internacionais(como o da Venezuela, por exemplo). Registre-se que todo esse dinheiro foi enviado com a designação de SECRETO (afrontando a Constituição Federal de forma direta e, de forma indireta, infringindo a Lei de Acesso à Informação, dentre outras). Sem contar com o mensalão e com os mais de duzentos milhões do petrolão que alimentaram a campanha do partido. Por esses e muitos outros desmandos, rotineiramente publicados na mídia em geral, tem-se que o PT já teria que ter tido seu registro cancelado há muito tempo.

     
  4. A que ponto chegamos…justiça gerar polêmica! Não só os partidos deveriam ser caçados, como também os corruptores e os corrompidos do judiciário, cujas canetas só assinam em benefício próprio e de quadrilha organizada… tem mais, sem aquela “pegadinha” da aposentadoria compulsória. O Povo é o patrão, é ele que gera riqueza e que paga os salários afrontosos desses que não trabalham, é ele que deve ser servido. Nem digo cadeia, pois o país não tem sistema prisional para atender tanta gente, mas já seria um excelente começo de limpeza caçá-los e confiscar todos os seus bens adquiridos a partir do momento em que começaram a assaltar o país…

     
  5. Concordo em grau, gênero e número com o Sr. Claudecir dos Santos. A sua colocação foi muito boa e devo acrescentar mais alguma coisa do tipo assim: Lugar de corrupto ou ladrão, pois é a mesma coisa, é na CADEIA, com devolução dos valores e bens aos cofres públicos, sem direito a redução de pena.
    Os políticos ficam protelando decisões, como se eles fossem os donos do País, os donos do Brasil é o POVO.
    Como diz aqui em Minas Gerais, vamos nos unir para acabar com a farra do boi.

     
  6. Como sempre acontece, nada pode ser feito, neste País, para melhorar. Para os petistas inveterados, a coisa tem q continuar como está, desde q seja favorável aos interesses n~ de um partido político, mas de uma “quadrilha” intitulada como tal. O Brasil precisa ser passado a limpo em todos os sentidos e tb no cenário político. Ninguém, Senhores Petistas Aloprados, está acima da lei e da ordem jurídica nacional. A corrupção n~ pode (e nem deve) ditar as regras do jogo, qualquer q seja ele. Partido Político, na verdadeira acepção do termo, n~ deve, em hipótese nenhuma, ser desaguadouro de comportamentos nefastos à ordem, à lei, aos costumes e assim por diante. Errou, diz máxima, tem q pagar e, o mais importante, sem leniência, sem mercês, sem distinção.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome