PT — partido que declaradamente promove a desagregação da Família

MENSALÃO, PETROLÃO, GENERÃO
(ESQUEMAS DE CORRUPÇÃO DO PT) 

Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz

Familia numerosa 10

Por algum tempo, pensava-se que o mensalão fosse o maior esquema de corrupção já promovido pelo governo do PT. Quando veio à luz o petrolão, com desvio de dezenas de bilhões de reais da Petrobrás, o mensalão pareceu tão insignificante que poderia ser julgado em um “juizado de pequenas causas”, segundo palavras do ministro Gilmar Mendes.(1)

No entanto, ambos os esquemas parecem quase inofensivos diante de um outro, que não apenas furta o dinheiro público, mas concentra-se diretamente em destruir a família natural. Na falta de um nome melhor, chamarei de “generão” ao esquema de imposição sistemática da ideologia de gênero pelo governo petista.

Ressalvo que tal ideologia não é uma invenção do PT nem está confinada ao nosso País. O mundo inteiro, através dos organismos internacionais, está sob o ataque cerrado dessa doutrina, que tem suas raízes no marxismo. No Brasil, mesmo antes da era petista (que começou em 2003 e se prolonga até os nossos dias), o governo já havia iniciado a aplicação de tal ideologia.

No entanto, é forçoso reconhecer que nenhum outro partido, em nenhuma época da história, investiu tanto, em dinheiro e energias, no propósito de roubar a inocência das crianças, destruir a pureza dos jovens e aniquilar a sacralidade das famílias.(2) Distribuição de cartilhas literalmentepornográficas nas escolas de ensino fundamental, promoção de gigantescas passeatas de “orgulho (sic) homossexual”, financiamento do crime do aborto na rede hospitalar pública, perseguição sistemática a quem não aceita a “família” composta por dois pederastas ou duas lésbicas, tentativa de incriminar a oposição ao homossexualismo, rotulada de homofobia, tudo isso tem feito o esquema petista decorrupção da sociedade.

O que vou relatar agora é apenas mais um dos inúmeros modos como vem funcionando o “generão” petista. No dia 12 de março de 2015, o “Diário Oficial da União” publicou duas resoluções do Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, órgão subordinado à Secretaria de Direitos Humanos. A primeira delas (Resolução n. 11, de 18 de dezembro de 2014) “estabelece os parâmetros para a inclusão dos itens ‘orientação sexual’, ‘identidade de gênero’ e ‘nome social’ nos boletins de ocorrência emitidos pelas autoridades policiais no Brasil”.(3) A resolução define esses três termos do seguinte modo:

Orientação sexual: é “uma referência à capacidade de cada pessoa de ter uma profunda atração emocional, afetiva ou sexual por indivíduos de gênero diferente, do mesmo gênero ou de mais de um gênero, assim como ter relações íntimas e sexuais com essas pessoas”. [Note-se aqui que se considera o homossexualismo e o bissexualismo como “orientações” sexuais, quando na verdade são desorientações sexuais].

Identidade de gênero: é “a profundamente sentida, experiência interna e individual do gênero de cada pessoa, que pode ou não corresponder ao sexo atribuído no nascimento, incluindo o senso pessoal do corpo (que pode envolver, por livre escolha, modificação da aparência ou função corporal por meios médicos, cirúrgicos ou outros) e outras expressões de gênero, inclusive vestimenta, modo de falar e maneirismos”. [Note-se aqui como se emprega “gênero” com sentido diferente de “sexo”. “Maneirismos” significa trejeitos].

Nome social: é “aquele pelo qual travestis e transexuais se identificam e são identificadas pela sociedade” [Em outras palavras: homens identificados com nome feminino e mulheres identificadas com nome masculino].

De agora em diante, é possível que, ao dirigir-se a uma delegacia de polícia para registrar uma simples ocorrência, o cidadão honesto receba perguntas constrangedoras, tais como: o senhor é homossexual? Está contente com o próprio sexo? Prefere ser chamado por um nome do outro sexo? O objetivo óbvio da resolução é colocar os transtornos sexuais, como o homossexualismo, o travestismo (e provavelmente o incesto e a pedofilia) no mesmo nível da normalidade sexual.

Mais assustadora, porém, é a Resolução n. 12, de 16 de janeiro de 2015, que“estabelece parâmetros para a garantia das condições de acesso e permanência de pessoas travestis e transexuais — e todas aquelas que tenham sua identidade de gênero não reconhecida em diferentes espaços sociais — nos sistemas e instituições de ensino, formulando orientações quanto ao reconhecimento institucional da identidade de gênero e sua operacionalização”.(4) O artigo 1º diz que “deve ser garantido pelas instituições e redes de ensino, em todos os níveis e modalidades [destaquei], o reconhecimento e adoção do nome social àqueles e àquelas cuja identificação civil não reflita adequadamente sua identidade de gênero”.

Parece que os seminários e as escolas religiosas estão incluídos entre as instituições obrigadas a reconhecer tal “nome social”. No artigo 2º, obriga-se a tratar exclusivamente pelo nome do outro sexo os alunos que assim o desejarem “em qualquer circunstância,não cabendo qualquer tipo de objeção de consciência [destaquei]”. É espantoso como uma norma infralegal ousa tolher o direito à objeção de consciência assegurado não só pelo Direito Natural, mas também pela nossa Constituição Federal (art. 5, VI e VIII; art. 143 §1º).

O artigo 6º estabelece que “deve ser garantido o uso de banheiros, vestiários e demais espaços segregados por gênero, quando houver, de acordo com a identidade de gênero de cada sujeito”. Os meninos, portanto, poderão frequentar o banheiro das meninas, e estas o dos meninos, bastando alegar que sua “identidade de gênero” corresponde à do outro sexo. O mesmo vale para os vestiários, onde se trocam as roupas. Abrem-se assim as portas para a promiscuidade sexual nas escolas. E os pais, poderão intervir para livrar seus filhos de toda essa depravação? Segundo o artigo 8º, “a garantia do reconhecimento da identidade de gênero deve ser estendida também a estudantes adolescentes, sem que seja obrigatória autorização do responsável [destaquei]”.

Tal resolução, portanto, nega aos pais o direito de educar seus filhos, direito este assegurado pelo Código Civil (art. 1630) e pela Constituição Federal (art. 229). Lembremos que a supressão da autoridade dos pais sobre os filhos é uma das bandeiras do marxismo, expressamente declarada no Manifesto Comunista (1848) de Marx e Engels: “Censurai-nos por querer abolir a exploração das crianças por seus próprios pais? Confessamos esse crime”.(5)

A essas resoluções os pais e educadores devem responder com a desobediência. Se houver tentativa de coação da parte de alguma autoridade, cabe impetrar contra ela um mandado de segurança alegando ameaça de violação do direito à integridade moral da criança ou adolescente (cf. art. 17, ECA). Os pais podem ainda ajuizar uma ação de reparação de danos morais se seus filhos sofrerem algum constrangimento quanto ao uso dos banheiros e vestiários. O que não se pode, neste momento, é permanecer inerte.

Anápolis, 6 de maio de 2015
Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz
Presidente do Pró-Vida de Anápolis
www.providaanapolis.org.br

______________ 
Notas:
1. Gilmar Mendes: Diante do petrolão, mensalão seria julgado em ‘pequenas causas’, 20 nov. 2014, em http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/gilmar-mendes-diante-de-petrolao-mensalao-seria-julgado-em-pequenas-causas/
2. Faço eco aqui às palavras do saudoso Bispo de Anápolis, Dom Manoel Pestana, que sempre orava “pela inocência das crianças, pela pureza dos jovens e pela santidade das famílias”.
3. DOU, Seção I, n. 48, 12 mar. 2015, p. 2-3.
4. DOU, Seção I, n. 48, 12 mar. 2015, p. 3.
5. Karl MARX; Friedrich ENGELS. Manifesto do Partido Comunista, São Paulo: Martin Claret, 2002, Parte II, p. 63.

 

8 COMENTÁRIOS

  1. Meus caros, tudo que foi dito é correto e assustador, pois alastra-se que nem vírus. Entretanto, uma pergunta se faz mister. A quem recorrer, pedir ajuda? Se a própria CNBB que deveria estar a frente da batalha, é a maior associada aos projetos dêsse partido satânico induzindo os católicos incautos a aprovação de seus projetos inclusive do abôrto. Vejam a fragilidade do nosso maior dirigente o Papa Francisco em suas manifestações e conversas com esquerdistas comunistas. Bastava ser enérgico e firme como e quando Jesus à sua época evangelizava. Qual é o receio e o medo se temos o maior aliado que é o ESPÍRITO SANTO. Cadê nossa fé e a fé dos nossos dirigentes.
    P.S. ” CNBB ” já virou sínônimo de PT. Se dependermos dese clero estamos todos os católicos fffff… ritos.

     
  2. Os pervertidos que estão fazendo apologias da degeneração que tentam impor no Brasil, também por este fato (mais um)deveriam ser considerados APATRIDAS E SUBVERSIVOS já que este “braço” repugnante das pretendidas imposições comunistas sempre visou a destruição da maior e Sagrada Instituição que leva o nome de FAMILIA.
    Já não é necessário fazer mais comentários sobre estes arautos da desgraça que querem destruir de vez à Nação Brasileira, portanto devem ser tratados como INIMIGOS , e combatidos com rigor para expulsar do poder este bando de CRIMINOSOS !!

     
  3. Temos que boicotar mesmo as TVs Globo, SBT, Record e Bandeirantes. Hoje existem as TVs católicas que nos apresentam excelentes documentários, e cada vez mais vem melhorando suas programações. Não temos necessidades de perder um minuto que seja vendo outras TVs.
    Quanto aos poderes públicos, estes, incentivados por políticos que não merecem créditos, estão destruindo um Brasil que podíamos dizer sempre que Deus é brasileiro. Agora, não podemos misturar mais esta frase e colocá-la como slogan. O nome de Deus não pode ser colocado em um país onde a imoralidade e a corrupção correm sem freios.
    Hoje, dia 13 de maio, dia em que celebramos a primeira aparição de Nossa Senhora em Fátima a três pastorinhos, podemos pedir a intercessão da Virgem Maria para a salvação de nosso país, e que com sua intercessão nos livre destes maus políticos e sugadores da nação dentro dos poderes públicos.

     
  4. Hoje uma empresa que aceita empregar uma dessas ditas minorias protegidas, está correndo um serio risco de ter que pagar polpudas indenizações ou multas, por ação de elementos desses grupos. Tudo porque possam sofrer brincadeiras ou cantada de outros funcionários. Isso no futuro vai provocar o desemprego para gays, lésbicas, negros mulheres, etc..

     
  5. DECÁLOGO DE LÊNIN, OS 10 MANDAMENTOS DOS COMUNISTAS.
    1º – Corrompa a juventude e dê-lhe toda a liberdade sexual
    9º – Contribua para a derrocada dos valores morais da honestidade, e das crenças nas promessas dos nossos parlamentares…
    Quando quisermos destruir uma nação, comecemos pela sua moral, receita de Lênin, carregada de cínico realismo, mas sintetiza a tática adotada por todos os sistemas de dominação totalitaristas.
    Uma sociedade viciada no erotismo é presa fácil dos interesses ideológicos, políticos e econômicos, pois a a pornografia, estopim da violência, foi amplamente instrumentalizada pelos partidários de Hitler.
    As bandeiras da liberdade sexual e da abolição da censura moral, desfraldadas pelos partidos de inspiração marxi-gramsciana geram excelentes dividendos políticos; lucra também a indústria pornográfica em cima de uma ficção de liberdade e de se libertar do opressor – uma cilada que a vítima nem sempre percebe estar sendo usada.
    A experiência cotidiana acerca das conseqüências negativas do erotismo são graves, pois esfacela a família, massifica o povo e as pessoas passam a se estranharem umas às outras, por quase serem produtos de granjas coletivas, “educadas” pelo pai e mãe sr. deus-Estado.
    O pior é que deprecia a sexualidade, perverte as relações humanas, explora os indivíduos – especialmente as mulheres, os jovens e as crianças – destrói a vida familiar, inspira atitudes anti-sociais e debilita a fibra moral da sociedade, fazendo dela joguete dos ideologistas; os partidos comunistas, como o PT, valem-se o quanto podem desse expediente, como permissão e promoção das sexo novelas, e BBBs e correlatos alienantes, carregados de mensagens anti cristãs católicas em especial nesse intuito.
    Nunca dê audiência a novelas e similares, como da Globo, como boicote e tirarão do ar por falta de audiência – depende de v!

     
  6. Ótima e oportna idéia!

    Aurélio Tasso de Miranda:
    Apenas uma sugestão:
    ” Quem sabe organizar um grande Seminário de Sacerdotes*– Bispos* inclusive – para debater e denunciar esta CONJURAÇÃO contra a instituiçãoda Família.
    Agradeço ao Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz por nos colocar emAlerta Vermelho nesta questão gravíssima: O NAUFRÁGIO COMPLETO DA CIVILIZAÇÃO,OUTRORA CRISTÃ.
    *SACERDOTES E BISPOS ÒBVIAMENTE CATÓLICOS.

     
  7. Apenas uma sugestão:
    ” Quem sabe organizar um grande Seminário de Sacerdotes* – Bispos* inclusive – para debater e denunciar esta CONJURAÇÃO contra a instituição da Família.
    Agradeço ao Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz por nos colocar em Alerta Vermelho nesta questão gravíssima: O NAUFRÁGIO COMPLETO DA CIVILIZAÇÃO, OUTRORA CRISTÃ.
    *SACERDOTES E BISPOS ÒBVIAMENTE CATÓLICOS.

     
  8. Infelizmente constatamos que esse processo de destruição da família e dos valores morais que balizam as sociedades ocidentais já está bastante avançado, graças à falta de mobilização da maioria da população, que está à mercê dos poderes instituídos, os quais, infelizmente, não representam a vontade da maioria.
    O primeiro passo foram as cartilhas para crianças, agora a televisão naturaliza a agenda “lgbt” através de novelas e programas; o próximo passo já está a caminho: a institucionalização. E o pior de tudo é que essas emissoras de TV são mantidas com dinheiro público, através de propaganda de órgão públicos dos três poderes.
    É triste constatar que hoje somos vítimas das próprias instituições a quem caberia defender a sociedade. Está quebrado o tal “contrato social” de que tanto falam os “Cientistas Sociais”. É um beco sem saída. Na minha opinião estas instituições perderam o sentido de ser. Somos prisioneiros dos mecanismo que foram criados para nos defender.
    Creio que somente uma calamidade muito grande poderá reverter o processo em marcha.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome