Mexico Nazismo

Em 1985, depois de 40 anos de silêncio, o Arquivo Nacional dos Estados Unidos começa a tornar público milhares de documentos relacionados com as atividades do Terceiro Reich em diversos países do mundo antes e durante a Segunda Guerra Mundial. Estes documentos revelam, em que pese a sua distância da Alemanha e a sua posição politicamente neutra durante boa parte do conflito, que o México sempre foi considerado uma peça estratégica nos planos de Adolf Hitler.

 
A política anti-religiosa nazista faz parte integrante de seu pensamento, que não teríamos espanto maior com a conversão da maçonaria em associação de piedade, do que a transformação do Partido Nazista em baluarte das idéias católicas na Europa Ocidental
Chamberlain, Daladier, Hitler e Mussolini assinam o Acordo de Munique, no qual entregam os sudetos para a Alemanha.