Segundo Turno: saber o que quer

8

UrnaSegundoTurno

Votar é manifestar a vontade, e para manifestar a vontade é preciso saber o que se quer. Este é um nobre e óbvio princípio geral. Ora, nas presentes eleições muitas vezes o cidadão é tratado como uma criança que ainda nada sabe distinguir e, num panorama confuso, ou não toma nenhuma posição, ou recebe de maneira passiva a descrição do candidato como se recebe um produto proposto por um marqueteiro. Com uma diferença: o produto é analisado com atenção pois em caso de erro vai pesar no próprio bolso, e no caso do votante provavelmente só depois é que isso vai acontecer…

Para se saber o que se quer é preciso utilizar o trinômio clássico: ver, julgar, agir. Ver, com objetividade, sem otimismos nem pessimismos, julgar, com critérios fundados –logo adiante dou uma sugestão — e o agir, é o voto livre, consciente e patriótico.

No item para saber como julgar, passo a palavra ao Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, no excelente manifesto que divulgou recentemente. Nele fixa as seguintes ideas:

  • “A defesa da vida humana inocente desde a fecundação até a morte natural, isto é, o rechaço à legalização do aborto, da eutanásia, e das drogas;
  • Defesa da família como Deus a fez: um homem e uma mulher;
  • A não intromissão do Estado no direito dos pais à educação dos filhos;
  • Proteção às propriedades rurais e urbanas, alvo crescente de invasões;
  • Amparo ao agronegócio, esteio de nossa economia;
  • Rejeição à sovietização do Brasil através de “conselhos populares” e “movimentos sociais”.

Sem a adoção desses itens, o manifesto prevê que “o Brasil real e profundo viverá à margem do mundo oficial, sem se sentir representado”.

É triste, mas é previsível. Estamos vendo e vivendo isto.

Que Nossa Senhora Aparecida, mãe e rainha do Brasil, tome conta do que é seu e nos proteja, é o que desejamos.

 

8 COMENTÁRIOS

  1. Evandro, é evidente que sua filha e colegas não perderão bolsa universitária !
    Não foi Dilma que deu a bolsa, foi o Estado, que somos todo nós.
    Se Dilma perder, a bolsa continua sendo dada. Sua filha que abra bem os olhos, pois Dilma e capangas só sabem enganar !
    Vote em quem defenda a Vida (Dilma defende a morte pelo aborto), e quem respeite o Povo Brasileiro e não entregue, como Dilma faz, a riqueza do País ao comunista Fidel Castro, grande amigo da Dilma !
    Vote em quem se guia pelos preceitos do Senhor. Dilma é uma ex-guerrilheira hipócrita, que se fingiu de católica para ganhar os votos dos católicos. Mas ela nem se sabe benzer, nem sabe o que é o Pai Nosso !

     
  2. Essa história de bolsa é complicado, porque elas acabam servindo como compra de eleitores. Além do bolsa família, ainda existem de outros tipos, inclusive para universitários.

    Agora no segundo turno, em que são apenas 2 candidatos, não tenho dúvidas em quem vou votar. As discussões costumam girar em torno de questões econômicas, mas o que eu levo em consideração em primeiro lugar são outras questões.

    A sociedade está num processo de desmoralização tremenda. E nem é só no Brasil, na Europa também está acontecendo a mesma coisa. Inclusive, grande parte do que está acontecendo aqui, é pela influência vinda de outros países. É fácil de ver como a situação está ruim quando o incentivo ao uso de drogas, por exemplo, é transformado em ideologia política. E quem defende este tipo de coisa é visto como progressista, moderno. Quem é contra e defende valores tradicionais é taxado de atrasado, medieval. Ser conservador virou um xingamento.

    O que é errado é considerado como certo. E o que é certo, virou errado. E quem tenta remar contra a maré corre o risco de sofrer ostracismo. Se você for contra o homossexualismo, por exemplo, corre o risco real de ser processado, e até mesmo preso. Simplesmente por dizer a verdade. Parece até piada, mas não é.

     
  3. Nas nossas Universidades, onde deveria existir uma concentração do saber, e resultante disto, uma perfeita visão diferenciando o bem do mal, ocorre o exatamente o contrário quando o assunto é eleição. Se a escolha do presidente da república fosse lá realizada, adivinhe quem ganharia de goleada? É fácil perceber isto, que ideologia defendem os sucessivos presidentes da UNE eleitos nestes últimos anos? Se de lá vem o exemplo, que esperar do resto do povo?

     
  4. O voto cabresto ainda ganha eleição, mas isso é uma espécie de fraude… De outra parte, como votar em alguém que é contra a vida, sendo favorável ao aborto ( o maior assassinato que o chamado ser ‘ humano ‘ executa ) … Por fim … essa ANTA é contra a família tradicional ( um homem e uma mulher ) … É preciso dizer mais ?

     
  5. Comenta-se muito sobre a desinformação do povo, menos letrado, mas minha filha, universitária, disse-me que e comum ouvir dos colegas que recebem bolsa do governo, que não votarao
    contra, mesmo discordando. Temem perder a bendita bolsa.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome