Verdades esquecidas – Rico não é sinônimo de ladrão nem de avarento

joao-crisostomo

Não me cansarei de dizer que não acuso ao rico, mas ao ladrão. Rico não é sinônimo de ladrão, nem opulento o é de avaro. Distingui bem, e não confundais coisas tão diversas. Sois ricos? Não há nenhum mal nisto. Sois ladrões? Eu vos acuso. Tendes o que vos pertence? Gozai-o em boa hora. Vos apoderais do bem de outro? Levanto minha voz para vos delatar… Os ricos são meus filhos; os pobres também. Sem embargo, se atacais ao pobre vos acuso, porque atacando-o vos fazeis mais dano a vós mesmos que o que a ele fazeis. Ele perde seus bens, mas vós perdeis vossa alma.

São João Crisóstomo, Homilia De capto Eutropio, cap. 3, apud Enciclopedia Universal Espasa-Calpe, vol XLVII,p. 913

 

4 COMENTÁRIOS

  1. Lázaro, ressuscitado por Nosso Senhor Jesus Cristo, era rico. Era um homem de muitas propriedades e dava a Jesus e seus discípulos hospedagem em muitas cidades onde iam pregar. Jesus e Lázaro eram grandes amigos. Essa história de que todo rico é ladrão é coisa de comunista. Especialmente de gente preguiçosa e invejosa que espera receber do outro aquilo que não fez por merecer. Muitos possuem bens e propriedades e dão empregos a muitas famílias. Trabalham até o fim da vida e produzem muito para o bem da nação. Existem pobres e ricos bons, assim como existem pobres e ricos miseráveis espiritualmente. Não queiramos ser deuses e achar que é possível controlar tudo. Cada um de nós faça sua parte e a faça bem feita, com honestidade, sabedoria, humildade e sem querer prejudicar ninguém. Não levaremos nada dessa vida, a não ser nossa alma e esta precisa está em paz na hora da morte. E a morte pode chegar a qualquer minuto. Paz a todos!

     
  2. Aqui no Brasil o rico, quando a sua riqueza é resultante da sua
    meritocracia, deveria ser alvo de admiração! No lugar disto, é alvo de inveja, e até de desprezo, ninguém assume esta postura, ninguém se autodenomina “rico” aceitam no máximo o rótulo de “classe média”!
    A imagem do rico está sempre associada a corrupção, sonegação de impostos etc… Criam-se todos os obstáculos possíveis para impedir o crescimento econômico das pessoas e das empresas, mesmo assim, alguns conseguem furar o bloqueio, querem penalizar estes vencedores com a
    criação do “imposto sobre as grandes fortunas” como se no Brasil esses personagens fossem tão abundantes na paisagem, que poderiam aumentar a arrecadação de forma significativa! e se este alvo fosse alcançado, este espaço iria ser ocupado pela corrupção, e tudo voltaria a estaca zero, o défict voltaria a ser, o pesadelo dos tecnocratas do Ministério da Fazenda! Mas não se preocupe, surgiria no horizonte, um super-heroi
    tupiniquim, um “Zorro burocrata”, com uma solução brilhante e eficás para resolver o problema: “CRIAR UM IMPOSTO SOBRE AS PEQUENAS FORTUNAS”!!!!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome