Uma minoria barulhenta quer tornar inviável o país e dividir a maioria conservadora e anticomunista

Na última eleição presidencial, os brasileiros deram um basta a 13 anos de dominação da seita vermelha, o PT. Mas esse “basta” não foi apenas a um partido político.

Cansados da demagogia socialista, ruas e avenidas de um incontável número de cidades foram tomadas por manifestantes inconformados com a situação a que foi conduzido o País. Durante décadas, o Brasil foi submetido a uma verdadeira revolução cultural de viéis socialista que parecia irreversível.

Esta revolução dispunha a seu favor de grandes meios de comunicação de massa, de vultosas verbas publicitárias e dos ventos do “Politicamente Correto” que impôs silêncio aos opositores.

Até a inocência de nossas crianças era ameaçada pela ideologia de gênero.

Assine já a petição em defesa de um Brasil autêntico, cristão e forte!

O repúdio ao que se passava no Brasil, um repúdio ideológico, que brotou da alma cristã de nosso povo, levou à vitória o atual Governo.

O desentendimento político que ora constatamos, bafejado pela esquerda, é fundamentalmente porque o Governo, apesar de muitas dificuldades está começando a fazer o que os brasileiros tanto desejam, ou seja, expurgar de nossas instituições todo o aparelhamento petista que nos foi imposto;

O que pretendem os opositores é desestabilizar o Governo por meio de uma campanha sistemática, dividindo sua base de sustentação e desconsertando a reação conservadora.

Com tristeza constatamos nessa oposição o papel da esquerda-católica, tantas e tantas vezes denunciada pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira em memoráveis documentos publicados na imprensa nacional e em livros.

O que os brasileiros almejam, do fundo de suas almas, para nossa Pátria, é que no plano moral:

  • seja garantida a vida da concepção à morte natural;
  • a família seja constituída apenas por um homem e uma mulher;
  • se respeite o sagrado direito dos pais à educação de seus filhos.

E no plano sócio-econômico:

  • se respeite a livre iniciativa,
  • o direito à propriedade privada
  • e o princípio de subsidiariedade.

O que está em jogo, portanto, não é apenas um Governo, mas o Brasil profundo que despertou, e que não deseja ser levado à atual situação da Venezuela, vítima da ideologia marxista.

Imploremos a Nossa Senhora Aparecida, Rainha do Brasil, que obtenha de Seu Divino Filho as luzes e forças necessárias para que realizemos nossa vocação histórica.

Assine já a petição em defesa de um Brasil autêntico, cristão e forte!

São Paulo, 26 de maio de 2019

Instituto Plinio Corrêa de Oliveira

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta