18 DE MAIO

Plinio Corrêa de Oliveira em “O Legionário”, coluna “7 Dias em Revista”, 22 de junho de 1941, no.458: “Mais de uma vez previmos a agressão nazista à Rússia, a despeito da íntima colaboração de Hitler e Stalin, após o pacto Ribbentrop-Molotoff. Eis como nos referíamos ao assunto na véspera da “inesperada” violação nazista da fronteira soviética: “Sem embargo do que esta Folha já afirmou quanto à plausibilidade de um breve entrechoque nazi-comunista, é interessante mostrar que as relações entre aqueles dois regimes totalitários continuam perfeitamente cordiais

1291: – Na Palestina, depois de intensa batalha, dá-se a queda de Acre, último bastião cristão na Palestina. Essa batalha foi considerada uma das mais importantes da história do Império Romano, e é frequentemente mencionada pelos historiadores como o evento que marcou o fim das Cruzadas. Os últimos cristãos que restavam na Terra Santa são assim expulsos pelos muçulmanos.

1804: – Napoleão Bonaparte é proclamado Imperador pelo Senado da França.

1898: – Começam os trabalhos da Conferência da Haia, primeira reunião de representantes dos principais estados mundiais, para aprovação dos acordos sobre a guerra e a resolução pacífica de conflitos.

1941: – O Prof. Plinio Corrêa de Oliveira prevê, no Legionário, que Hitler poderia agredir a Rússia, fato verificado a 22 de julho.

1980: – No Peru, após 12 anos de ditadura militar, e enquanto se realizam as eleições que elegeria o novo presidente, o grupo terrorista maoísta Sendero Luminoso inicia sua luta armada, com um atentado no local eleitoral da cidade de Chuschi.

1989: – O Parlamento da Lituânia modifica sua Constituição, e proclama a soberania de seu povo do poder soviético.

Deixe uma resposta