25 DE MAIO

1521: – É assinado em Worms, na Alemanha, o Edito de Worms, decreto do imperador romano-alemão Carlos V que proibiu os escritos de Martinho Lutero, e rotulou-o como inimigo do Estado. Este decreto pôs fim a uma constante luta entre Martinho Lutero e a Igreja Católica durante a pseudo-reforma do heresiarca, que criticava a Igreja especialmente sob a acusação de venda de indulgências.

1895: – Na ilha de Taiwan, é fundada a República de Formosa.

1947: – O Senado americano aprova a Ata Nacional de Segurança, pela qual cria a CIA.

1953: – Do campus da Universidade de Houston, se realiza a primeira transmissão de uma estação de televisão pública nos Estados Unidos.

Uma caravana da TFP argentina divulga na província do Rio Negro A liberdade da Igreja no Estado Comunista do Professor Plínio Corrêa de Oliveira, obra descrita pela Santa Sé como “eco extremamente fiel do Supremo Magistério da Igreja”. Surpreendentemente, Monsenhor Juan Bengoechea, governador eclesiástico da Diocese de Viedma, divulgou uma declaração afirmando que os membros da TFP “não pertencem à Igreja Católica por rejeitar sua doutrina e ensino e destruir a unidade da Igreja que favorece a penetração marxista”. em nossa pátria “(sic). Numa resposta serena, a TFP põe à disposição do Bispado todas as suas publicações, desde que se comprometa a dar testemunho oficial do que pode encontrar nelas que discorda da Doutrina Católica. Caso contrário, as afirmações do Prelado se tornarão, aos olhos do público, difamações inconsistentes. Até o momento, a TFP não recebeu uma resposta.

1961: – O presidente norte americano Kennedy anuncia, num discurso na Universidade de Rice, que seu governo está preparado para começar o projeto que levará um ser humano à lua antes do fim da década. Trata-se do Programa Apolo.

1978: – O Governador eclesiástico da diocese de Viedma (Argentina), acusa a TFP de não pertencer à Igreja, e de destruir a sua unidade, “favorecendo o marxismo” (sic!)

1980: – A TFP uruguaia envia telegrama de protesto à OEA pela pressão sobre seu governo em nome dos direitos humanos.

1989: – Mikhail Gorbachev é reeleito presidente da União Soviética numa sessão do Congresso de Deputados do povo.

1992: – O presidente do Brasil Fernando Collor de Melo é acusado de consumo de estupefacientes, negócios ilícitos e tráfico de influências.

1999: – O governo dos Estados Unidos publica o Informe Cox, no qual detalha a espionagem nuclear da China contra o país nas últimas décadas.

2009: – A Coreia do Norte realiza sua segunda prova nuclear.

2007: – O Conselho da Europa condena Portugal por “violar o direito das crianças”, depois de o Supremo Tribunal de Justiça ter considerado “lícitos” e “aceitáveis” alguns castigos corporais infligidos a jovens deficientes de um lar em Setúbal. O Comitê Europeu dos Direitos Sociais do Conselho da Europa, pelo contrário, concluiu que Portugal violou o artigo 17 da Carta Social Europeia, que consagra o direito das crianças à proteção, social, legal e econômica.

Deixe uma resposta