Nossa Senhora então disse a Santa Catarina: “Manda cunhar uma medalha por este modelo. As pessoas que a trouxerem por devoção, hão de receber grandes graças, sobretudo se a trouxerem no pescoço. As graças serão mais abundantes para as pessoas que a trouxerem com confiança”.

O arcebispo de Paris aprovou a medalha dois anos depois, em 1832. Em 1836 ordenou um Inquérito canônico e exortou todos os fiéis a usarem a medalha, e a repetir a oração gravada em torno de Maria Santíssima: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós”.

A 23 de julho de 1894, a Santa Sé concedeu a todas as dioceses da França a festa da “Manifestação da Virgem Imaculada chamada da Medalha Milagrosa” a ser celebrada no dia 27 de novembro. Finalmente, a 26 de julho de 1897, o Papa Leão XIII, por meio de seu legado, o Cardeal Richard, coroou solenemente a Imagem da Medalha Milagrosa.

Gostaria de receber as atualizações em seu email?

Basta digitar o seu endereço de email abaixo e clicar em “Assinar”.